Com Mourão Vice os generais já começaram a agir: Míriam Leitão, codinome “Amélia”, explica general

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Miriam e seu namorado, militantes do PC do B, foram detidos por agentes da Polícia Federal (PF), em 1972.

Em dezembro daquele ano, mais de cem pessoas tinham sido mortas em consequência de atentados terroristas,

300 bancos tinham sido assaltados por terroristas, 300 militantes comunistas haviam sido enviados para cursos de terrorismo na China e em Cuba,

vários quartéis haviam sido assaltados para roubo de armamento, 3 diplomatas haviam sido sequestrados, militares estrangeiros haviam sido justiçados,

vários atentados à bomba haviam sido executados – dentre eles o do Aeroporto dos Guararapes e o ataque ao QG do II Exército – e a Guerrilha do Araguaia – comandada,

patrocinada e mobiliada por agentes do PC do B – estava em curso de operações.

É fácil concluir que a militância da jovem jornalista e de seu namorado nos quadros do partido os enquadrava na categoria de agentes do terrorismo.

Isso explica a sua patética atuação durante a “inquisição global” a Jair Bolsonaro

(Texto do Gen Bda Paulo Chagas)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Alegria e surpresa geral no Brasil: Bolsonaro anuncia general Hamilton Mourão como vice!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

General foi a 4ª opção do candidato do PSL e causou polêmica ao elogiar um coronel acusado de tortura e defender intervenção militar.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) anunciou neste domingo (5) o nome do general da reserva Hamilton Mourão (PRTB) como vice na chapa para concorrer à Presidência da República. No início da tarde, o PRTB formalizou a aliança.

Pela manhã, Bolsonaro participou da convenção estadual do PSL em SP. À tarde, também na capital paulista, ao lado de Mourão e de Levy Fidelix, presidente nacional do PRTB, ele comentou a chapa recém-formada.

“No momento, eu deixo de ser capitão, o general Mourão deixa de ser general, nós passamos a ser a partir de agora soldados do nosso Brasil”, afirmou ele em discurso na convenção do PRTB.

Hamilton Mourão, por sua vez, defendeu “um governo austero, honesto, sem corrupção, com eficiência gerencial, relacionamento republicano com os demais poderes, ou seja, sem balcão de negócios”.

O general provocou polêmicas recentemente por algumas declarações. Ele fez elogios públicos ao coronel Carlos Brilhante Ustra, acusado de tortura, já acusou o Judiciário de não ser capaz de garantir o funcionamento das instituições e defendeu a intervenção militar (leia mais abaixo).
General Hamilton Mourão (PRTB) será vice de Jair Bolsonaro (PSL)

General Hamilton Mourão (PRTB) será vice de Jair Bolsonaro (PSL)

Quarta opção

Bolsonaro anunciou o vice após três tentativas que não deram certo. Antes, ele sondou o senador Magno Malta (PR), o general Augusto Heleno, do PRP, e a advogada Janaína Paschoal, do PSL. Todos recusaram o convite.

O nome de Hamilton Mourão tampouco havia sido mencionado por Bolsonaro como opção durante a entrevista concedida à GloboNews na última sexta (3).

“Ou vai ser a senhora Janaína Paschoal, ou o senhor príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança”, afirmou o candidato. “A gente pensa em um ‘plano B’. No momento, o ‘plano B’ é o príncipe.”

No discurso deste domingo, Bolsonaro agradeceu Janaína e também o príncipe Luiz Philippe. Janaína alegou questões familiares para não ser candidata.

Intervenção militar e elogios a Ustra

Antonio Hamilton Martins Mourão é gaúcho de Porto Alegre, tem 64 anos. Entrou para o Exército em 1972 e ficou na ativa até fevereiro de 2018.

Ele ganhou notoriedade em outubro de 2015, quando estava no Comando Militar do Sul e fez críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff. Em uma palestra no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) em Porto Alegre, o general afirmou que era preciso um “despertar para a luta patriótica” como saída para crise política do país.

No dia 20 de outubro daquele ano, a frase foi publicada em reportagem da “Folha de S. Paulo” – parte da palestra já havia sido relatada pelo jornalista Tulio Milman, no jornal “Zero Hora”.

Em entrevista ao G1, Mourão confirmou ter dito a frase durante a palestra, mas explicou que não se tratava de uma convocação. Segundo ele, a “luta patriótica” a que se referiu é o “esforço e empenho de todos os patriotas no sentido de sobrepujar a crise”.

Nove dias depois, o Exército Brasileiro anunciou sua exoneração do cargo de comandante das tropas na região Sul, e o transferiu para assumir uma posição na Secretaria de Economia e Finanças do Exército. O Exército não informou o motivo da exoneração.

Mourão permaneceu na Secretaria de Economia e Finanças até dezembro de 2017, quando foi transferido para a secretaria geral do Exército, sem função específica, de acordo com a assessoria de imprensa, que não divulgou o motivo. Dois dias antes, em outra palestra, desta vez no Clube do Exército em Brasília, Mourão havia comparado o governo Temer a um “balcão de negócios”.

Ele entrou para a reserva do Exército em fevereiro de 2018, tecendo novas críticas ao governo Temer em seu discurso de despedida.

Segundo o jornal “O Globo”, no mesmo dia Mourão chamou de “herói” o coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, que morreu em 2015, aos 83 anos, e foi chefe do DOI-Codi do II Exército, em São Paulo, órgão de repressão política durante a ditadura militar. Em 2012, Ustra foi declarado torturador pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Hamilton Mourão assumiu o comando do Clube Militar em junho deste ano. Jair Bolsonaro esteve presente na cerimônia de posse, no Rio de Janeiro.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Por que votar em Bolsonaro ? Um homem ousado, corajoso e destemido. O único que está enfrentando a esquerda com a fala, a cara e a coragem

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Por que votar em Bolsonaro ?

Desconheço um homem tão ousado, corajoso, destemido. O único que está enfrentando a esquerda com a fala, a cara e a coragem, sem ofender sem torturar, sem matar, apenas desmoralizando.

O político conservador é um anátema para a corporativista mídia progressista comandada por Brasília, que, não tendo do que acusá-lo, fabrica as mais indecorosas falácias, ou distorce suas declarações, colocando-as deliberadamente em contextos sórdidos e maliciosos, para comprometer a sua imagem perante a opinião pública.

Bolsonaro sabe que o sistema político brasileiro nada se assemelha com uma democracia e sim com um sistema arbitrário, que permite abusos de poder por parte do governo e sobretudo, beneficia a corrupção e a impunidade. , Uma visão de Bolsonaro é que ele sabe que o Brasil está dividido em vários segmentos sociais. Isso talvez dificulte uma reação da própria sociedade muito desunida com relação aos problemas do país.

Nota-se que há legiões de pessoas que defendem o sistema, talvez acomodadas com a situação, outras defendem os partidos e outras os políticos que as corrompem.

Não há uma união no sentido de se pensar na Pátria, na Nação e nos destinos do país. Certamente que isso é um grande problema, pois haverá sempre desunião. Há vários segmentos que não pensam ou não possuem um mesmo objetivo. Entre outros mil motivos para votar no Bolsonaro, este é, para mim, um dos mais importantes:

— Ele é o primeiro homem público que já vi confessar que não sabe alguma coisa. Os outros sempre sabem tudo. Vale lembrar que durante seus mandatos como DEPUTADO, apresentou mais de 400 projetos, 176 foram para apreciação e somente dois aprovados, nunca fez parte de quadrilha, então não tinha força política junto a Câmara.

Vele lembrar que ele é Contra:
Contra o aborto
Contra o desarmamento do cidadão.
Contra a ideologia de gênero
Contra O Foro de São Paulo
Contra a obstrução da Lava-Jato.

Ele é a Favor:
Privatização de Estatais não essenciais.
Agronegócio
Defesa da Família e dos Direitos Morais.

Quem sou eu que escreveu este artigo ?

Um cidadão que está cheio do politicamente correto. Que acredita que Bolsonaro não é perfeito e tem cá e lá seus defeitos, mais que é no momento o cara certo para acabar com a festa de arruaça em que se transformou o meu país. Quirino/Itaboraí/RJ.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A Surra… estava marcada há muito tempo… Globo News merece pois faz a “fake press”, que ilude os ignorantes

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A surra estava marcada há muito tempo, era esperada, desejada como aquelas surras que os meninos dos colégios gostam de ver serem aplicadas por um novo aluno no valentão que espanca todo mundo.

A Globo News merece, merecia e sempre vai merecer: faz um jornalismo de merda, um jornalismo covarde e mentiroso, faz algo pior que fake news: faz a “fake press” alinhada corretamente com o PT e a Revolução Cultural Marxista.

Pegaram um cara preparado pela frente. Tentaram constranger Bolsonaro, humilhá-lo, encurralá-lo e acabaram confrontados com sua própria história de servidão e oportunismo que começou ainda no Regime Militar.

Fizeram perguntas sobre racismo, homofobia, machismo e se quebraram porque ouviram o que não queriam sobre seu próprio cinismo, sua falsidade, suas putarias e baixarias nas novelas, programas de auditórios, suas fake news diárias no Jornal Nacional…

Terminaram de um jeito patético: uma ex-terrorista, tendo que repetir como uma criança com retardo mental aquilo que seus chefes diziam num microfone escondido no seu ouvido e a conclusão é uma só:

A Globo é uma Organização Criminosa que esteve, está e sempre vai estar ao lado do Estamento Burocrático e do Poder Oficial. A Globo apoiou a Revolução de 64, sim, e Roberto Marinho, enquanto vivo, jamais voltou atrás.

Hoje, a empresa que ele criou ataca um candidato de direita e o acusa de ter apoiado prisões ilegais e torturas durante o Regime Militar sem perceber a tortura, a falta de vergonha, o ridículo de apoiar, na frente de todo o país um ladrão, um vagabundo alcoolista e chefe de quadrilha preso numa “Democracia”.

Bolsonaro teve a coragem e a hombridade de tratar a corja de Vagabundos da Rede Globo de Televisão como eu tratei a ralé, a escumalha, a escória do PT e PC do B que acabaram com a minha carreira de médico intensivista dentro de um Hospital Federal em Porto Alegre.

Não interessa se eu perdi meu emprego ou se Bolsonaro vai perder a Eleição: levaram uma surra, sim: nunca mais vão se esquecer.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Afinal, quais os motivos para o povo Brasileiro ser tão passivo e aceitar tanta bosta goela abaixo, sem se revoltar?

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Quem é o Brasil para dizer que “aceita” ou “não aceita” a censura do Facebook?

Diz o povinho, esse “Zé Povinho” de merda, que “não aceita censura de Facebook”.

“Não aceita” censura? Quem é o brasileiro para aceitar ou não aceitar alguma coisa?

Esse povo aceita falsos médicos, aceita professor apanhando de aluno, polícia morando em favela, criança mexendo em homem nu, aceita cotas de trabalho para ex-presidiários na Administração Pública, aceita Dilma como candidata, aceita Favreto em liberdade como juiz!!!

Quem são vocês (vocês não: NÓS, porque desgraçadamente eu estou entre vocês) para dizer que “aceitam ou não” aquilo que um mega-hiper-ultra-milionário americano dono do Facebook decide ou não?

Nós aceitamos voto obrigatório, urnas eletrônicas, voto de presidiários… Aceitamos desarmamento total da população, aceitamos Toffoli dentro do STF. Nós aceitamos comprar passagem de avião e reservar hotel para Bolsonaro cancelar tudo de última hora em Foz do Iguaçu porque tem “medinho da justiça eleitoral”, mas aceitamos um bêbado, analfabeto e chefe de quadrilha como Lula (com acesso à internet) fazendo campanha de dentro da cadeia em Curitiba!

Aceitamos Guilherme Boulos pagando morador de rua para invadir prédio, aceitamos Alexandre Padilha com registro no Conselho Regional de Medicina, STF pichado de vermelho por Vagabundos Petistas !…

Médicos de cabelos brancos ou carecas toleram bandidas petistas disfarçadas de enfermeiras lhes dando ordens dentro de Unidades de Terapia Intensiva do SUS, nós aceitamos toda Universidade Federal transformada num acampamento de maconheiros, drogados e pervertidos!

De onde é que vocês tiraram que nós temos alguma moral AINDA para aceitar ou não aceitar alguma coisa no Brasil? Nós aceitamos assassinas que atiram filhas da janela do prédio ou encomendam assassinato dos próprios pais dando “saidinha no dia das mães”!!

Nós vamos aceitar bem quietinhos, sim, que as urnas sejam violadas e Alckmin vença a eleição e, se o vencedor for Bolsonaro, nós vamos aceitar que ele, por corrupção ou pura burrice, se entregue ao MDB!!!

Existe uma “Lei” sobre ser brasileiro: nós aceitamos qualquer coisa de qualquer um sem reagir, sem derramar sangue, sem derrubar governos…nós achamos que isso faz de nós um “povo pacífico” e “exemplo para o mundo”…quando só faz de nós um bando de idiotas cujo egoísmo, a vontade de pensar no próprio rabo é maior que qualquer noção de civilidade ou de apreço pelo bem comum!

Mark Zuckerberg, esse picareta lambedor de botas do Partido Democrata, da ONU, da Nova Ordem, dos judeuzinhos comunistas de Nova York que receberam o MST lá, trabalha e faz aquilo que manda quem lhe paga melhor e, no caso do Brasil, esse
“melhor” vem da Esquerda.

O Brasil vive uma Ditadura da Informação tão avançada e tão violenta que chega a ser um escárnio falar em “fake news” num país que tem “fake press” – a Imprensa Brasileira INTEIRA é corrupta e comprometida com os valores da Revolução Cultural Esquerdista. Vocês, reclamando do Facebook, parecem aquelas
prostitutas que aceitam fazer de tudo com o cliente “menos beijar na boca”.

Tomara que o Mark Zuckerberg mande o Ministério Público Federal para puta que pariu, não lhe dê resposta alguma, continue derrubando todas as contas e páginas e perfis de direita – o Brasil vai aceitar, sim! Vai aceitar bem quietinho…e se um dia o Supremo Tribunal Federal decidir que “pedofilia não é crime” e que deve haver vagas para pedófilos nas Universidade Federal, esse lixo de país, esse verdadeiro inferno do qual eu não consigo sair e levar minha família, também vai aceitar.

Antes que eu termine fica o seguinte recado para o primeiro fdp que vai fazer comentário dizendo: “é, ele só reclamou, falou mal de todo mundo e no fim diz que quer ir embora do Brasil – qual a diferença que existe entre esse louco e nós, então??”

A diferença, seu cretino, é que eu liquidei minha vida profissional lutando para ter um país melhor: quando VOCÊ puder dizer que fez o mesmo que eu aí eu passo lhe respeitar!

Por enquanto cale a boca !

Por Milton Pires

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

TEM QUE ASSISTIR PRA ENTENDER! Miriam Leitão tentou vingar o filho, humilhado por Bolsonaro, e se deu mal (Veja o Vídeo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A jornalista Miriam Leitão tem ódio do candidato Jair Bolsonaro.

E, lamentavelmente, deixou o sentimento se sobrepor à sua atuação como profissional, que deveria ser isenta, imparcial.

Certa feita, o presidenciável submeteu o filho de Miriam a um verdadeiro “esculacho”, durante uma entrevista.

Ela tentou ir a forra.

Assim como o filho, também se deu mal.

Veja o vídeo e tire suas conclusões:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Onde o Brasil se perdeu? A surpreendente semana que revelou de vez o medíocre jornalismo Brasileiro

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O que a semana revelou sobre o jornalismo brasileiro foi surpreendente! Temos apontado o Congresso, Corruptos, o político quase de forma exclusiva pelos problemas brasileiros!

Mas vimos uma mídia implicada com ideologias que aceita o corrupto, o ladrão, o bandido preso e condenado como Presidente da República, que cita pesquisas falsas, que exalta o crime, o aborto, a segregação social entre homens, mulheres, idosos, homossexuais, negros, pardos, amarelos,… e, temos, calados, aceitado esta loucura!

Matar o homem tem menos valor que o mulher? Feminicídio?

O crime deve ser avaliado sobre todos os prismas, circunstâncias e sempre foi assim. O que mudou? O que está por trás de tudo isso?

O fato é que Estamos formando castas no Brasil e quem pensar diferente deve ser excomungado, exterminado!

A mídia quer o monopólio da opinião e criar Verdades: a deles! Por isso acham que tem licença para humilhar, ofender, mentir, desvirtuar fatos e emitir opiniões agressivas contra todos aqueles que pensam diferente. Agem como ditadores da opinião, arrogantes que são!

A Miriam Leitão, ontem, agiu exatamente como uma Ditadora, aquilo que apontava em seu entrevistado! Será que não se dava conta disso?

Onde o Brasil deu errado?

Quando vendemos a nossa liberdade de pensar!

Políticos corruptos, bandidos tem sido amparados pela mídia das castas, desde que pensem como eles!

Sim, sofremos lavagem cerebral e esta semana revelou bem esta realidade!

E parte dos brasileiros, acorda, atônito, neste sábado!

(Texto de Gabriela Kimus Frizzo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

PT confirma Lula candidato; em mensagem, ele diz que ‘querem fazer eleição de cartas marcadas’

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Partido dos Trabalhadores confirmou na tarde deste sábado (4) a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. O anúncio foi feito pela presidente da legenda, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), durante a convenção nacional do PT, na Liberdade, no Centro de São Paulo. O candidato a vice ainda não foi definido.

“Viemos aqui para votar no nosso candidato a presidente, Lula. Esse é um momento histórico. Lula é o nosso candidato a presidente da República”, disse Gleisi.
Em carta lida pelo ator Sérgio Mamberti, Lula diz que é a primeira vez em 38 anos que não participa de uma convenção nacional do partido. “Mas sei que estou presente em cada um de vocês”, disse.

“Nós tratamos a nossa gente como solução e por isso o Brasil mudou. Hoje a nossa democracia está ameaçada. Agora querem fazer uma eleição presidencial de cartas marcadas. Excluir um nome que está à frente na preferência do eleitorado em todas as pesquisas. Já derrubaram uma presidenta eleita. Agora querem vetar o direito do povo de escolher livremente o próximo presidente”, diz trecho da carta.

Lula não participou da convenção porque está preso desde o começo de abril, condenado em segunda instância no caso do triplex em Guarujá, a doze anos e um mês de prisão, o que, de acordo com a Lei da Ficha Limpa, o torna inelegível. A questão precisa ser decidida pelo TSE e só deve ser julgada depois do registro oficial, que ocorre até dia 15 de agosto.

Participaram do evento lideranças do PT, como a ex-presidente Dilma Rousseff, o candidato ao governo de São Paulo pelo partido, Luiz Marinho, o ex-ministro Celso Amorim, o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad, o senador Lindberg Farias, entre outros.

Lula pode concorrer à Presidência mesmo preso em Curitiba? Entenda

Movimentos sociais e entidades sindicais também marcaram presença, como o MST, o MTST, CUT, Central dos Movimentos Populares, UNE, entre outros.

Em um momento da convenção, todas as pessoas presentes colocaram uma máscara com o rosto do ex-presidente Lula e gritaram em coro: “Eu sou Lula”.

As falas das lideranças políticas do PT começaram com o deputado Paulo Pimenta, líder da legenda na Câmara:
“O Brasil nunca precisou tanto do Lula. (…) O que está em jogo é muito mais que uma eleição presidencial. “Não tem plano B, não tem plano C. É Lula livre, candidato e presidente”.

O senador Lindberg Farias afirmou que “está surgindo um outro PT. Tem que ter um outro programa, mais ousado”. Ele defendeu reforma política, dos meios de comunicação, união da esquerda, novas alianças.
“Se eles impugnarem a eleição do Lula, a gente vai até o fim”, completou.

O ex-prefeito Haddad e coordenador da campanha de Lula afirmou não ter dúvidas “de que o cenário está configurado. Eles imaginavam que o Lula nao teria prestígio”. “O povo conhece o Lula. e o que nos temos pela frente é uma batalha decisiva.”

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

VÍDEO: O SHOW DE PAULO GUEDES, O 1º MINISTRO DE BOLSONARO EM ENTREVISTA COM JOICE HASSELMANN

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O economista Paulo Guedes, que será o ministro da Fazenda,

caso Bolsonaro seja eleito, defende uma drástica redução do estado,

corte de impostos, de ministérios e fim da política de barganha com o Congresso.

“Por mim 8 ministros já está bom”.

Guedes foi o primeiro entrevistado do JHN SHOW, programa de estreia do JHN CHANNEL,

com Joice Hasselmann. Espie e espalhe!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

ASSISTA UMA SABATINA DE VERDADE: Aplaudido várias vezes, Bolsonaro dá show na Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Na Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Julho, cercado de homens de negócios e economistas, Bolsonaro deu um show. Pra que diz que ele não entende de economia… assista o vídeo.

‘Questão ideológica é tão ou mais grave do que corrupção’, diz Bolsonaro

Pré-candidato usou Dilma como exemplo

Militar citou entrada de Venezuela no Mercosul

O pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) comparou nesta 4ª feira (4.jul.2018) viés ideológico à corrupção. O militar disse que “mais ou tão grave do que a corrupção é a questão ideológica”.

A declaração foi dada em evento da CNI (Confederação Nacional da Indústria), em que também participaram outros pré-candidatos da corrida presidencial.

Ao longo do discurso, Bolsonaro disparou contra diversos governos ligados à esquerda, como os dos petistas Dilma Rousseff e Lula, além dos governos da Venezuela e do ex-presidente paraguaio Fernando Lugo.

O pré-candidato citou 1 episódio narrado dentro do livro do ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica, conhecido pela proximidade a governos do PT.

“No livro de Pepe Mujica, ex-presidente do Uruguai, ele conta uma história de como a Venezuela entrou no Mercosul. Diz que para tentar convencer o governo do Uruguai, a senhora Dilma Rousseff, com avião nosso, foi buscar o homem de confiança de Pepe Mujica. Em certo momento, Dilma disse: ‘rasgue isso. Essa reunião não existiu. Precisamos afastar o Paraguai neste momento e trazer a Venezuela para cá””, falou Bolsonaro.

Para o militar, o episódio evidenciava que Dilma era influenciada pela Venezuela e Cuba.“Ela deixava mais que claro que tomava decisões de Estado ouvindo as inteligências cubanas e venezuelanas. Essa questão ideológica, precisamos lutar contra ela”.

Bolsonaro disse ainda que sua intenção é se aproximar do que chamou de “países importantes”, como Estados Unidos, Japão e Israel, e que o novo presidente do Paraguai, o conservador Mario Abdo Benítez, o procurou para conversas.

Assista o vídeo:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

E a boba da corte foi Mirian Leitão… Uma das mais patéticas, cômicas e infelizes páginas da história do jornalismo brasileiro

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Que fiasco! Que tragédia!

Néscios.

Do jeito que a coisa anda, Jair Bolsonaro já entra na campanha fazendo economia.

Não vai precisar de “marqueteiro” e vai fazer a jornada eleitoral mais barata da história.

A seguir nessa batida, pode esperar a faixa presidencial em casa, de bermuda ou pijama, calçando chinelos. Já no primeiro turno.

A mídia dos fiascos fará o trabalho por ele.

Uma das mais patéticas, cômicas e infelizes páginas do jornalismo brasileiro foi escrita ontem à noite com a passagem do candidato pela Central das Eleições na Globo News.

E a “boba” da corte foi a Miriam Leitão.

O que foi aquilo? Gente letrada se prestar aquele papelão? Que tragédia!

É nisso que dá o desvirtuamento da função.

Jornalistas devem reportar e reportar-se aos fatos. Interpretar eu mesmo faço.

Repetindo o que já havia ocorrido no programa Roda Viva com o mesmo Bolsonaro, desvirtuaram sua nobre missão.

Logo quem! A grande imprensa brasileira, de há muito vêm prestando um desserviço à sociedade e ao Brasil.

Por isso se iguala ao que há de pior no meio político.

Cumpre um roteiro que ao invés de servir ao país, busca somente seus interesses econômicos sempre agarrada nas tetas de quem tem a chave do cofre.

E vai de acordo com o vento fazendo bobagens.

Daí que não detém mais nem a confiança nem o respeito de ninguém.

É por isso que se expõe ao ridículo como fez essa semana.

Alguém precisa avisar para essa trupe de trapalhões que eles estão fazendo um humilhante fiasco!

Será que eles não sabem o que são as mídias sociais?

BOLSONARO 2018, JÁ!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

URGENTE – BOLSONARO AMEAÇADO DE MORTE: CLARO QUE ISSO IRIA ACONTECER DEPOIS DA ENTREVISTA NA GLOBO

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Tenho aqui a pretensão de descrever, na realidade política, as coisas como elas estão. Azar de quem não gostar: o autor aqui não há de se comportar “democraticamente” (seja lá o que signifique isso no Brasil de 2018).

Vou escrever com a humildade de um torcedor da Seleção Argentina, a delicadeza de Mike Tyson e a caridade de Voltaire.

A expectativa da Nação com relação à participação de Bolsonaro no interrogatório do processo administrativo e disciplinar, na Comissão de Ética, no depoimento à Policia, que foi o Roda Viva deixou passar, sem maiores comentários, uma notícia bombástica do Jornal Nacional.

A Rede Globo, no seu show de mentiras diárias das 8 da noite, assumiu claramente o papel de “Polícia da Imprensa”.

Polícia da Imprensa, sim! Ontem a Globo anunciou que “vai reunir seus veículos decomunicação para combater as “fake news” nas Redes Sociais! Pergunto o seguinte: quem foi que deu procuração à Globo para defender o Brasil de notícias falsas no Facebook, Twitter ou seja onde for? Quem são a Globo, BAND, RBS, SBT ou Record para dizerem aos brasileiros aquilo que é verdade ou mentira? Eles que se preocupem com a veracidade daquilo que eles mesmos publicam!

O Brasil não precisa de ajuda da Rede Globo; precisa de ajuda CONTRA a Rede Globo, RBS, BAND, Record e, é claro, como se viu ontem à noite na entrevista de Jair Bolsonaro, contra o bando de picaretas do PT, PSOL e PC do B que aparelharam a TV Cultura!

Fake News, expressão popularizada por Donald Trump para ser usada contra escória comunista que infesta a Costa Leste dos Estados Unidos, é algo que não tem sentido algum no Brasil. O Brasil não tem Fake News; tem Fake Press! A imprensa brasileira INTEIRA é controlada por Vagabundos Petistas, do PSOL e PC do B e as redações já eram dominadas pelos “antepassados deles”, por gente do “Partidão”, como o comunista Vladimir Herzog, desde a década de sessenta.

Antes de terminar o JN, já era notícia o fato de que o Ministério Público Federal quer reabrir o caso de Vladimir Herzog (só o do Herzog; o do Mário Kozel Filho pode deixar como está) – estava dada a dica sobre o que seria a entrevista do Bolsonaro.

A “Yoko Ono da Coréia do Norte” que trabalha na Revista VEJA e seus “companheiros de Revolução Jornalística” da bancada do Roda Viva deixaram isso bem claro no início da entrevista de ontem e mais: deram “uma palinha”, “um gostinho”, de qual será o nível da relação da Imprensa Vagabunda Petista com um eventual
governo de Jair Bolsonaro.

Falaram sobre tudo: escravidão, Herzog, 1964, Brilhante Ustra, colonização portuguesa, Jesus Cristo…não abordaram a  descoberta do fogo e a construção das pirâmides do Egito, mas todos os outros “assuntos recentes” foram abordados, sim !

Irônico é ver a Imprensa, essa Imprensa que vimos ontem no Roda Viva, essa gente da Globo e de outras Organizações pagas pelo Foro de SP, sustentarem que “é preciso melhorar o nível dos médicos no Brasil e que uma prova nacional depois da formatura é importante para garantir que o médico esteja apto para exercer a
profissão”…rss.

O Médico Brasileiro precisa estar “apto para exercer a profissão” no país do “mosquito da gripe”, das “doulas”, das “práticas alternativas”, do “Dr. Bumbum”, do Alexandre Padilha, da “dancinha da gestante” e agora do “Jesus refugiado” do Roda Viva…rsrs

Bolsonaro, eu lhes digo sem ser fanático pela ideia de ser governado por ele, saiu-se muito bem: eu não teria (nem quero ter) a metade do equilíbrio emocional que ele teve ao escutar que “Jesus foi refugiado”, que “temos dívida histórica com negros” e outras asneiras dignas de Diretório Central de Estudantes da UFRGS, USP, UnB e dessas histéricas anoréticas feminazis que tem mais quantidade de cabelo nas axilas do que na cabeça raspada com máquina zero.

Se alguém me perguntasse (como fizeram para Bolsonaro) qual seria “meu legado” para o Brasil, eu responderia de cara: “livrar a Nação da hegemonia marxista na imprensa, das mentiras e da dominação cultural de gente como vocês” (pronto: fim da entrevista na mesma hora..rss), mas como eu já escrevi antes – votarei em Bolsonaro com a esperança de que ele chame o Exército, feche o Congresso, acabe com a existência do STF (deixando apenas o STJ) e promova uma verdadeira guerra contra o tráfico de cocaína no país.

Nãos sei se minha esperança se realiza: acredito que até outubro a Organização Criminosa (o “sistema” como dizia o Coronel Nascimento) pode assassinar Bolsonaro, penso que as urnas podem ser fraudadas para dar a vitória para um “suco d’água” como Alckmin ou para uma “mulher de plástico” como Meirelles.

Tenho também o medo de que a quadrilha do MDB que vai continuar controlando o Congresso proponha o impeachment de Bolsonaro e que o gigolô de escritório de advogacia e office boy petista que controla o STF de andamento à coisa.

É isso, meus amigos, assim são as coisas como elas estão aqui no Brasil: teremos que esperar até outubro para ver o que acontece e rezaremos para que Jesus Cristo nos ajude…

Aliás, por falar em Jesus e antes do ponto final: lembro ao companheiro da Teologia da Libertação que estava na bancada ontem (e que no seminário deve ter feito a alegria dos colegas de dormitório) que Jesus Cristo, além de não ter fugido de coisa alguma durante a vida, nunca mandou matar o Prefeito de Jerusalém e não tomou porre antes de ser crucificado.

Depois da entrevista na Globo News, Bolsonaro está sendo ameaçado de morte…. é claro que isso iria acontecer, mas ele é protegido por Deus e nada vai acontecer…

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A algoz de Lula: conheça a mais nova juíza criminal que não deixa Lula ter regalias na cadeia!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Quem é Carolina Lebbos, a caçula dos juízes criminais de Curitiba, que cuida com mão de ferro das condições em que o ex-presidente cumpre sua pena de prisão.

Quando um processo de execução penal cai nas mãos da juíza substituta da 12ª Vara Federal de Curitiba, Carolina Moura Lebbos, os advogados costumam concluir que aquele não era seu dia. A mais nova magistrada entre os juízes criminais do tribunal — ela tem 35 anos —, Carolina é conhecida por ser afável no trato pessoal, mas severa e inflexível quando está empunhando caneta.

Em fevereiro, o titular da Vara, Danilo Pereira Júnior, foi convocado para substituir um desembargador, e Carolina ficou encarregada de todos os processos sob sua responsabilidade — incluindo o do ex-presidente Lula, condenado a doze anos de prisão no caso do tríplex no Guarujá. É ela que tem impedido o petista e seu partido de transformar a cela num palanque político.

A mão de ferro para com o ex-presidente e seu partido teve momentos de drama e, também, de pastelão. Dezesseis dias depois da prisão do petista, a juíza negou o pedido do PT para que uma comitiva de deputados fosse conferir as condições em que se encontrava o ex-presidente.

Afirmou que senadores já haviam ido ao local alegando o mesmo objetivo e que não havia nenhuma informação de violação de direitos humanos no local. Em reação, o deputado Wadih Damous chamou Carolina de “juizeca fascista” e apoiadores de Lula passaram a encaminhar-lhe seguidas solicitações de visita que sabiam impossíveis. Elas chegaram a quase uma centena e incluíram até a de um sanfoneiro de Pernambuco que apresentava como justificativa sua admiração incondicional pelo petista.

Quando, em 25 de abril, Carolina negou o pedido para que Lula fosse atendido, “em caráter de urgência”, por dois médicos, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, disse no Senado que “negar assistência a Lula é crime contra a humanidade”. Alguns dias depois, diante da justificativa da defesa de que Lula deveria ser acompanhado para tratar a hipertensão, a juíza voltou atrás e permitiu que os médicos pudessem entrar sempre que fossem solicitados.

Quem conhece a magistrada não estranhou seu comportamento. Em fevereiro do ano passado, Carolina negou o pedido para livrar da cadeia uma mãe de duas filhas condenada em segunda instância a treze anos de prisão por peculato e lavagem de dinheiro. A mulher, uma empresária de Curitiba, ainda amamentava sua caçula, de 8 meses, quando a Justiça determinou a execução de sua pena. A defesa usou a amamentação para pleitear o regime domiciliar para ela. A juíza não amoleceu. Decidiu que a empresária poderia amamentar no presídio e que, por ser casada, não era a única responsável pelas crianças.

Até hoje, a decisão mais controversa de Carolina Lebbos foi proibir Lula de dar entrevistas. A lei garante ao preso o direito de contato com o mundo exterior, mas não especifica se isso inclui falar com a imprensa. Nos últimos anos, presos famosos como Fernandinho Beira-Mar, Marcinho VP, Suzane von Richt­hofen e Paulo Maluf foram autorizados a conceder entrevistas. A negativa da juíza aos pedidos de Lula deu munição ao discurso do PT de que o ex-presidente estaria submetido a condições análogas às de um preso político — e censurado.

Apesar de linha-dura, a juíza é descrita pelos servidores da Justiça Federal como uma pessoa delicada e bem-hu­morada. Um deles atesta que Carolina não cumprimenta os funcionários por obrigação, mas que efetivamente se interessa em saber como estão, o que não ocorre com muitos outros magistrados. Os advogados de réus da Lava-Jato dizem que ela não costuma criar impedimentos para recebê-los e ouve atentamente seus argumentos, mas se queixam de que seus pedidos quase nunca são aceitos.

Com o processo de Lula em suas mãos, o prestígio da magistrada cresceu entre os colegas. Na quarta-feira 18, o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Thompson Flores, fez uma visita ao tribunal de Curitiba só para conhecê-la. O encontro durou alguns minutos, durante os quais Flores fez questão de ser fotografado ao lado dela.

Carolina nasceu em uma família abastada de médicos de ascendência libanesa. Formou-se em direito na Universidade Federal do Paraná, em 2005, e estagiou num escritório de advocacia e no Ministério Público Federal antes de passar no concurso para juíza, em 2011. Ao ser nomeada, trabalhou no tribunal de Mafra (SC) e depois em Ponta Grossa (PR), até ir para Curitiba, em 2015.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Moro acelera processos para mais duas condenações de Lula antes das eleições. Penas pesadas vão trancar Lula para sempre na cadeia.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Se existe uma aventada intenção de soltura do meliante petista após o pleito eleitoral de outubro, até lá certamente tudo ficará muito mais difícil para o nefasto Supremo Tribunal Federal (STF), especialmente para o ‘trio do mal’, que já pode ser considerado um poderoso quarteto com a adesão de Marco Aurélio e com a iminente ascensão de um de seus integrantes à presidência da Corte.

O que as excelências supremas não contavam é com a celeridade com que se encaminha o processo do malfadado sítio de Atibaia.

A colunista Mônica Bergamo da Folha, em nota publicada nesta terça-feira (3), faz uma projeção e antevê para outubro a prolação de mais uma sentença condenatória do meliante petista.

“Pelo calendário, duas testemunhas de defesa do petista ainda devem depor: Dilma Rousseff (PT-MG) e o cantor Gilberto Gil. Lula vai ser ouvido no dia 11 de setembro, data já agendada e divulgada por Moro.

Depois disso, o juiz abre prazo para as alegações finais de acusação e defesa. Se não houver diligências adicionais, ele dá a sentença em outubro – o primeiro turno do pleito será no dia 7 e o segundo, no dia 28.

Os depoimentos mais bombásticos do processo foram marcados para o fim de agosto e o começo de setembro. Emílio e Marcelo Odebrecht vão depor no dia 29 de agosto. Leo Pinheiro, no dia 3 de setembro. O advogado Roberto Teixeira e o dono do
sítio, Fernando Bittar, no dia 5.”

Com dois mandados de prisão e reincidente na prática criminosa, com uma segunda sentença condenatória bem mais pesada (é o que se espera), tudo ficará mais complicado.

Lula poderá cair na mesma situação de Marcelo Odebrecht, até mesmo porque a ira contra as atitudes dos ministros está aumentando e espera-se que, com a eleição do novo presidente da República, o quarteto se mantenha mais contido em suas
extravagâncias ao arrepio da lei e da ordem.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

URGENTE: Miriam Leitão abandona o jornalismo e vai se dedicar à psicografia de Roberto Marinho

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Bolsonaro teve seu momento Brizola. Detonou a Globo na casa dela.

E conseguiu produzir a cena mais constrangedora que estes olhos testemunharam: a âncora do programa, ícone do jornalismo da economia de mercado, gaguejando na repetição tatibitate do editorial que alguém lhe ditava pelo ponto eletrônico.

Como se fosse um boneco de ventríloquo.

Quantas vezes jornalistas foram representados como marionetes que obedecem aos cordões manipulados pelos que de fato têm o poder? Pois agora temos essa representação ao vivo, em carne, osso e… sangue de barata.

Mas não foi só.

O que aconteceu não simboliza apenas, de maneira exemplar, a imagem do jornalista subserviente à voz do dono.

Foi pior ainda pelo que representou como demonstração de poder: tradicionalmente, num programa desse tipo, as considerações finais cabem ao entrevistado.

No entanto, quem comanda a emissora ordena que o programa não termine assim e exige ter a última palavra.

Uma vergonha para quem um diploma de jornalista e se diz estar apta a comandar entrevistas de candidatos.

Assista o vídeo da ‘psicografia’:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

PROPOSTA DECOLA COM MAIS DE 475.000 ASSINATURAS. BOLSONARO QUER O FIM DO IPVA – ASSINE A PETIÇÃO AGORA E COMPARTILHE

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Esse é o momento de colocar a mão do bolso e devolver ao governo por aquilo que ele não fez.

Para variar, recomeça a discussão: se carro não é um patrimônio, mas apenas um bem de consumo – como o pão, o smartphone ou sua jaqueta jeans -, por que o Estado nos cobra um imposto sobre propriedade, e ainda mais anualmente?

O deputado federal Jair Bolsonaro enviou a proposta ao Congresso que aceitou e colocou o projeto para ser votado online por meio de uma petição. Assine a Petição contra o IPVA no final da matéria.

O site Avaaz vem, há algum tempo, independentemente das questões legais, debatendo o assunto. E pede o fim da tungada financeira a partir de vários argumentos (veja abaixo).

Até esta sexta-feira, 300 mil pessoas já haviam assinado a petição online. São necessárias 500 mil assinaturas para aprovação do projeto

Nem é preciso lembrar que temos um pacote de tributos, taxas, impostos e multas difícil de carregar ano a ano.

A própria Receita Federal estima que a tal carga tributária brasileira seja de 1/3 do PIB (a soma de todas as riquezas que produzimos).
Em 2016, para ser mais direto, subiu para 32,66% (uns R$ 2 trilhões, mais ou menos).

Pois, bem: e os serviços prestados pelo Estado? As estradas estão sendo privatizadas (cobrando-nos pedágio) e ai de quem cair num buraco, pois ninguém assume facilmente essas responsabilidades.

Os proponentes da petição no Avaaz (conhecida rede global de ativistas) lembram, também, que o preço dos automóveis embute em média 49% de tributos entre o IPI, ICMS, IPVA, PIS, Licenciamento e por aí vai.
E mais: quem compra um carro paga ainda outros tributos, como o cobrado no combustível ou nas peças.

Há questionamentos, ainda, sobre o que pode ser tributado. No caso, renda, patrimônio ou consumo.

Os carros, por sua vez, já são também tributados com ICMS e com IPI – afinal, são são bens de consumo (mercadorias, no caso do ICMS; produtos industrializados, com IPI).

CLIQUE AQUI PARA VOTAR NA PETIÇÃO!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Constrangimento histórico: assista ao vídeo em que Miriam Leitão lê nota da Globo para responder Bolsonaro

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Nota da Globo foi lida por conta de provocação de Bolsonaro que se defendeu em relação à ditadura, citando Roberto Marinho.

A jornalista Miriam Leitão acabou virando notícia nesta sexta-feira, 3, após entrevistar o candidato Jair Bolsonaro, do PSL. Em uma sabatina ao vivo na Globo News, a profissional sofreu com uma espécie de pane técnica no fim do programa, ao ter que ler uma nota ao vivo sobre o grupo Globo.

Durante a entrevista de Jair Bolsonaro à Globo News, ele foi questionado se houve ou não ditadura no país e se ele acha correto o governo militar. Bolsonaro então lembrou que Roberto Marinho, fundador do Grupo Globo, teria apoiado os militares e que, ao mesmo tempo, era conhecido como um homem democrático.

Miriam Leitão vira meme, após ler nota ‘como robô’ em entrevista de Bolsonaro

Apresentadora da Globo News parecia confusa ao ler nota da Globo.

Muitas pessoas fizeram em torno do tema:

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

ASSISTA A ENTREVISTA: O jornalismo da GloboNews não deu conta de entrevistar Bolsonaro

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A verdade é que Bolsonaro está se mostrando mais resiliente nas entrevistas do que se imaginava. Alckmin vai ter muito trabalho para tirá-lo do páreo.

Com um discurso tranquilo, falando a língua do povo, fugindo das perguntas mais escamosas, Bolsonaro sambou no primeiro bloco da entrevista da GloboNews, contra nove jornalistas que estavam preparados para triturá-lo.

Bolsonaro usou, como das outras vezes, a citação de Joaquim Barbosa na época do mensalão para dizer que nunca se envolveu contra corrupção.

Também usou uma frase que com certeza vai repetir muito: “Eu detesto o PT como regra, desde antes que o PT era o PT. Porque pior que a corrupção é a questão ideológica”.

E quando os jornalistas falavam de economia, ele chamava o Paulo Guedes, a quem diz que vai entregar a economia do seu governo.

Quando indagado sobre ter procurado o PR para ter Magno Malta para vice, sendo que o presidente do PR, Waldemar da Costa Neto, foi preso no mensalão e também investigado na Lava Jato, saiu-se com a frase: “Eu tenho caráter. Não vai ser a filiação político partidária que vai me contaminar”.

Ele está treinado e não se deu por intimidado mesmo tendo nove jornalistas da maior empresa de comunicação pela frente.

Aliás, jornalistas muito mal preparados para entrevistá-lo. Como se estivessem ali esperando um frango numa máquina daquelas que em São Paulo apelidamos de televisão de cachorro. Bolsonaro não é um frango num espeto.

Já havia escrito isso na entrevista do Roda Viva. Bolsonaro não vai ser derrotado com perguntas pegadinhas sobre economia ou num debate sobre a história da ditadura militar. Ele precisa ser indagado sobre coisas simples, o que vai fazer com o Salário Mínimo, o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, o Fies, o Pró-Uni. Isso é que muda a vida do povo, boa parte do seu eleitorado.

Ao mesmo tempo, Bolsonaro tem uma boa parte do seu eleitorado na classe média alta branca e masculino. Se vier a defender esses direitos para pobres, perde esse eleitorado.

É nas perguntas simples que Bolsonaro pode se enrolar, não nas pegadinhas ou nas complexas.

Infelizmente o jornalismo desaprendeu a fazer perguntas simples.

Renato Rovai

Assista a entrevista.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Imprensa internacional desmascara LULA e divulga poupança de U$ 108 milhões em Luxemburgo, caiu a casa de vez!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Luxemburgo (Luxemburg em alemão e Luxembourg em francês) é uma comuna de Luxemburgo com status de cidade, pertencente ao distrito de Luxemburgo e ao cantão de Luxemburgo.

Luxemburgo é uma cidade muito desenvolvida em seu comércio e nas indústrias.

A área metropolitana do Luxemburgo, que inclui Hesperange, Sandweiler, Strassen e Walferdange tem uma população de 120 000 habitantes.

Luxemburgo é uma das cidades mais ricas da Europa e tornou-se um importante centro financeiro e administrativo. A cidade do Luxemburgo contém várias instituições da União Europeia, incluindo o Tribunal de Justiça Europeu, o Tribunal de Contas e o Banco Europeu de Investimento.

Luxemburgo tem uma população de pouco mais de meio milhão de pessoas e uma área de aproximadamente 2586 km².

NO POPULAR

Luxemburgo é um Paraíso Fiscal, com economia baseada em grandes bancos, onde encontramos quantia significativa de Fortunas, que oficialmente não existem. Driblar o Sigilo Bancário de Luxemburgo, tarefa bem mais complicada, se comparada à Suíça.

Lealdade aos seus clientes e discrição, consideradas principais atrativos, para “Investidores Fantasmas”.

Tarefa árdua. Não basta chegar, bater na porta, mostrar Carteirinha de Polícia e ter acesso às contas.

Trabalho exige Inteligência, com apoio internacional e paciência para rastrear o dinheiro, camuflado por espertos “Agentes”.

Na América do Sul nos acostumamos a ter olhos somente para Suíça. Hoje abandonada pelos “Megas”. Bancos Suíços guardam em seus cofre moedinhas de pequenos, por ter perdido a credibilidade.

Polícia Federal, em conjunto com Interpol, FBI e “outros”, andou viajando bastante, na trilha de quantias saídas do Brasil em conta gotas, rumo a diversos destinos.

Panamá, Costa Rica e Portugal fazem parte da extensa Rota Turística, mas todos os caminhos “desaguam” em Luxemburgo.

Como de praxe, seguindo o “Modus Operandis” do Mais Honesto que Cristo, capaz de Milagres da Multiplicação, não existe US$ 0,01 em nome de Lula.

Dinheiro pulverizado entre Empresas Fantasmas, Familiares e Laranjas Diversos.

Luxemburgo não libera prova documental com a mesma gentileza dos Suíços. O juntar provas exige perseverança, mas já se chegou a pornográfica quantia de US$ 108 Milhões, acreditando-se ser apenas a ponta do “Ice Berg”.

Valores garantem aposentadoria confortável, se somados à propriedades na Itália e na França. Países atraentes, devido a “simpatia” dos Governos Locais e proximidade com Principado. Considerando-se o constrangimento imposto a Cunha, por causa de uma mixaria de US$ 5 Milhões, seguindo a Lei da Igualdade entre Cidadãos, Lulinha terá muito o que explicar. Caso afirme desconhecer o dinheiro, não haverá problemas. Não se importará com o repatriamento de valores em espécie e o embargo de propriedades.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Palocci acaba com Gleisi. “Senadora encheu os bolsos com o Castelo de Areia, levou 50 Milhões…”

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O ex-ministro Antonio Palocci conta em sua proposta de acordo de delação premiada que a anulação das provas da Operação Castelo de Areia, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), rendeu R$ 50 milhões ao PT, pagos pela empreiteira Camargo Corrêa.

Ele diz que parte desse dinheiro foi entregue Gleisi Hoffmann (PR), que seria eleita senadora. Ela é a atual presidente do Partido dos Trabalhadores. A informação é da revista Veja/Diário do Poder.

A construtora Camargo Corrêa era o principal alvo alvo da Operação Castelo de Areia, que investigou supostos crimes financeiros e lavagem de dinheiro.

A operação chegou ao fim em abril de 2011, quando foi anulada pela 6ª Turma do STJ.

A ministra relatora, Martia Thereza de Assis Moura, entendeu que o processo deveria ser anulado porque as provas foram obtidas de fontes anônimas. Seu voto foi acolhido por unanimidade.

“A delação anônima serve para o início das investigações de forma que a autoridade policial busque provas, mas não serve para violação de qualquer direito fundamental do ser humano”, afirmou o desembargador (convocado ao STJ) Celso Limongi.

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu ao Supremo Tribunal Federal, mas em 2015 o ministro Luis Barroso rejeitou o recurso.

Entre os políticos citados na Operação Castelo de Areia estavam o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, principal alvo da Operação Caixa de Pandora, e o ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), que cumpriria pena de prisão por seu envolvimento em outro escândalo, o Mensalão.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O erro crucial de Ana Amélia: destruiu 50 anos de carreira política em apenas 1 dia

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Aceitar ser vice de Geraldo Alckmin é um lamentável erro político cometido pela senadora gaúcha Ana Amélia Lemos. Certamente, brevemente ela irá se arrepender, independente do resultado eleitoral.

A brava senadora pode estar sepultando a sua carreira política, pois ficará marcada eternamente como vice de um mero ‘picolé de chuchu’.

Mulher de posições firmes e corajosas, não tem absolutamente nada em comum com o seu cabeça de chapa. Geraldo é vacilante, medroso e de posições dúbias, um eterno ‘murista’.

Por outro lado, o mandato senatorial de Ana Amélia termina este ano. Portanto, em caso de derrota, ficará sem mandato e carimbada como vice tucana. Perde sua autenticidade e dificilmente conseguirá se recuperar.

Em caso de vitória, o que será extremamente surpreendente, fatalmente será uma vice meramente figurativa, sem vez e sem voz.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Bolsonaro admite possibilidade de privatizar a Petrobras: “Se não tiver solução, eu sugiro a privatização da Petrobras, acaba com esse monopólio estatal e ponto final”

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, admitiu nesta sexta-feira, 3, que pode privatizar a Petrobras caso seja eleito.

A afirmação de Bolsonaro foi dada durante sabatina no canal Globonews, quando o presidenciável foi questionado pelos jornalistas a respeito da política de preços da estatal petrolífera, e especificamente, sobre se manteria os subsídios do governo do presidente Michel Temer ao óleo diesel.

Negociada com o governo Temer com os caminhoneiros que entraram em greve em maio, a medida provisória com o desconto no litro do óleo diesel tem validade até o dia 31 de dezembro de 2018. O valor do subsídio é de 0,46 reais por litro do combustível.

“Se não tiver solução, eu sugiro a privatização da Petrobras, acaba com esse monopólio estatal e ponto final. Vamos buscar soluções senão ou eu ou qualquer outro vai privatizar a Petrobras”, afirmou o deputado federal. “Se você privatizar a Petrobras, deixar outras empresas entrarem no Brasil, vai ter a livre concorrência aqui, com toda certeza, isso pode acontecer”, continuou.

Ele ressaltou, no entanto, que é pessoalmente contrário à privatização. “Eu entendo que a Petrobras é estratégica, por isso não gostaria de privatizar a Petrobras, esse é um sentimento meu. Agora, se não tiver solução, um acordo, não vai ter outro caminho”, complementou.

Em junho, indagado por VEJA, Bolsonaro disse que a privatização da estatal “entrou no seu radar”, mas que ainda não tinha uma definição.

Na entrevista o presidenciável afirmou que descarta passar os bancos estatais, como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, à iniciativa privada. O mesmo não se aplica aos Correios, que, nas palavras dele, “lamentavelmente não tem jeito”.

Indagado sobre a política de aumentar juros para conter inflação, Bolsonaro afirmou brevemente que “se a solução for essa, que se faça, mas imagina a taxa de juros com 4 trilhões de dívida interna, vai explodir a dívida”.

Sem se aprofundar nas respostas ele também disse ser favorável à reforma da Previdência, mas não nos termos da proposta enviada pelo governo Temer ao Congresso, e à “independência política” do Banco Central, cujo presidente, Ilan Goldfajn, Guedes gostaria de manter no cargo.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

PT oficializa Lula candidato: ele poderá fazer campanha e ser eleito mesmo preso?

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Entenda quais os cenários possíveis diante da insistência do PT em lançar ex-presidente como candidato ao Planalto nas eleições de outubro.

Mesmo diante de obstáculos quase intransponíveis, o PT segue firme na intenção de registrar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato ao Palácio do Planalto nesta eleição. Neste sábado (4), o partido se reúne em convenção em São Paulo para oficializar sua candidatura.

Lula não poderá comparecer pois desde o dia 7 de abril está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após condenação em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Por esse mesmo motivo, seu nome provavelmente será barrado da disputa presidencial pela Justiça Eleitoral, já que a Lei da Ficha Limpa torna condenados em segunda instância inelegíveis.

Esse processo de impugnação da candidatura, porém, não é automático, o que levanta muita incerteza sobre o que vai acontecer com a candidatura do PT e com a eleição presidencial. Entenda abaixo as próximas etapas dessa “novela” e quais os cenários possíveis.

Datas-chave para o registro da candidatura de Lula

A expectativa é que o partido registre Lula candidato na Justiça Eleitoral no dia 15 de agosto, prazo final, quando o Ministério Público Eleitoral pedirá a impugnação do registro. A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, já deixou claro que dará celeridade ao caso.

Segundo juristas ouvidos pela BBC News Brasil, esse processo tende a levar algumas semanas, pois é preciso tempo para a defesa se manifestar, e pode haver também depoimento de testemunhas.

O prazo final para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se pronunciar é 17 de setembro. Nessa data também se encerra a possibilidade do PT trocar Lula por outro nome – entre os cotados para assumir a candidatura presidencial petista estão o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, o ex-governador da Bahia Jaques Wagner e a senadora pelo Paraná e presidente do partido Gleisi Hoffmann.

No entanto, após uma decisão do TSE, o PT ainda poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), alongando a indefinição sobre a candidatura. Se não houver decisão definitiva até dia 17 de setembro e o PT optar por não substituir Lula nesse prazo, poderá ficar sem candidato caso o Supremo barre Lula depois.

Nesse caso, o partido terá de escolher entre insistir no direito de Lula ser candidato, sob o argumento de que ele é um preso político, ou adotar uma estratégia pragmática de desistir do seu nome mesmo antes de uma decisão final para garantir um candidato que não corra o risco real de ser impugnado.

Na hipótese de o PT manter Lula e ele ser barrado definitivamente depois do dia 17, mas antes do primeiro turno, sua foto provavelmente constará na urna, pois não haveria mais tempo hábil para retirá-lo do sistema, explicou à BBC News Brasil um ex-ministro do TSE.

Nesse cenário, todos os votos 13 (número do PT) seriam considerados nulos. Vale lembrar que os candidatos que vão para o segundo turno são o primeiro e o segundo colocado entre os votos válidos, mesmo que os votos brancos e nulos somem mais de 50%.

PT afirma que Lula é preso político e que condenação no caso do tríplex do Guarujá foi ilegal
PT afirma que Lula é preso político e que condenação no caso do tríplex do Guarujá foi ilegal

Foto: AFP / BBC News Brasil

E se a análise sobre a candidatura de Lula demorar mais?

Se não houver uma definição até a eleição, marcada para outubro, Lula poderá disputar.

Na hipótese de ele ficar entre os dois primeiros colocados no primeiro turno (dia 7), mas ser barrado da disputa antes do segundo (dia 28), seus votos seriam anulados e o terceiro colocado disputaria o turno final no lugar de Lula, afirma o advogado Marcelo Peregrino, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.

Uma eventual votação significativa, mas que seja impedida no segundo turno, pode levar a “uma discussão séria sobre a legitimidade do novo presidente”, observa Peregrino.

Se a análise da candidatura de Lula se estender tanto a ponto de ele conseguir disputar o segundo turno e, eventualmente, ganhar a disputa, sua candidatura pode vir a ser cassada pela Justiça Eleitoral mesmo depois de eleito presidente.

“Nesse caso, o presidente da Câmara assume a Presidência da República e convoca novas eleições diretas em 90 dias”, ressalta.

Na avaliação de Peregrino, é possível que esses cenários ocorram, pois a análise do TSE sobre as candidaturas não é rápida, e Lula ainda poderia recorrer depois ao Supremo.

Já o advogado Alberto Rollo, presidente do Instituto de Direito Político Eleitoral e Administrativo, tem entendimento contrário e acredita que a Justiça tende a dar celeridade ao caso.

Lula poderá fazer campanha mesmo preso?

Lula está preso porque o STF decidiu que condenados em segunda instância podem começar a cumprir pena mesmo que ainda caibam recursos contra essa condenação nas cortes superiores (o próprio STF e o Superior Tribunal de Justiça).

Essa decisão não interfere em seus direitos políticos e, por isso, Lula pode fazer campanha enquanto seu registro como candidato ainda estiver em análise no TSE e no STF.

No entanto, a juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena do ex-presidente, tem negado todos os pedidos para que Lula grave vídeos, conceda entrevistas ou saia da cadeia para participar de eventos como a convenção do PT nesse sábado.

Juíza responsável pela execução da pena de Lula não tem permitido que ele grave vídeos, conceda entrevistas ou saia da cadeia para eventos do PT
Juíza responsável pela execução da pena de Lula não tem permitido que ele grave vídeos, conceda entrevistas ou saia da cadeia para eventos do PT

Foto: EPA / BBC News Brasil

Se a defesa do petista não conseguir reverter essas decisões em instâncias superiores, o PT poderá fazer campanha para Lula, mas com imagens de arquivo ou novas declarações dele por escrito.

Além disso, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, já anunciou que o Ministério Público Eleitoral pedirá na Justiça o reembolso de recursos públicos usados em campanha por candidatos que estão em situações de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa.

Ao trazer a ameaça de ressarcimento dos recursos usados na campanha, a PGR tenta constranger o candidato que sabe que provavelmente será barrado pela Lei da Ficha Limpa a não realizar esses gastos, restringindo sua capacidade de participar efetivamente da corrida eleitoral. Caberá, porém, à Justiça Eleitoral determinar se de fato o ressarcimento terá o que ser feito.

Quais seriam as chances de Lula conseguir aval para sua candidatura?

Lula pode viabilizar sua candidatura se conseguir no TSE ou no STF uma decisão que suspenda sua inelegibilidade sob o argumento de que a condenação no caso triplex do Guarujá foi ilegal.

Os advogados de Lula apresentaram em junho um recurso no Supremo sustentando que esse processo feriu garantias constitucionais, como o direito a ampla defesa e o princípio do juiz natural (afirmam que Sergio Moro, juiz em Curitiba, não poderia ter julgado caso de um apartamento que fica no estado de São Paulo).

Parece improvável que Lula consiga uma decisão favorável. O julgamento do recurso não está marcado ainda, mas há expectativa de que possa ocorrer já na próxima semana. Ele estará pronto para ser pautado após a manifestação final de defesa, cujo prazo termina na segunda-feira (6).

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Boi petista cai de barranco e outros 28 se jogam em ‘efeito manada’ no ES, veja o vídeo

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Todos os animais morreram e o dono da propriedade teve um prejuízo de R$ 36 mil. O caso aconteceu em Castelo, no Sul do Estado, nesta quinta-feira.

Um boi morreu ao cair de um barranco enquanto pastava e outros 28 animais foram atrás e também morreram.

O fato foi filmado pelo dono da propriedade rural que fica em Barra Alegre, em Castelo, no Sul do Espírito Santo, nesta quinta-feira (3). Ele teve um prejuízo de mais de R$ 36 mil.

O comportamento foi explicado por um zootecnista e trata-se de de ‘efeito manada’, que é quando um faz e outro vai atrás.

O criador Geovani Dorigueto não soube dizer a altura do penhasco, mas contou que abriu o curral para os animais pastarem e eles chegaram perto do barranco. Um deles caiu e os outros foram atrás.

“Tudo o que o homem faz durante cinco, seis anos vai numa hora. Estão aí, quase 30 novilhas mortas. De 30, tem uma que não morreu ainda. Fica a lição aí para a ambição”, declarou o criador Geovani Dorigueto.

Veja o vídeo…

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Toffoli diz que Zanin perdeu prazo, entrou com recurso errado e indefere novo pedido de Lula

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

A incompetência desse cidadão que atende pelo nome de Cristiano Zanin é atroz.

Duro é saber que ele, por exemplo, recebeu R$ 68 milhões da Fecomércio para atender, segundo alega, ‘causas de alta complexidade’.

Zanin é um advogado limitadíssimo, de parcos conhecimentos jurídicos, sem condições de atender demandas de ‘alta complexidade’, que se enriqueceu graças aos esquemas montados pelo sogro, Roberto Teixeira, laranja número 1 do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Fecomércio certamente foi um deles.

Por outro lado, o ministro Dias Toffoli certamente não é uma sumidade, mas conhece ‘Direito’ o suficiente para ensinar o advogado abobalhado. Foi o que fez no último pleito interposto
com o objetivo de retirar do juiz Sérgio Moro a ação do sítio de Atibaia.

Zanin protocolou no Supremo Tribunal Federal um pedido de reconsideração da decisão de Toffoli que manteve a ação nas mãos de Sérgio Moro.

Dias Toffoli, em resposta ao petitório de Zanin, ensinou didaticamente que o tipo de recurso adequado para a questão deveria ser um Agravo de Instrumento, que era o que a defesa deveria ter proposto. No entanto, esclareceu o ministro, o prazo
para tal já teria expirado.

“Por sua vez, a petição em questão foi protocolada em 1º/8/18, quando, há muito, expirado o prazo para interposição do recurso cabível, seja pelo prazo estipulado no art. 317 do RISTF (5 dias) ou pelo prazo do art. 1.003, parágrafo 5º c/c art. 219 do novo CPC (15 dias úteis)”, pontuou Toffoli.

Noutras palavras, mesmo havendo extrema boa vontade, difícil ajudar um advogado que não cumpre os prazos determinados pela lei e ainda opta pelo caminho errado para pleitear em favor de seu cliente.

PERDEU MAIS UMA!

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

As 10 perguntas que Dias Toffoli precisa responder para assumir a presidência do STF

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Na iminência de assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), a mais alta Corte da Justiça Brasileira, o ministro Dias Toffoli está envolvido num rumoroso caso de uma suposta ‘mesada’ que recebe mensalmente de sua atual esposa, a
advogada Roberta Rangel.

Tais transações foram consideradas atípicas pela área técnica do Banco Mercantil do Brasil.

A Revista Crusoé, que investigou o caso e fez a denúncia, formulou 10 perguntas que precisam ser respondidas pelo ministro, pois diante de uma mácula de tamanha gravidade, é inaceitável que este cidadão assuma o maior cargo na hierarquia do Judiciário do país.

Eis as
questões:

1- Qual é a razão das transferências feitas por sua
esposa, Roberta Rangel, para a conta no Banco Mercantil?

2- Os valores transferidos tem relação com a atividade do
escritório mantido por sua esposa?

3- O senhor vê algum tipo de conflito em sua esposa ter
clientes com interesse no STF?

4- Como começou a sua relação com o Banco Mercantil?

5- Por que o senhor tomou um empréstimo de R$ 900 mil no
Banco Mercantil e que destino foi dado ao dinheiro?

6- Por que é um servidor de seu gabinete, Ricardo Newman,
que movimenta a conta?

7- Por que o senhor transferiu R$ 150 mil a Ricardo
Newman?

8- Qual o motivo das transferências mensais de R$ 50 mil
para a sua ex-mulher, Mônica Ortega?

9- Não há incompatibilidade entre o seu salário como
ministro do Supremo e os valores transferidos a sua ex-mulher?

10- O que o senhor tem a dizer acerca das conclusões da área técnica do
Banco Mercantil, que viu as transações como atípicas e suspeitas?

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Grevista de fome, irmão do cantor Chico Cesar, já não diz coisa com coisa (Veja o Vídeo)

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Entre os seis voluntários da greve de fome como forma de manifestação pela soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um deles chama atenção por ser irmão de uma pessoa famosa.

Luiz Gonzaga da Silva, o Gegê, é irmão do cantor e compositor Chico César. Ativo militante, ele tem demonstrado que não está nada bem. Nas entrevistas, deixa transparecer claramente o seu estado, no mínimo ‘anormal’, desconectado da realidade, anestesiado.

Ele fala em ’20 anos sem dinheiro para a saúde, 20 anos sem dinheiro para a educação, 20 anos sem dinheiro para a cultura’. Ora, durante 13 anos foi o PT que esteve no poder.

Gegê tem um histórico de grande envolvimento com movimentos populares e sindicais. Ex-metalúrgico, ex-gráfico, ex-diretor da CUT, ex-líder do Movimento de Moradia do Centro e atualmente na Central dos Movimentos Populares de São Paulo. É um
petista histórico.

Tido como um homem de ‘estopim’ curtíssimo. Já esteve preso por quase dois meses, acusado de um homicídio em um acampamento de sem-teto. Acabou sendo absolvido pelo Tribunal do Júri.

Gegê já morou em favelas e em cortiços e tem pouca afinidade com o irmão famoso.

Veja o vídeo com a entrevista do grevista e tire suas conclusões.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

CHOCANTE E REVOLTANTE: Os vídeos da advogada Tatiane Spitzner sendo agredida pelo marido e jogada do quarto andar

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Imagens mostram agressões de marido a advogada que caiu do 4º andar de prédio

Crime aconteceu em Guarapuava, em 22 de julho; marido está preso suspeito de feminicídio.

Imagens de câmeras de segurança do prédio mostram agressões do marido suspeito pela morte da advogada Tatiane Spitzner, que caiu do quarto andar de um prédio em Guarapuava.

O que se sabe do caso de Tatiane Spitzner

As câmeras de segurança do prédio onde o casal morava registraram momentos antes da queda da advogada. Os dois chegam ao local de carro. Segundo a polícia, ainda dentro do veículo, o marido comete agressões contra ela.

Ainda conforme a polícia, ele retira Tatiane do carro, ainda sob agressões. O casal entra no prédio. A advogada entra correndo no elevador para, segundo a polícia, tentar fugir.

Assista os vídeos:

Ocorrem agressões no elevador e Luis Felipe impede a fuga da advogada

Ele limpa o sangue no chão….

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Janaina Paschoal diz à Rádio Eldorado se for vice de Bolsonaro é para “revolucionar o País”

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Advogada Janaina Paschoal dá entrevista à Rádio Eldorado se mostrando otimista com possibilidade de ser vice na chapa presidencial de Bolsonaro

Até quando o deputado federal e pré-candidato presidencial Jair Bolsonaro (PSL-RJ) vai continuar dando “murro em ponta de faca”, e tomar consciência de que a advogada Janaina Pachoal, uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseef é melhor opção para ser vice.

Tanto que mesmo Janaina dizendo nesta manhã (19) à Rádio Eldorado que: “Não teria como responder (se aceitaria ou não ser vice na chapa de Bolsonaro) porque nada foi perguntado”.

Se mostrou otimista com a possibilidade, por ser duas pessoas de personalidade fortes: “Se essa dupla acontecer, será para revolucionar o país.”

E completou. “Não conheço ninguém que ame mais o Brasil do que eu. Para o País seria algo significativo”.

Se realmente Bolsonaro disse hoje em sua conta pessoal no Twitter – que “seu partido é o povo” -, numa referência às negativas de PR e PRP em compor uma aliança com sua candidatura nessa corrida presidencial.

Janaina com certeza é a opção. Ao ponto dela afirmar na entrevista que se for mesmo candidata nessas eleições, pretende governar com “o povo”.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Na maior cara de pau: “Gleisi Hoffmann anuncia Manuela D’Ávila do PCdoB como vice de Lula”

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Gleisi Hoffmann anuncia deputada federal Manuela D’Ávila como vice-presidente na chapa de Lula, mesmo enquadrado na Lei da Ficha Limpa

Só mesmo à presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, para ter a cara de pau em dizer que, a deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB) será vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mesmo após o presidente do Tribunal Eleitoral (TSE)

e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, ter afirmado nesta semana em rede nacional “a inelegibilidade chapada” de Lula para eleições, ou seja, que não deixa dúvidas.

Gleisi que na noite de ontem em Curitiba, durante uma conversa com uma caravana de petista vinda de Pernambuco para Vigília Lula Livre, segundo o Blog do Esmael, teria anunciado a escolha de Manuela a vice-presidência.

Mas em nenhum momento mencionou Lula, que está atolado até pescoço na Lei da Ficha Limpa, circunstância na qual se baseia a afirmação do presidente do TSE Luiz Fux.

Tanto que o ministro deixou claro, que candidatos atingidos pela Ficha Limpa serão barrados pelo TSE, ao ponto de não buscarem liminares na Justiça para “forçar” uma sob judice, isto é, pendentes de uma decisão final.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Compartilhe: peloamordeDeus.com