POLÍCIA FEDERAL AFIRMA: Temer recebeu R$ 31,5 milhões em propina do PMDB. Eduardo Cunha, Moreira Franco e Eliseu Padilha formam uma organização criminosa

Compartilhe essa notícia nas suas redes sociais, comente no final da postagem!

Michel Temer, Eduardo Cunha, Henrique Alvez, Geddel Vieira Lima, Moreira Franco e Eliseu Padilha formam uma organização criminosa e só o hoje presidente da República teria recebido R$ 31,5 milhões em propina por sua participação em esquemas de corrupção.

É o que aponta um relatório “conclusivo” da Polícia Federal sobre o chamado “quadrilhão”, investigado desde 2015 pela Lava Jato.

Segundo a PF, “Temer possuía poder de decisão do PMDB da Câmara para indicar pessoas para cargos estratégicos e também para fazer a articulação com empresários beneficiados nos esquemas e receber valores de doações eleitorais”. Nesse contexto, Geddel e Moreira Franco seriam “braços” de Temer para arrecadar as propinas.

Além disso, Temer e Cunha teriam papéis complementares: o ex-deputado fazia a parte “obscura” das negociações e Temer oficializaria os atos junto ao governo.

“Ao quantificar a vantagem indevida que Temer teria recebido, a PF elenca R$ 31,5 milhões, sendo R$500 mil por meio de Rodrigo Rocha Loures, R$ 10 milhões da Odebrecht, R$ 20 milhões do contrato PAC SMS da diretoria de Internacional da Petrobras e R$ 1 milhão entregue ao coronel João Baptista Lima Filho, amigo pessoal do peemedebista”, afirma o Estadão desta terça (12).

O relatório só foi acessado pelo jornal até o momento. O diário afirma que a PF considerou que todos os peemedebitas citados “possuem poder sobre os demais membros do grupo e capacidade de repartir o dinheiro obtido através de prática ilícitas.”

O procurador-geral Rodrigo Janot estava aguardando a conclusão da Polícia Federal para entregar a segunda denúncia contra Temer ao Supremo Tribunal Federal. O presidente já foi acusado de corrupção passiva, mas a Câmara enterrou o pedido de investigação.

“Para Janot, a organização criminosa por políticos formada para atuar na administração pública é composta por integrantes do PP, PT, PMDB do Senado e PMDB da Câmara. O procurador-geral já ofereceu denúncia, nos últimos dias, para todos os ramos da investigação – exceto o PMDB da Câmara”, destacou o Estadão.

Em nota, Temer e Moreira Franco negam as acusações. Eliseu Padilha não quis se pronunciar. Os demais não se posicionaram.

A POSTAGEM CONTINUA....

Compartilhe essa notícia nas suas redes sociais, comente no final da postagem!

:) Participe no nosso Facebook!



NO TOPO AGORA!




OS CAMINHONEIROS SÃO NOSSOS AMIGOS E ESTÃO CHEIOS DE RAZÕES: TEM QUE PARAR TUDO MESMO. Estão pagando para trabalhar!
Coluna: PoliticaMente



Gilmar soltou, nada mais nada menos, 9 presos da Lava-Jato em maio. Saiba quem são os inimigos do Brasil e amigos do “Ser Supremo”
Coluna: PoliticaMente



SALVE TEMER, O IDIOTA! O Brasil implodiu: Gasolina chega a R$ 9,99 em Brasília; falta comida, água e carne. As empresas estão quebrando geral!
Coluna: PoliticaMente



Delúbio volta hoje para o lugar de onde jamais deveria ter saído. Sérgio Moro decretou a prisão do ex-tesoureiro petista Delúbio Soares
Coluna: Policial, PoliticaMente



Padre pede perdão por ter orado pela libertação de Lula
Coluna: Comportamento



Moro dá prazo para Mantega explicar conta na Suíça e coloca ex-ministro bem próximo do xilindró
Coluna: Policial, PoliticaMente



General Mourão detona o governo e diz: “Terá que haver uma intervenção forte num primeiro momento”
Coluna: PoliticaMente



O FIM DO MUNDO CHEGOU! Artistas e “intelectuais” abandonam Lula e abraçam candidatura de Guilherme Boulos do MTST
Coluna: PoliticaMente



O INCONPETENTE: Temer se assusta com greve e pede trégua de dois ou três dias aos caminhoneiros para “encontrar solução satisfatória”
Coluna: PoliticaMente



Moro age rápido, prende petista e vê STF falhar ao dar perdão a condenado. Delúbio Soares entra em cana e não sai mais, nunca mais…
Coluna: PoliticaMente

Leia mais 9000 postagens