Ministros do Supremo decidem aumentar os seus salários 16,38%. Que beleza…. Brasil da vergonha!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

STF decide incluir reajuste de 16,38% para ministros no orçamento de 2019

Atualmente em R$ 33,7 mil, salário poderá ultrapassar R$ 39 mil no ano que vem. Orçamento precisa ser aprovado pelo Senado e sancionado pelo presidente da República.

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (8), por 7 votos a 4, incluir no orçamento de 2019 a previsão de reajuste salarial de 16,38% para os ministros da Corte.
Atualmente em R$ 33,7 mil, o salário dos ministros poderá ultrapassar R$ 39 mil a partir do ano que vem.

O salário dos ministros do STF é o teto do salário do servidor público e serve como base para os salários de todos os magistrados do país.
O impacto da proposta é de R$ 2,77 milhões para o STF e pode chegar a R$ 717,1 milhões em todo o Poder Judiciário.

O reajuste ainda precisa ser aprovado pelo Senado e sancionado pelo presidente da República.
Próximos passos
O orçamento do STF aprovado nesta quarta ainda será encaminhado ao Ministério do Planejamento, responsável por consolidar o orçamento da União.

A proposta de reajuste foi encaminhada ao Congresso em 2015 pelo então presidente do STF, Ricardo Lewandowski.

Um ano depois, a Câmara aprovou o reajuste, mas o aumento não foi analisado pelo Senado porque não havia previsão orçamentária sobre a origem do gasto a mais.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Dias Toffoli é eleito presidente do STF porque é o ministro mais antigo em atividade que ainda não presidiu STF.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Ministro sucederá a atual presidente, Cármen Lúcia; posse está prevista para 13 de setembro.

O Ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi eleito nesta quarta-feira (8) para a presidência da Corte pelos próximos dois anos. A eleição é feita entre os próprios ministros do tribunal.

Toffoli foi eleito com dez votos favoráveis e um contrário – é comum que o ministro que assumirá o posto a presidência vote em seu vice. Ele assume em 13 de setembro.
A eleição foi protocolar. O Supremo adota para a sucessão de seus presidentes um sistema de rodízio baseado no critério de antiguidade. É eleito o ministro mais antigo que ainda não presidiu o STF.
Também na sessão desta quarta, o ministro Luiz Fux foi eleito vice-presidente do Supremo para o próximo biênio.

Após ser eleito, Toffoli agradeceu aos colegas e afirmou que substituir a atual presidente, ministra Cármen Lúcia, é um “grande desafio”, mas ainda assim “muito facilitado”, em razão da “gestão tranquila, mesmo com tantas demandas”.

“Nesses dois anos em que servi como vice-presidente, Vossa Excelência teve o maior diálogo, me colocando sempre partícipe da gestão”, disse.

Perfil
Toffoli está no Supremo desde outubro de 2009, quando sucedeu o então ministro Carlos Alberto Menezes, falecido no mesmo ano.

Ele nasceu em Marília, em 15 de novembro de 1967, e se graduou em Direito em 1990 pela Universidade de São Paulo (USP). É especialista em Direito Eleitoral, foi professor de Direito Constitucional e Direito da Família, e atuou como advogado do Partido dos Trabalhadores.
No governo Lula, trabalhou na Casa Civil entre janeiro de 2003 e julho de 2005, durante o período em que o ex-deputado José Dirceu ocupou o cargo de ministro.

Com a saída de Dirceu do governo, em razão das denúncias de envolvimento com o “mensalão”, Toffoli assumiu a chefia da Advocacia-Geral da União, onde ficou até assumir como ministro no STF.
Sua indicação para o cargo, feita por Lula, foi contestada, pela proximidade que tinha com o então presidente – de quem foi advogado em campanhas eleitorais.

À época, também foi contestado pela falta de títulos acadêmicos – já que não tinha mestrado nem doutorado – e pela pouca idade – quando assumiu a cadeira no Supremo, tinha apenas 41 anos de idade).
Desde 2016, é vice-presidente do Supremo, na gestão da ministra Cármen Lúcia, a quem sucederá.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Dilma defende a volta da CPMF e diz que Brasileiro não paga muito imposto

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A fala foi feita durante a aula inaugural do curso “O impeachment de 2016 como golpe de Estado”, realizada pela Universidade Federal de Mimas Gerais (UFMG).

A ex-presidente e candidata ao Senado por Minas Gerais, Dilma Rousseff (PT), afirmou, na noite desta terça-feira (7), que o Brasil não “paga muito imposto” e defendeu a volta da CPMF – imposto que taxava transações financeiras.

“Temos que parar com essa história de que no Brasil se paga muito imposto. Quem paga muito imposto é assalariado e classe média. Por isso acho muito grave não ter CPMF. A CPMF é em cima da transação financeira. Uma pessoa que tem transação de R$ 100 milhões de reais, paga 0,38% disso. Uma outra que tem transação de R$ 6 mil, paga 0,38%”, explicou.

A fala foi feita durante a aula inaugural do curso “O impeachment de 2016 como golpe de Estado”, realizada pela Universidade Federal de Mimas Gerais (UFMG). Na maior parte de seu pronunciamento, ela voltou a atacar o processo de impeachment e defendeu a necessidade de se discutir a questão.

Segundo Dilma, o impeachment teve como base de argumentação os subsídios dados a programas sociais. “Se não a pessoa nao conseguia comer, vestir, transportar e pagar o necessário para comprar a casa, é obrigação do Estado estar ali. E ainda falam em meritocracia. Se existe uma grande fake news no Brasil, é a tal da meritocracia”, afirmou.

Realizada na Faculdade de Educação da UFMG, a aula inaugural do curso teve presenca maciça de estudantes. Antes da entrada da ex-presidente no auditório, os presentes entoaram gritos de “Dilma senadora”. A organização do evento solicitou que não fossem feitos cânticos de conteúdo eleitoral por conta da legislação vigente.

Dilma argumentou que acha válido que o processo de impeachment seja de fato debatido. “Já viajei por diversas faculdades pelo mundo e ninguém estranha que exista um estudo aprofundado sobre o que aconteceu aqui. Um ministro ilegítimo da educação chegou a criar problema quando tentaram criar esse curto em outras universidades pelo Brasil”, disse a petista.

Ao todo, há 32 matérias de diversas áreas abordando o impeachment. Entre eles, uma argumentação jurídica contra o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), relator do impeachment no Senado. A assessoria do tucano não quis se manifestar sobre a classe.

A petista também alfinetou os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Antonio Anastasia ao citar o chamado “choque de gestão”, citado pelos tucanos como projeto que ajeitou as financas do Estado. “Quando falarem que da pra fazer mais com menos, você podem rir. É a tese do tal choque de gestão. É lorota, faz como?”.

Durante a fala, a ex-presidente fez diversas ponderações sobre sua gestão. Ao falar sobre o Ministério Público, ela classificou o ex-procurador geral Geraldo Brindeiro como “engavetador, segundo a imprensa”, e disse que “cometeu o erro” de segue a lista tríplice do MP para indicar o PGR – fazendo referência ao ex-PGR Rodrigo Janot, autor de denúncias contra ela e o ex-presidente Lula, além de outros membros das gestões petistas.

Apesar do alto números de matérias presentes no curso, não há docentes favoráveis ao impeachment. Segundo o professor Thomás Bustamante, que coordenou o curso, as aulas favoráveis ao processo não foram organizadas porque, segundo ele, não há argumentos “jurídicos ou Morais” que não indiquem que o impeachment não tenha sido um golpe.

“Desde 2016 eu não ouvi nenhum argumento jurídico ou moral que mostre, que prove, que aquilo não tenha sido um golpe. Só escuto ódio e preconceito”, disse Thomás Bustamante.

Rival de Dilma na disputa ao Senado, a candidata Duda Salabert (PSOL) também esteve presente na aula inaugural. “Vim porque minha esposa estuda na universidade e queria assistir”, contou.

Segundo Salabert, a disputa por votos da esquerda contra Dilma sera curiosa, mas com argumentos. “Um dos focos será na questão ambiental. O governo Dilma foi um desastre nessa area, e só lembrarmos da construção da usina de Belo Monte”.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Video: Paulo Guedes destroça farsa do PT E PSDB. O ministro de Bolsonaro dando uma aula de política

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Após ter sido cogitado como ministro da fazenda de Bolsonaro caso ganhe as eleições, o nome de Paulo Guedes começou a ganhar maior destaque na grande mídia e nas redes sociais, quem é ele, de onde veio ?

Paulo Roberto Nunes Guedes nasceu no Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1949. Realizou a sua graduação na Faculdade de Economia da Universidade Federal de Minas Gerais e realizou o seu mestrado na Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Em 1977 obteve um mestrado na Universidade de Chicago e em 1979 um Ph.D pela mesma instituição, que é considerada uma referência do pensamento econômico.

Também atuou como docente na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) no Rio de Janeiro. Foi diretor-técnico e sócio do IBMEC na década de 1980, onde atuou por 16 anos, nessa instituição também foi professor na disciplina de macroeconomia.

Sócio-fundador e diretor executivo da JGP Gestão de Recursos, onde era um dos responsáveis pela supervisão da gestão do Fundo JGP Hedge e pela estratégia das operações. Desde 2009 é membro do conselho diretor da HSM Educação e, desde 2013, da GAEC Educação S.A.

Também tornou-se membro do conselho diretor da Contax Participacoes S.A., da PDG Realty S.A Empreendimentos e Participações, da Abril Educação S.A. e da Localiza Rent a Car S.A.

Em um vídeo que circula nas redes sociais Paulo Guedes, destroça a farsa politica do PT e PSDB confira:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Carta de um médico ao deputado Jair Bolsonaro: a chocante realidade da saúde no Brasil

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Não nos conhecemos pessoalmente. Escrevo-lhe, em primeiro lugar, na condição de cidadão brasileiro; em segundo, na condição de eleitor e, só em terceiro e último lugar, como médico.

Não tenho qualquer procuração de “Entidades Médicas” para me manifestar em nome delas, não sei (nem quero saber) se meus colegas acreditam ou concordam com aquilo que vou narrar e lhe pedir.

Ingressei no serviço público municipal da minha cidade no ano 2000. Fui chefiado por um médico que é ex-réu em processo por crime contra o Sistema Financeiro Nacional por participar de um esquema de saque a descoberto contra Caixa Econômica Federal. Além disso foi também condenado por falsidade ideológica (teria recebido dinheiro público para “fazer pesquisa” quando já era funcionário ou algo assim).

Esse lixo humano não tinha, sequer, a hombridade e a coragem para se declarar petista – simplesmente fazia o serviço sujo para galgar degraus na carreira política em que mais tarde se tornou conhecido. Em 2003 me disse pessoalmente que faria o possível para acabar com a minha carreira.

Imperava então, na cidade onde eu moro, a “Pyongyang dos Pampas”, o verdadeiro “maoísmo na área da saúde”. O Município era controlado pela Organização Criminosa Petista desde 1988.

Trabalhando em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), vi pessoas morrendo em cadeiras de plástico, vi funcionários com nível de segundo grau mandando embora pacientes HIV positivos com febre de quarenta de graus dizendo que “não era nada grave”.

Atendi doentes que ficaram por semanas em corredores aguardando leito em Unidade de Terapia Intensiva e vi pacientes psiquiátricos correndo nus dentro do serviço no qual eu fazia meus plantões.

Tudo anotei, descrevi e denunciei ao Conselho Regional de Medicina estimulando mais ainda, contra mim mesmo, o ódio e a perseguição política na carreira funcional.

Respondi a dezenas de sindicâncias e a um processo administrativo por insuficiência em “Estágio Probatório” cujas avaliações eram feitas com base nos relatos de enfermeiras, técnicos de enfermagem e membros da “comunidade” cabendo à médica que era minha chefia direta – petista histérica que hoje está dentro do nosso Sindicato Médico – subscrever o que diziam de mim (coisa que ela fez sem qualquer problema de consciência).

Em 2004, sem saber mais “o que fazer comigo” que pedia desesperadamente para ser transferido e trabalhar num Hospital e não numa (UPA), fui mandado para outra espelunca igual a primeira – meu chefe, outro lixo petista, um alcoolista formado em Medicina, tinha ficha no antigo DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), ficou famoso por assédio sexual contra funcionárias e as revistas que fazia nas suas bolsas quando algo desaparecia. Estimado pelo comando local do tráfico de drogas, não teve comigo tratamento diferente.

Em 2007, doente e deprimido, consegui, depois de laudo da MINHA psiquiatra, ter minhas funções limitadas a um Hospital da cidade – neste hospital o Diretor era o médico que foi meu chefe na primeira UPA onde comecei minha carreira no Serviço Público.

Depois disso tudo ficou claro pra mim que eu não podia mais trabalhar em UPA alguma como médico do Serviço Público. Procurei então mudar de especialidade e me tornei intensivista (até então era clínico e cardiologista) após prestar a Prova de Título da entidade que representa esta especialidade no Brasil.

Fiz isso com intuito, mais uma vez, de ficar longe do terror, do descaso, do verdadeiro inferno que são as UPAS e serviços de Emergência no nosso país para qualquer médico que não seja corrupto, louco ou comunista.

Em 2010 ingressei, também através de concurso público, na carreira como médico intensivista de um Hospital Federal (na verdade uma autarquia) que era então comandado pelo Partido Comunista do Brasil.

Toda minha história já era então conhecida no meio médico da cidade – entre “colegas” (ou entre os que pensam que são médicos) eu já era visto como “louco” e “paranoico que se considera perseguido pelo PT”.

Em 2014, depois de ter escrito sobre o Programa Mais Médicos, depois de me insurgir contra as barbaridades que vi acontecerem dentro da Unidade de Terapia Intensiva em que eu trabalhava, uma médica (em conluio com os comunistas da Direção) me acusou de “violência contra mulher”.

Um “juizeco” do trabalho (de primeiro grau) da minha cidade completou o serviço sujo solicitado pela escória, pela ralé do PT, PSOL e PC do B. Eu fui exonerado e o Hospital ganhou o processo trabalhista que movi contra ele porque na Segunda Instância foram os colegas de ideologia da Ministra Rosa Weber (ex-presidente do TRT-4) que julgaram o recurso apresentado pelo meu advogado.

Nessa época eu já era conhecido nacionalmente por “mandar Dilma chamar um médico cubano” na ocasião do seu “mal-estar” no debate com o corrupto e chefe de quadrilha, então candidato à Presidência da República, Aécio Neves.

Capitão Bolsonaro (assim o chamo agora porque sou também tenente da reserva da Força Aérea Brasileira), tudo isso que escrevi acima é apenas parte da minha história no Serviço Público como Médico. Eu não tenho aqui interesse algum de despertar piedade ou pedir ao senhor qualquer coisa – meu objetivo hoje é deixar o Brasil e ser médico em outro país.

Escrevo-lhe por considerar minha obrigação, em primeiro lugar, tornar público aquilo que aconteceu comigo e, em segundo, dizer ao senhor aquilo que considero ser prioridade na área da saúde se o senhor, porventura, conseguir se eleger. O que deve ser dito é o seguinte:

Toda Rede Hospitalar Brasileira foi destruída pelo Regime Petista. UPA’s são lugares criados para esconder a morte de pacientes que deveriam estar dentro de hospitais: a UPA é um lugar em que se atende tudo aquilo que não é suficientemente grave e poderia ser resolvido num posto de saúde, ou coloca a vida do paciente em risco e ele deveria estar dentro de um Hospital.

Deputado Bolsonaro, enquanto existir SUS no Brasil o PT e o comunismo na área da Saúde vão estar vivos.

O senhor não poderá acabar com o SUS pois será impedido pela Constituição Federal, mas pode mudar toda História da Saúde Pública se afastar, se exonerar e expulsar de dentro do Ministério da Saúde, a corja, a ralé de alcoolistas, pederastas, pedófilos, viciados, corruptos, vagabundos e estelionatários do PT, PSOL e PC do B que hoje MANDAM e DESMANDAM na Saúde Pública Brasileira e que fizeram comigo (e com centenas de outros médicos) isso que narrei no início da carta.

Acabe, eu lhe imploro, com a Ditadura Comunista na Saúde Pública, não ceda mais um centavo sequer para postos de saúde e UPA’s – o Brasil foi transformado num “postão”!

Ajude a reconstruir a Rede Hospitalar Brasileira, lute para FECHAR e não para abrir mais faculdades de Medicina! Colabore com as entidades médicas na formação de um plano de carreira e de um piso salarial mínimo em todo país, ajude os médicos brasileiros a se fazerem respeitar pela Imprensa Vagabunda Petista que hoje nos massacra expulsando os escravos cubanos (falsos médicos) trazidos por Dilma Rousseff e por outro bandido da minha profissão chamado Alexandre Padilha.

Não sei se o senhor vai conseguir se eleger: acredito que pode ser assassinado a qualquer momento pela Organização Criminosa que comanda o Brasil ou que as urnas possam ser fraudadas dando a vitória a quem puder ser controlado por ela.

Minha história eu tornei pública. Ela vai passar despercebida como “lágrimas na chuva” (como diria aquele androide do filme “Blade Runner”), mas com o meu voto o senhor pode contar.

Cordiais Saudações,

Milton Pires

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Lula processou dezenas de pessoas que o chamaram de ladrão. Até agora, perdeu todas as causas

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Com a escalada de denúncias na Lava Jato, o ex-presidente Lula se viu obrigado a adotar uma medida radical para conter os xingamentos na imprensa e nas redes sociais: prometeu que ia processar todo mundo e afirmou que faria com que jornalistas sentissem a dor no próprio bolso. Mas a cruzada do petista para calar a imprensa fracassou.

Até o momento, Lula perdeu praticamente todas as ações que moveu contra seus detratores. No caso mais recente, o comentarista da TV Cultura e da Rádio Jovem Pan, Marco Antônio Villa, foi absolvido em um processo de calúnia e difamação em rede nacional movido pelo ex-presidente Lula.

A juíza Eliana Cassales Tosi, da 30ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, que absolveu o comentarista ainda esclareceu que qualquer brasileiro pode chamar Lula de ladrão.

De acordo com a decisão judicial, a fala de Marco Antônio Villa não constitui crime, ainda que tenha conteúdo mordaz, podendo se enquadrar dentro do direito de crítica e exercício da liberdade de expressão e opinião. “As ofensas desferidas contra o Querelante não são de cunho pessoal, não atacam a pessoa natural e seus atributos, mas sim a atuação política, a administração que teria sido exercida pela pessoa pública”, afirmou a juíza Eliana Cassales.

“As pessoas públicas estão mais sujeitas a críticas e opiniões do público, inerentes e inevitáveis em um regime democrático”, disse a julgadora.

Na ação movida pelo Instituto Lula, queixas de que Villa teria dito que o ex-presidente “mente”, que é “culpado de tráfico de influência internacional”, além de “réu oculto do mensalão”, “chefe do petrolão”, “chefe da quadrilha” e que teria organizado “esquemas de corrupção”.

Villa manteve o que falou à época. Essa foi a segunda vitória de Marco Antônio Villa sobre o PT. Na semana passada, ele foi absolvido por ter dito que a sigla é formada por “marginais” e “saqueadores”, uma “parasita” e “máquina de destruir reputações” sustentada por recursos públicos.

Até o momento, Lula também perdeu todos os processos exigindo direito de resposta em órgãos da imprensa que publicaram notícias desfavoráveis a ele. O petista foi apontado pelo Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, como chefe de uma organização criminosa que vitimou a Petrobras . Se até a PGR chamou Lula de ladrão, por que um jornalista, blogueiro ou cidadão teria que ficar calado diante de tantos fatos que o incriminam?

Fonte: http://www.imprensaviva.com

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Polícia prende, ele solta! Gilmar Mendes liberta três executivos presos na Operação Ressonância

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar três investigados na Operação Ressonância, um dos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro, incluindo Daurio Speranzini Júnior, o presidente-executivo para a América Latina da divisão de saúde da multinacional GE à época em que foi preso.

Speranzini e os executivos Miguel Iskin, da empresa Oscar Iskin, e seu sócio, Gustavo Stellita, estavam presos desde 4 de julho, por ordem do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, e a pedido do Ministério Público Federal (MPF).

Todos são investigados por participar de esquema de fraudes em licitações na Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, entre os anos de 1996 e 2017, para o fornecimento de equipamentos para o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), cuja sede fica na capital fluminense.

À época dos supostos crimes, Speranzini Júnior era presidente-executivo da divisão de saúde da Phillips. Para justificar sua prisão preventiva, o MPF disse ter encontrado, em uma diligência de busca e apreensão na casa dele, um dossiê contra Israel Masiero, ex-funcionário da Phillips e delator do esquema. Isso indicaria que o executivo, caso solto, pretendia atrapalhar as investigações, argumentaram os procuradores.

A defesa recorreu ao Tribunal Regional Federal a 2ª Região (TRF2) e ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), sem sucesso, antes de ir ao STF, onde Gilmar Mendes acolheu as argumentações dos advogados e considerou haver “constrangimento ilegal manifesto” na prisão.

Ao soltar o executivo, Mendes considerou que Bretas não demonstrou de forma suficiente como o investigado poderia continuar a cometer crimes, uma vez que já mudou de emprego.

“Ora, se a Philips é a investigada, e o paciente não é mais seu CEO [presidente-executivo], não ficou demonstrado, no decreto de prisão, como o paciente conseguiria dar continuidade, até os dias atuais, às supostas irregularidades praticadas no âmbito da empresa da qual já se retirou”, escreveu o ministro.

No caso dos outros dois executivos, Gilmar Mendes considerou igualmente não haver argumentação suficiente para justificar os decretos de prisão preventiva.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Jornalista renomado revela o plano sórdido que o PT prepara para logo depois da eleição (Veja o Vídeo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

‘Inusitada sob todos os aspectos a convenção do Partido dos Trabalhadores’, desta forma o jornalista Percival Puggina inicia o seu comentário sobre a ‘chapa Triplex’ lançada pelo PT e PCdoB.

Na sequência, Puggina revela o plano que o PT e demais partidos agregados preparam para logo depois da eleição.

Vale a pena ouvir com atenção.

Veja o vídeo:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Folha publica mais uma ‘fake news’ para atacar Bolsonaro, que publica vídeo provando a maldade da mídia tendenciosa

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O presidenciável líder nas pesquisas, Jair Bolsonaro, mais uma vez teve que ir até o Facebook para se defender de uma ‘fake news’ publicada pela grande mídia.

A Folha de São Paulo publicou mais cedo o título: “Homem não deve intervir na decisão da mulher sobre aborto, diz Bolsonaro”.

Segundo o ex-capitão do Exército, a manchete é mentirosa.

Assista o vídeo:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Chapa Triplex do PT é puro FAKE e tripudia sobre a Justiça e a sociedade brasileira

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Em época de combate ao fake news, o PT, sordidamente, apresenta para o cidadão brasileiro uma chapa fake.

Vai tentar protelar ao máximo, com chicanas e pilantragens jurídicas o veredito sobre a inelegibilidade do corrupto e lavador de dinheiro Lula, para desmoralizar no limite que puder o processo eleitoral.

Faz isso sem qualquer melindre. Alheio a lei, a ordem e às instituições.

Manuela, a pervertida comunista, sem ser candidata, se apresenta como tal.

É a vice do vice e nesta terça-feira (7) declarou que caberá a ela a incumbência de tirar Temer do Palácio Jaburu, dando assim, como favas contadas a vitória da chapa apócrifa.

Um absurdo jurídico e inaceitável.

A Justiça necessita urgentemente pôr um fim nessa blasfêmia.

O povo brasileiro merece respeito.

O PT não pode continuar a praticar toda a ordem de crimes.

CHEGA!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

DESAFIANDO O BRASIL GILMAR APRONTA NOVAMENTE E CANCELA AÇÃO CONTRA JACOB BARATA, SEU FIEL COMPADRE

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Decisão do ministro do STF é provisória e atende pedido da defesa. Na ação, empresário é acusado por tentar embarcar para Portugal com valores em moeda estrangeira acima do permitido pela lei.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu nesta terça-feira (7) ação penal em andamento na Justiça Federal do Rio de Janeiro que investiga o empresário do setor de ônibus Jacob Barata Filho.

No caso suspenso por Gilmar, Barata Filho foi acusado de tentar embarcar para Portugal com quantia de moeda estrangeira superior à permitida pela legislação brasileira. Segundo o processo, o valor era de 10 mil euros, mais US$ 2,7 mil dólares e mais cem francos suíços.

Gilmar Mendes atendeu pedido da defesa. Os advogados argumentaram que o processo iniciado na 5ª Vara Criminal do Rio foi transferido para a 7ª Vara, comandada pelo juiz Marcelo Bretas, sem justificativa.

A decisão vale até um parecer definitivo sobre se o processo deve correr na 5ª ou na 7ª Vara, mas não há prazo para decisão.

Na decisão, o ministro considerou que “o paciente encontrava-se no aeroporto, acompanhado de sua família, com passagem de ida e volta, rumo à Portugal, país que frequenta com certa periodicidade em razão de suas circunstâncias pessoais”.

Mendes também frisou que uma audiência no processo marcada para esta quarta-feira (8) justificou a concessão da liminar (decisão provisória).

No fim do ano passado, Gilmar Mendes mandou soltar o empresário, alvo da Operação Ponto Final, que apura esquema de corrupção no setor de transportes, com participação de políticos e empresas.

Em razão da soltura de Barata Filho, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot pediu a suspeição de Gilmar sob argumento de que o ministro foi padrinho de casamento da filha do empresário. Janot queria que Gilmar Mendes fosse retirado do processo, mas isso ainda não foi analisado pelo STF.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Ministros do STF sobre a soltura de Lula: Por que sairia? Só por que é Lula? Lugar de preso é na cela!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Lula já
sentiu o peso da derrota. A Operação Lava Jato está vencendo uma de suas mais
duras batalhas.

O
festejado jornalista Ricardo Noblat dedicou sua coluna de hoje na Revista Veja
para destrinchar o tema, com um título bastante sugestivo: “Tchau, Lula, você
perdeu! Quem faz aqui às vezes paga aqui”.

E
Noblat conta que nesta segunda-feira (6) numa roda de conversa com amigos, um
ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), questionou: “Por que sairia? Só por
que é Lula?”.

E o
jornalista complementa:

Lula
entregou-se à polícia convencido de que sua passagem pela prisão seria breve.
Quando muito, poderia ser solto antes mesmo das eleições de 2018. Se não fosse,
preso ficaria em casa, influindo com mais liberdade nos destinos da escolha do
sucessor de Temer.

Se nada
disso fosse possível, pelo menos no cárcere concederia entrevistas e até
gravaria vídeos para irem ao ar nos programas de propaganda eleitoral do
candidato a ser abençoado por ele — um boneco que dissesse “Lula sou eu e eu
sou Lula. Se eleito, farei o que ele mandar”.

Nada
disso deu certo. Do cárcere não sairá tão cedo.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Repercussão sobre a fala de Mourão: Globo começa a bater forte! Um espirro já vira pneumonia!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A declaração do general Mourão foi feita durante um evento em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, sob o contexto das condições de subdesenvolvimento do Brasil e da América Latina, em relação a outros países. “Então, esse é o nosso cadinho cultural”, completou.

Ao ter relacionado os negros à malandragem e os indígenas à indolência, Mourão foi acusado de racismo. Em sua defesa, porém, disse que seu comentário não foi racista, mas “muito pelo contrário”.

“Quiseram colocar que o Bolsonaro é racista, agora querem colocar em mim. Não sou racista , muito pelo contrário. Tenho orgulho da nossa raça brasileira”, afirmou. “O que eu fiz foi nada mais nada menos que mostrar que nós, brasileiros, somos uma amálgama de três raças, a junção do branco europeu com o indígena que habitava as Américas e os negros africanos que foram trazidos para cá”, disse ele.

Além das críticas recebidas nas redes sociais, o comentário do general Mourão também foi alvo da reprovação por parte dos demais presidenciáveis. Afinal, pelo menos o candidato do Psol, Guilherme Boulos, e a candidata da Rede, Marina Silva, comentaram sua declaração.

Boulos afirmou que Bolsonaro e Mourão são a junção do “preconceito” e a “estupidez”. Marina, por sua vez, avaliou o comentário como preconceituoso e alertou: “Extremismo e racismo são uma combinação perigosa. Não podemos tolerar racismo numa corrida presidencial”.

Manuela D’Ávila, que deve ficar com a vice-Presidência caso o PT ganhe as eleições 2018 , disse que “o que o Brasil herdou, como demonstra a fala do general, foi um racismo abjeto, oriundo de mais de 300 anos de escravidão”.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo , o candidato Jair Bolsonaro não quis comentar a declaração do seu vice. Pelo contrário, disse que isso é assunto exlusivamente de Mourão. “Ele que explique para vocês, se é que ele falou. Eu não tenho nada a ver com isso”, afirmou.

A fala do vice de Bolsonaro lhe rendeu uma posição nos assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira (7).

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Gleisi, perigosíssima, conspira para ficar com o lugar de Haddad, denuncia deputado (Veja o Vídeo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A senadora Gleisi Hoffmann conspira ardilosamente para ser o ‘poste’ de Lula.

A presidente do PT trabalha na surdina no sentido de ‘queimar’ o ex-prefeito Fernando Haddad, notoriamente o preferido do presidiário.

A denúncia foi feita pelo deputado Sílvio Costa, de Pernambuco, ex-vice líder do governo Dilma Rousseff.

Sílvio Costa diz claramente que Gleisi trabalha contra Fernando Haddad e contra o PT, em prol de um projeto pessoal.

A bem da verdade, a situação no PT chegou ao estágio do ‘salve-se quem puder’.

Nesse sentido, Gleisi não tem o menor escrúpulo. É perigosíssima.

Veja o vídeo:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

POIS É, NÉ… NEW YORK TIMES, maior jornal dos USA detona GLOBO: ‘mídia prostituída que acaba com o Brasil’

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A jornalista Vanessa Barbara apresentou uma dura crítica à Rede Globo em sua coluna no The New York Times na última semana.

No artigo traduzido e veiculado no Brasil pelo UOL, a também colunista do Estadão e editora do site literário “A Hortaliça”, analisou um dia de programações da emissora e descreveu o ato de assistir ao canal como “se acostumar a chavões e fórmulas cansadas”.

Veja o texto na íntegra:

No ano passado, a revista “The Economist” publicou um artigo sobre a Rede Globo, a maior emissora do Brasil. Ela relatou que “91 milhões de pessoas, pouco menos da metade da população, a assistem todo dia: o tipo de audiência que, nos Estados Unidos, só se tem uma vez por ano, e apenas para a emissora detentora dos direitos naquele ano de transmitir a partida do Super Bowl, a final do futebol americano”.

Esse número pode parecer exagerado, mas basta andar por uma quadra para que pareça conservador. Em todo lugar aonde vou há um televisor ligado, geralmente na Globo, e todo mundo a está assistindo hipnoticamente.

Sem causar surpresa, um estudo de 2011 apoiado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou que o percentual de lares com um aparelho de televisão em 2011 (96,9) era maior do que o percentual de lares com um refrigerador (95,8) e que 64% tinham mais de um televisor.

Outros pesquisadores relataram que os brasileiros assistem em média quatro horas e 31 minutos de TV por dia útil, e quatro horas e 14 minutos nos fins de semana; 73% assistem TV todo dia e apenas 4% nunca assistem televisão regularmente (eu sou uma destes últimos).

Entre eles, a Globo é ubíqua. Apesar de sua audiência estar em declínio há décadas, sua fatia ainda é de cerca de 34%. Sua concorrente mais próxima, a Record, tem 15%. Assim, o que essa presença onipenetrante significa?

Em um país onde a educação deixa a desejar (a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico classificou o Brasil recentemente em 60º lugar entre 76 países em desempenho médio nos testes internacionais de avaliação de estudantes), implica que um conjunto de valores e pontos de vista sociais é amplamente compartilhado.

Além disso, por ser a maior empresa de mídia da América Latina, a Globo pode exercer influência considerável sobre nossa política.

Ou seja, é mídia prostituída que acaba com o Brasil

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Agora virou moda jogar esposas pela janela? Mulher morre após cair do 3º andar de prédio na Asa Sul; marido é preso

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Carla Zandoná foi resgatada com vida, mas morreu no hospital. Marido tinha sinal de embriaguez.

m morador da Asa Sul foi preso por suspeita de ter jogado a mulher da janela do apartamento, no início da noite de segunda-feira (7). Carla Graziele Rodrigues Zandoná, de 37 anos, despencou do terceiro andar e caiu no gramado.

A vítima foi levada com vida para o Hospital de Base, no centro da capital, mas morreu no local. As datas do velório e do enterro não haviam sido divulgadas até a última atualização desta reportagem.

O marido, Jonas Zandoná, de 44 anos, foi levado à delegacia com sinais de embriaguez. Ele resistiu à prisão e declarou não se lembrar de nada.

Feminicídio

Uma vizinha, que é bombeira, passava pelo local no momento da queda e prestou os primeiros socorros. O Corpo de Bombeiros foi acionado em seguida.

Segundo o sargento Sérgio Pereira, da Polícia Militar, Carla Zandoná apresentava um corte profundo no pescoço. Outro fato que chamou a atenção foi a forma como ela caiu. “Foi encontrada de costas ao chão”, declarou, o que descartaria a hipótese de suicídio.

Por isso, o caso é investigado como feminicídio. Vizinhos afirmam que, minutos antes da queda, o casal estava brigando, e que discussões do tipo eram constantes.

Homem é suspeito de jogar a companheira do terceiro andar na Asa Sul

Homem é suspeito de jogar a companheira do terceiro andar na Asa Sul

“Já havia histórico de ocorrência registrada na delegacia por enquadramento na Lei Maria da Penha por agressão tanto dela para com ele quanto dele para com ela”, continuou o sargento Pereira.

“Mesmo sabendo da morte da esposa aqui na delegacia, ele se mostrou totalmente indiferente, ou seja, não mostra nenhum tipo de reação.”

Entrada forçada

Para entrar no apartamento da 415 Sul e prender em flagrante Jonas Zandoná, os policiais precisaram arrombar a porta, porque ele se negou a abrir.

“Quando nós entramos, estava com uma faca na mão. Ordenamos que ele largasse a faca por três vezes. Na terceira, ele largou a faca, fizemos a imobilização e o colocamos sentado no sofá. Aí, fomos indagá-lo o que tinha acontecido”, afirmou Pereira.

O apartamento passou por perícia. Câmeras de segurança podem ajudar nas investigações. O dono do apartamento é um homem de 75 anos.

Policiais relataram que ele, Jonas e Carla mantinham um relacionamento amoroso e os três moravam juntos. O idoso estava em casa durante a briga do casal, mas, como tem problema de audição, supostamente não ouviu nada.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

FALANDO VERDADES, MOURÃO DIZ: “país herdou indolência do índio e malandragem do negro”

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

General Antonio Hamilton Mourão (PRTB) fez a declaração ao participar, em Caxias do Sul, do primeiro evento público após ser anunciado na chapa presidencial

O candidato a vice-presidente da República na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o general da reserva Antonio Hamilton Mourão (PRTB), disse nesta segunda-feira, 6, que o Brasil herdou a “indolência” dos indígenas e a “malandragem” dos africanos. Ele participou da reunião-almoço da Câmara de Indústria e Comércio de Caxias do Sul, cidade da Serra Gaúcha, o primeiro evento público seu na condição de candidato. O general também afirmou ser favorável à democracia e voltou a dizer que “intervenção militar não é varinha mágica”.

Mourão estava apresentando as condições de subdesenvolvimento e conflitos políticos e sociais da América Latina, que chamou de “condomínio de países periféricos”. Ao mencionar a “malandragem” dos africanos, desculpou-se com o vereador negro Edson da Rosa (MDB), que estava na mesa de autoridades.

“E o nosso Brasil? Já citei nosso porte estratégico. Mas tem uma dificuldade para transformar isso em poder. Ainda existe o famoso ‘complexo de vira-lata’ aqui no nosso país, infelizmente. Nós temos que superar isso. Está aí essa crise política, econômica e psicossocial. Temos uma herança cultural, uma herança que tem muita gente que gosta do privilégio. Mas existe uma tendência do camarada querer aquele privilégio para ele. Não pode ser assim. Essa herança do privilégio é uma herança ibérica. Temos uma certa herança da indolência, que vem da cultura indígena. Eu sou indígena. Meu pai é amazonense. E a malandragem, Edson Rosa [vereador negro presente na mesa], nada contra, mas a malandragem é oriunda do africano. Então, esse é o nosso cadinho cultural. Infelizmente gostamos de mártires, líderes populistas e dos macunaímas”, disse Mourão.

O general, entretanto, defendeu políticas sociais para resolver o problema da violência e do tráfico de drogas, argumentando que só repressão não é suficiente. Entre as políticas sociais para diminuir a insegurança, Mourão citou a criação de escolas e a urbanização de comunidades, onde o tráfico e a milícia controlam serviços como água, luz e internet.

Depois da palestra, o general participou do lançamento da candidatura do tenente-coronel Luciano Zucco (PSL) a deputado estadual. Na economia, Mourão defendeu o livre mercado, privatizações e ajuste fiscal. Questionado por VEJA se concorda com a privatização da Petrobras, conforme Bolsonaro afirmou em entrevista à GloboNews, o general respondeu que “não tem nada contra” e que Bolsonaro “vai estudar a melhor forma de isso acontecer, se for necessário”.

Mourão também comentou sobre o Rio Grande do Sul ter quatro candidatos a vice-presidente. “Não querendo ser ufanista, o Rio Grande do Sul tem uma parcela significativa na história do Brasil. Nunca estivemos afastados dos grandes momentos. Isso revela a força do povo gaúcho”, disse. A respeito da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Mourão afirmou que ele “não pode concorrer, de acordo com a lei”.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

URGENTE: Com Mourão VICE os ratos já estão fugindo… Defesa de Lula desiste de pedido de liberdade no STF.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Advogados tomaram decisão diante de despacho do ministro Edson Fachin, em que sugeriu que a Corte poderia analisar inelegibilidade do petista na mesma ação.

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desistiu, nesta segunda-feira, 6, da ação em que pedia ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão da prisão dele para cumprir a pena a que foi condenado na Operação Lava Jato.

O pedido havia sido submetido pelo ministro Edson Fachin, do STF, à análise pelo plenário da Corte e ainda não havia data para o julgamento pelos ministros.

Na ação, os advogados de Lula pediam que o Supremo concedesse efeito suspensivo ao recurso extraordinário movido contra a condenação dele pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de segunda instância, que o levou à prisão. Caso os ministros decidissem nesse sentido, os efeitos da sentença contra o petista, incluindo sua detenção, seriam suspensos.

Na petição em que anuncia a desistência, os defensores de Lula alegam que tomaram a decisão diante de um despacho de Fachin, assinado no fim de junho, em que ele sugeriu que o STF poderia analisar, junto com a liberdade do ex-presidente, a inelegibilidade dele a partir da Lei da Ficha Limpa.

Os advogados ressaltam que, no pedido original, tratavam apenas da liberdade de Lula, e não de seus direitos políticos.

“A Defesa do Requerente fixou os limites do pedido de tutela de urgência na ‘execução provisória da pena’, propugnando pela sua cessação — e, consequentemente, restabelecimento da liberdade plena do Requerente (…) de qualquer forma, diante do mistifório [confusão] entre a pretensão de liberdade plena do Requerente que foi efetivamente deduzida nestes autos e a discussão em torno dos seus direitos políticos — imprevistamente colocada em ribalta (art. 26-C da Lei Complementar nº 64/90) —, a Defesa do Requerente desiste do feito sem prejuízo de eventual renovação opportuno tempore”, escreveram os defensores.

Na prática, a defesa abriu mão da possibilidade de o petista ganhar liberdade diante da chance de o STF declará-lo inelegível desde já. Condenado por um órgão colegiado, a Oitava Turma do TRF4, a doze anos e um mês de prisão no caso do tríplex do Guarujá, Lula está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, sancionada por ele próprio em 2010. Nesta terça-feira, 7, ele completa quatro meses preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Apesar de virtualmente inelegível, o ex-presidente vai registrar sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o próximo dia 15 de agosto. O PT já definiu que o candidato a vice-presidente nesta chapa a ser registrada é o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e fechou aliança com o PCdoB para que a deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila assuma a candidatura de vice quando Lula for barrado pelo TSE.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

FIM DE PAPO: TRF4 proíbe qualquer participação do presidiário Lula em debates eleitorais

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A juíza convocada pelo TRF-4 Bianca Arenhart negou recurso do PT para que Lula, corrupto de segunda instância, participe de debates presidenciais na TV – inclusive o da Band no próximo dia 9.

Para a magistrada, “o PT carece de legitimidade” para pleitear benefícios ao preso.

FIM DE PAPO SEU LULA….

FICA QUIETINHO AI NA CADEIA…

DEIXE O BRASIL SEGUIR A DIANTE.

OBRIGADO TRF-4!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Paty Bumbum vai dar muito…., na cadeia! Três mulheres estão foragidas, todas assassinas do silicone

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Polícia volta a prender Paty Bumbum; três mulheres estão foragidas
Massoterapeuta vinha sendo investigada por procedimentos estéticos irregulares.

Valéria Reis, investigada pela morte da modelo Mayara dos Santos, não foi encontrada.

A 42ª DP (Recreio) prenderam na manhã desta segunda-feira (6), em Curicica, Zona Oeste do Rio, a massoterapeuta Patrícia Silva dos Santos, a Paty Bumbum. Paty já tinha sido presa dia 25, por exercício ilegal da profissão, e respondia em liberdade.

Na Operação Roleta Russa, já é considerada foragida Valéria dos Santos Reis, investigada pela morte da modelo Mayara dos Santos, dia 20. Valéria não foi encontrada em casa, em Vargem Pequena. Seu advogado afirmou que ela deve se entregar até esta terça.

Segundo a polícia, Paty e Valéria são sócias e agiriam desde 2015. As duas sabiam do risco, contavam com a sorte e mesmo assim faziam os procedimentos. Paty Bumbum vai responder por organização criminosa e homicídio qualificado, suspeita de envolvimento na morte de Mayara. A prisão de 30 dias servirá para esclarecer se Paty de fato está ligada à morte de Mayara.

Advogado de Patrícia, Sérgio Vinicius Ferreira disse que ela e Valéria se conheciam em um curso de procedimentos estéticos que frequentaram, mas não eram amigas.

Ohana Hindara de Lima Diniz, uma das mulheres que acompanharam Mayara no procedimento, também foi presa. Uma testemunha diz que ela levava comissão pelas indicações de pacientes pra Valéria. A polícia busca ainda Marcia Pimentel Esteves e Thaiza Pimentel Esteves, mãe e filha.

No inquérito da Delegacia do Consumidor, Paty Bumbum responde por exercício ilegal da medicina, lesão corporal e estelionato – o derivado de metacril que ela dizia aplicar nas pacientes pode ser silicone industrial.

O advogado de Patrícia afirmou que o silicone encontrado na casa dela era utilizado para limpeza, não para procedimentos estéticos. Limpeza, inclusive, do carro do marido de Patrícia.

A delegacia afirma, com base em depoimentos de duas testemunhas, que Paty e Valéria são sócias. Elas negaram à polícia que se conheciam. Essa discrepância motivou o pedido de prisão. Ao chegar à delegacia, Patrícia negou ser sócia de Valeria e afirmou que é inocente de todas as acusações.

Segundo o delegado Eduardo Freitas, titular da 42ª DP, o nome “Roleta Russa” foi dado à operação porque “ora os procedimentos davam certo, ora as pacientes sofriam necrose”.

Paty Bumbum é presa em casa, em Curicica (Foto: Reprodução/TV Globo)

Paty Bumbum é presa em casa, em Curicica (Foto: Reprodução/TV Globo)

A suspeita da polícia é Paty usava silicone industrial em seus enxertos. Ao deter Paty Bumbum na casa dela, mês passado, a polícia já tinha encontrado silicone industrial e seringas. Nesta segunda-feira, além de silicone industrial, agentes apreenderam ácido hialurônico.

Paty alegou que o ácido seria usado para preenchimento labial.

Na casa de Paty Bumbum, agentes apreenderam mais silicone industrial (E) e ácido hialurônico (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na casa de Paty Bumbum, agentes apreenderam mais silicone industrial (E) e ácido hialurônico (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Aplicar silicone industrial em pessoas é crime contra a saúde pública. Além disso, massoterapeutas não têm permissão para realizar tais procedimentos.

Mãe e filha

Segundo a polícia, Thaiza, filha de Marcia, fazia reservas pras pacientes em dois hotéis do Recreio pra procedimentos estéticos ilegais. Do meio do ano passado até o dia 20 de julho, segundo a polícia, Thaiza fez 37 reservas nos hotéis, todas no nome dela, mas pagas por Valéria. Outras seis reservas foram feitas por Thaiza em outro hotel.

Valéria, em depoimento à polícia no dia 23 de julho, disse que Thaiza era a auxiliar dela, fazendo o controle da agenda e avaliação das pacientes.

Na casa da Márcia, foi apreendido um carimbo no nome dela como cirurgiã dentista. Pra polícia, ou esse carimbo é falso ou ela fazia a anestesia durante os procedimentos.

Modelo sabia dos riscos

Em áudio obtido pela TV Globo, a modelo Mayara, que faria aplicações nos glúteos, nas coxas e no abdômen com Valéria, contou que a aplicação seria com silicone industrial.

“Ela falou pra mim que não ia mentir pra mim, que ela joga silicone industrial mesmo, entendeu? Que ela não tem por que mentir pra mim. Falou a verdade, e vai de mim se eu quiser colocar ou não”, disse Mayara na mensagem.

Imagens de câmeras de segurança mostram Mayara chegando bem e sorridente a um hotel no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio, acompanhada de uma amiga, Thaísa Pimentel Esteves. Menos de duas horas depois, Mayara sai amparada por Ohana de Lima Diniz.

“Ohana levou a Mayara para a casa dela em vez do hospital. Ela tentou ocultar que ela estava passando mal e disse que ela foi para a casa dela comprar produtos de beleza”, afirmou o delegado Eduardo Freitas, da 42ª DP. Freitas acredita que esta pode ter sido uma tentativa de ocultar o crime. Ainda segundo o delegado, Ohana pediu Buscopan pra Mayara em casa e demorou uma hora e meia pra chamar uma ambulância.

Lesões e complicações

Na última quarta-feira (1), Paty prestou depoimento na Delegacia do Consumidor. Titular da Decon, Daniela Terra lembrou na ocasião que pelo menos duas vítimas apresentaram problemas em procedimentos realizados por ela.

Na segunda-feira (30), mais três clientes prestaram depoimento. Ainda de acordo com a delegada Daniela Terra, duas delas apresentavam lesões aparentes no corpo.

Na semana anterior, outras três clientes compareceram à delegacia. Uma das vítimas teve trombose em 2016; outra começou a mancar devido a fortes dores na perna três meses após fazer intervenção estética com Paty Bumbum.

Algumas testemunhas ainda serão ouvidas pela 42ª DP. Os policiais estão confrontando os depoimentos e pedem que qualquer nova vítima se apresente à policia para oferecer novos elementos à investigação.

Informações podem ser repassadas de forma anônima pelo Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados, no telefone (21) 98849-6099; pela Central de Atendimento, no (21) 2253-1177; através do Facebook; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O DESMORALIZADO, COMÉDIA: PT pede liminar para que Lula participe de debate da Band

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O PT pediu liminar ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) para participar presencialmente do debate promovido pela TV Band entre candidatos à presidência da República, marcado para esta quinta-feira.

Em petição protocolada nesta segunda-feira e endereçada ao desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava-Jato em segunda instância, advogados da legenda afirmam que o PT foi convidado pela Band a participar do debate – e que vetar Lula no programa é uma afronta ao princípio constitucional da liberdade de imprensa.

“O cerceamento de liberdade precário ao qual é submetido o ex-presidente Lula não tem a envergadura para lhe afastar a liberdade de expressão”, diz o documento assinado pelo advogado Eugênio Aragão e sua equipe.

Lula, preso em Curitiba, foi lançado candidato oficial do partido durante convenção nacional realizada neste sábado, em São Paulo. O ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT) compõe a chapa como candidato a vice-presidente.

Ex-ministro da Justiça durante o governo de Dilma Rousseff (PT), Aragão disse que enviou um ofício à Band para que Haddad seja chamado a participar do debate se o caso não for analisado a tempo pelo TRF-4.

A juíza Carolina Lebbos, da Vara de Execuções Penais de Curitiba, negou pedido para que Lula participasse de atos de pré-campanha. Os advogados do PT estão recorrendo da decisão, mas ainda não houve manifestação do Ministério Público Federal, o que motivou o pedido de liminar ao TRF-4.

“A própria figura processual se alterou, não mais se tratando de pedido que visa garantir o exercício do direito de o partido ver seu pré-candidato em atos de pré-campanha, mas do legítimo interesse e prerrogativa do partido de ter o seu candidato realizando todos os atos de campanha”, diz a petição.

Os advogados dizem, ainda, que Lula já foi prejudicado pela decisão de Lebbos na pré-campanha, “perdendo milhões de visualizações em entrevistas e sabatinas e prejudicando a divulgação de suas ideias e propostas”.

O pedido principal é para que Lula participe presencialmente do debate da Band, mas, caso não seja possível, que seja autorizada sua presença por videoconferência. Como terceira opção, o PT solicita que o ex-presidente possa gravar vídeos da cadeia para serem transmitidos durante o programa de TV.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

“EU ESTAVA DOIDÃO”, DISSE ESSE BABACA, FILHO DE VEREADOR: MATOU 4 PESSOAS QUE AJUDARAM A ELEGER O PAPAI.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Dheiverson Santos do Amorim Alves, de 24 anos, foi preso em flagrante, na madrugada deste domingo, acusado de ter matado quatro pessoas atropeladas em Guapimirim, na Baixada Fluminense ao fugir de uma abordagem de policiais militares.

Filho do vereador do município Nelcir do Amorim Alves, o Nelcir da Laje, ele foi autuado na 59ª DP (Duque de Caxias) por homicídio doloso com dolo eventual (quando a pessoa não quer que o crime ocorra, mas assume o risco de cometê-lo).

Exame feito no Instituto Médico Legal do Rio constatou que Dheiverson havia consumido bebida alcoólica, mas não estava embriagado.

O filho do vereador é acusado de ter matado quatro pessoas em uma colisão na Baixada Fluminense
O filho do vereador é acusado de ter matado quatro pessoas em uma colisão na Baixada Fluminense Foto: Reprodução Facebook

Segundo informações da Polícia Civil, o filho do vereador dirigia pela contramão de uma das pistas de BR-116, quando se deparou com policiais militares em patrulhamento. Os agentes precisaram desviar do veículo de Dheiverson e, em seguida, iniciaram uma perseguição. Ao fugir da abordagem, na altura do bairro Citrolândia, em Guapimirim, o jovem acabou batendo em outro carro e em um caminhão. Em seguida, invadiu uma loja.

Na colisão, ainda de acordo com a Polícia Civil, foram atropelados Marla Oliveira de Azevedo Rocha, Ailton de Oliveira, Uliane de Azevedo Ramos e Marcelo Moreira de Souza, que não resistiram aos ferimentos. Uma quinta vítima — Sara Antonella de Azevedo Rocha — sobreviveu ao atropelamento, foi levada para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes e seu estado de saúde é estável.

Dheiverson com o pai, o vereador Nelcir da Laje
Dheiverson com o pai, o vereador Nelcir da Laje Foto: Reprodução Facebook

Após a batida, os PMs dos quais Dheiverson havia fugido foram acionados para o local do acidente e levaram o filho do vereador para a delegacia. No carro do jovem havia outros dois homens. O EXTRA tentou contato com o vereador Nelcir da Laje, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

ATROPELAMENTOS QUE MARCARAM O RIO

Em dezembro de 1995, o ex-jogador de futebol Edmundo atropelou seis pessoas na Lagoa, Zona Sul do Rio. O acidente deixou três mortos e três feridos. Em março de 1999, ele foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pelos crimes de homicídio culposo e lesão corporal. No entanto, em setembro de 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou “extinta a punibilidade” do ex-jogador de futebol por considerar que houve prescrição do crime.

Thor Batista, filho mais velho do empresário Eike Batista, tinha apenas 20 anos quando, em 2012, atropelou e matou um ciclista que cruzava a Rodovia Washington Luís (BR-040), na altura de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Três anos depois, Thor foi absolvido por desembargadores do 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

Em janeiro de 2018, Antonio de Almeida Anaquin, de 41 anos, perdeu o controle do carro e invadiu o calçadão de Copacabana. Um bebê de oito meses morreu e 17 pessoas ficaram feridas no acidente. Anaquim acumulava 62 pontos por infrações e 14 multas nos últimos 5 anos. Na ocasião, ele alegou ter sofrido um ataque epilético enquanto dirigia.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Feitiço contra o feiticeiro: Funcionários da Globo fazem fila para tirar foto com Bolsonaro

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

E continuamos com as notícias sobre a saga da Rede Globo contra o candidato Jair Bolsonaro.

O vídeo abaixo foi filmado na última sexta-feira 03 (dia da sabatina com o candidato) momentos antes do programa ir ao ar.

Repare que os funcionários da emissora, contrariando as ordens da chefia, se aglomeram para tirar foto com o futuro Presidente.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

General Mourão diz que Departamento de Tecnologia do Exército está inspecionando as urnas eletrônicas, veja o vídeo

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A palavra final sobre a utilização das urnas eletrônicas deve vir do Exército Brasileiro.

Em palestra, o General Hamilton Mourão, um dos mais respeitados Generais do Exército Brasileiro, afirmou (A partir do 00:50 do vídeo abaixo) que o Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército está inspecionando as urnas eletrônicas.

“Se eles me disserem que podemos ficar tranquilos, a gente fica tranquilo; se não, vamos criar caso”

Acho bom que essa palhaçada de urnas não forje uma vitória para qualquer outro candidato… ou vai dar problemas…

Ou seja, Bolsonaro já está eleito, mas se as urnas sacanearem ele, o nosso exército vai intervir….

Assista o vídeo e compartilhe.

Avise e prepare os amigos da eminente intervenção militar, caso eles tentem burlar as eleições com as urnas eletrônicas.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

TERROR: Empresário é preso após tentar matar a ex-mulher e a filha em SP

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Mulher e criança ficaram feridas após batida de carro e cerco da Polícia Militar em Santos, no litoral paulista. Suspeito estava armado e houve perseguição.

m empresário de 41 anos foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (5) após perseguir de carro a família da ex-mulher e ameaçar a própria filha, de seis anos, em Santos, no litoral de São Paulo. No veículo dele, que ficou destruído após bater no automóvel das vítimas, foram localizadas porções de maconha e cocaína, além de uma pistola e carregadores.

Segundo informações das polícias Militar e Civil, Edler Benvenuti iniciou a perseguição ao carro onde estavam a criança, a ex-mulher dele, uma dona de casa, de 39 anos, e o atual companheiro dela, um técnico, de 40. Os três perceberam que se tratava do empresário, que trabalha no ramo logístico-portuário, quando ele emparelhou o veículo com o das vítimas.

“Eu fui buscá-las para almoçar e para que a menina pudesse comprar o presente do Dia dos Pais para ele. Quando o Edler parou pela primeira vez ao lado do nosso, ele mandou que as duas fossem para o carro dele. Eu disse para ele seguir a vida e deixar a nossa em paz. Nós seguimos e, quando semáforo abriu, o Edler passou a nos perseguir”, conta o técnico.

Benvenuti e a ex-esposa terminaram o casamento há aproximadamente quatro anos e, desde então, ela tenta o divórcio na Justiça. “Nós iniciamos o nosso relacionamento depois e a nossa impressão é de que ele não se conforma com essa separação, nem que eu fique perto da menina. Na próxima semana, ocorreria mais uma audiência para que ocorresse a divisão de bens”.

Segundo o técnico, que pediu para que a identidade dele fosse preservada, os momentos de tensão começaram quando eles entraram na Avenida Perimetral, às margens do Porto de Santos. “Ele veio nos perseguindo e, quando conseguiu parar novamente ao nosso lado, abaixou a janela com a arma na mão e disse que ia descarregá-la na gente. Foi um terror”, relata.

A dona de casa e o técnico pediram ajuda à polícia pelo telefone 190 ao menos três vezes no trajeto de fuga. Na última ligação, o atendente permaneceu na linha enquanto viaturas foram mobilizadas para tentar localizá-los nas proximidades do Canal 5. “Foi quando Edler avançou contra o nosso carro e nos atingiu. As duas voaram para fora e eu fui atrás tentar protegê-las”.

Dentro do carro do empresário, policiais localizaram drogas e armamento em Santos, SP (Foto: G1 Santos) Dentro do carro do empresário, policiais localizaram drogas e armamento em Santos, SP (Foto: G1 Santos)

Dentro do carro do empresário, policiais localizaram drogas e armamento em Santos, SP (Foto: G1 Santos)

Pelo menos 10 viaturas da Polícia Militar chegaram em seguida para atender a ocorrência. O empresário era acompanhado da atual namorada. Ambos foram rendidos pelos soldados e encaminhados para o plantão da Central de Polícia Judiciária (CPJ). No carro dele, foram encontrados as porções de entorpecente, a pistola e três carregadores com munição.

Segundo a polícia, Elder foi encaminhado à Cadeia Pública e vai responder por porte ilegal de arma de fogo, porte de droga, dano qualificado, ameaça e lesão corporal com incidência da Lei Maria da Penha. A namorada dele também foi indiciada por porte drogas e posse de munição, mas acabou liberada após pagar fiança de R$ 2 mil.

A mulher e a criança tiveram ferimentos pelo corpo por causa da colisão, foram encaminhadas à Santa Casa de Santos e receberam alta médica após atendimento. Ambas prestaram depoimento ao delegado, após o ocorrido. Segundo o técnico, que, apesar do ocorrido, não se machucou, elas ficaram em estado de choque.

Carro onde estavam as vítimas teve os pneus furados e ficou danificado nas colisões (Foto: G1 Santos) Carro onde estavam as vítimas teve os pneus furados e ficou danificado nas colisões (Foto: G1 Santos)

Carro onde estavam as vítimas teve os pneus furados e ficou danificado nas colisões (Foto: G1 Santos)

Veículo das vítimas foi atingido várias vezes pelo do empresário, em Santos, SP (Foto: G1 Santos) Veículo das vítimas foi atingido várias vezes pelo do empresário, em Santos, SP (Foto: G1 Santos)

Veículo das vítimas foi atingido várias vezes pelo do empresário, em Santos, SP (Foto: G1 Santos)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Texto de ex-deputado petista é explicativo: Lula sabia de todo o esquema do Petrolão

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O ex-deputado federal Antônio Carlos de Oliveira, um dos fundadores do PT e que verdadeiramente arruinou sua carreira política por uma questão ideológica e partidária, fez uma postagem extremamente inteligente e elucidativa nas redes sociais.

Antônio Carlos, em 1982, com uma reeleição garantida para deputado federal, foi candidato a governador de Mato Grosso do Sul pelo PT, sem chances, apenas para dar a sua contribuição para o crescimento do partido.

Dai em diante, nunca mais disputou eleições, até se desiludir completamente com o PT.

Veja o texto que ele postou nas redes sociais:

LULA: O GURU E O PRESIDENTE REPÚBLICA

Acomodado em uma cela especial na cadeia, Lula comanda o PT com mão de ferro.

Isso me leva a uma pergunta: Por que Lula, acomodado na cadeira presidencial por oito anos, não comandaria da mesma forma as indicações para Petrobrás e outras instituições governamentais, onde petistas e aliados empreenderam a maior roubalheira de dinheiro público já comprovada “neste país”?

Fica claro que o Guru da seita (que já foi partido político) brinca com nossa inteligência ao repetir, à exaustão, que “não sabia de nada” na condição de presidente da República.

Antônio Carlos Nantes de Oliveira

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

FAMÍLIA QUE ROUBA UNIDA: DELAÇÃO BOMBA DIZ que Lulinha Embolsou R$ 317 Milhões

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A operação lava jato сhеgоu mais реrtо dо núсlео еmрrеѕаrіаl dа fаmílіа do еx-рrеѕіdеntе Lulа.

Um laudo téсnісо dа policia federal obtido pelo ѕіtе O Antоgоnіѕtа, revela ԛuе a Gаmесоrр, empresa dе Fábіо Luís Lula dа Silva, o Lulinha, faturou mаіѕ dе R$ 317 mіlhõеѕ entre 2005 e 2016.

Cоm a ԛuеbrа dе ѕіgіlо bаnсárіо dа G4 еntrеtеnіmеntо, fоі mostrado que еѕѕа оutrа empresa dе ‘Lulinha’ fаturоu mаіѕ R$ 19,7 milhões, elevando a ԛuаѕе R$ 350 mіlhõеѕ o tоtаl dе rесurѕоѕ еmbоlѕаdоѕ реlо fіlhо dе Lula.

Outra empresa, a PDI processamento dіgіtаl dо еmрrеѕárіо Kаlіl Bіttаr recebeu um tоtаl de 35 rераѕѕеѕ ԛuе ѕоmаdоѕ chegam a R$4,17 mіlhõеѕ, dа еdіtоrа Gоl e mаіѕ 1,4 milhões dе rеаіѕ dа Gоl mídіа.

A PDI fоі uѕаdа реlо Kаlіl раrа соmрrаr еԛuіраmеntоѕ tais соmо ,geladeiras, соіfа e еtс; раrа o араrtаmеntо de Lulіnhа ԛuе еѕtа em nome dе Suаѕѕunа.

A еmрrеѕа Cоѕkіn Aѕѕеѕѕоrіа de Fernando Bittar recebeu оutrоѕ 2,28 milhões dе rеаіѕ, a Gаmесоrр e a G4 аmbаѕ dе Lulіnhа fоrаm dеѕtіnаtárіаѕ dе оutrоѕ 1,1 mіlhãо dе rеаіѕ dа Gоl mídіа.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

ASSISTA BRASIL: GENERAL MOURÃO EM ENTREVISTA, DIZENDO TUDO QUE O BRASIL PRECISA!!!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

General foi a 4ª opção do candidato do PSL e causou polêmica ao elogiar um coronel acusado de tortura e defender intervenção militar.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) anunciou neste domingo (5) o nome do general da reserva Hamilton Mourão (PRTB) como vice na chapa para concorrer à Presidência da República. No início da tarde, o PRTB formalizou a aliança.

Pela manhã, Bolsonaro participou da convenção estadual do PSL em SP. À tarde, também na capital paulista, ao lado de Mourão e de Levy Fidelix, presidente nacional do PRTB, ele comentou a chapa recém-formada.

“No momento, eu deixo de ser capitão, o general Mourão deixa de ser general, nós passamos a ser a partir de agora soldados do nosso Brasil”, afirmou ele em discurso na convenção do PRTB.

Hamilton Mourão, por sua vez, defendeu “um governo austero, honesto, sem corrupção, com eficiência gerencial, relacionamento republicano com os demais poderes, ou seja, sem balcão de negócios”.

O general provocou polêmicas recentemente por algumas declarações. Ele fez elogios públicos ao coronel Carlos Brilhante Ustra, acusado de tortura, já acusou o Judiciário de não ser capaz de garantir o funcionamento das instituições e defendeu a intervenção militar (leia mais abaixo).
General Hamilton Mourão (PRTB) será vice de Jair Bolsonaro (PSL)

General Hamilton Mourão (PRTB) será vice de Jair Bolsonaro (PSL)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Waack vai à forra e descasca Globo e Miriam Leitão (Veja o Vídeo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Já podendo ser considerado um sucesso na internet, com o seu Painel WW, o jornalista Wiliam Waack não perdeu a oportunidade para provocar a Rede Globo,

diante do catastrófico procedimento adotado na entrevista com o candidato Jair Bolsonaro, submetendo a jornalista Miriam Leitão a um deprimente espetáculo.

Waack imitou os gestos a as palavras de Miriam e, esnobando satisfação, fez questão de dizer que ele não tem ‘chefe no ponto’.

“Eu não tenho chefe no ponto. Eu falo as coisas pela minha consciência. As pessoas concordam, discordam, aplaudem, xingam,

mas eu queria deixar um recado. Fiquem tranquilos: tudo que eu falo é por mim. Eu não tenho chefe no ponto”.

Veja o vídeo:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Gilmar diz que Lei da Ficha Limpa é obra do PT e confirma a inelegibilidade de Lula (Veja o Vídeo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Ao contrário do que o medíocre deputado petista Wadih Damous havia proclamado, o ministro Gilmar Mendes parece não ser um aliado do PT assim tão fiel.

Pelo menos, em temas cruciais, prestes a ser discutidos, o ministro já se adiantou e deixou bem clara a sua posição.

Para Gilmar, a questão da soltura de Lula é assunto já esgotado.

Por outro lado, com relação à inelegibilidade do petista, não há mais o que se discutir.

A Lei da Ficha Limpa, segundo Gilmar ‘uma obra do PT e dos movimentos sociais’, é clara e a ‘inelegibilidade de Lula é uma questão aritmética’, pois está condenado em 2ª instância.

Veja o vídeo:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Compartilhe: peloamordeDeus.com