Ministro da Defesa e Exército se reúnem em nova decisão sobre o general Mourão

Compartilhe agora:

A mais recente polêmica envolvendo o alto comando das Forças Armadas, em especial, no caso em que trata das declarações dadas em palestra, na última sexta-feira (15) em uma loja maçônica, pelo general Antônio Hamilton Martins Mourão, continua rendendo grande repercussão, alem de trazer novos desdobramentos para o caso em questão.

O caso remete ao discurso do general Mourão, que chegou a considerar até mesmo, uma espécie de “intervenção militar”, se os poderes constituídos da República, como o Judiciário, Executivo e Legislativo, não conseguirem resolver os graves problemas do país, em se tratando, principalmente, de casos relacionadas à corrupção nos três poderes, o que acarretaria que as Forças Armadas do país, tivessem que dar uma resposta, um respaldo à população brasileira.

Reunião da cúpula do Exército com o ministro da Defesa

O general Eduardo Villas Bôas, que é o comandante-geral do Exército brasileiro, foi convocado para um reunião, juntamente ao ministro da Defesa do #Governo do presidente Michel Temer, Raul Jungmann.

A reunião durou mais de uma hora e o Alto Comando do Exército pôde acertar juntamente ao ministro da Defesa, de que não haveria qualquer tipo de punição formal, dirigida ao general Antônio Mourão.

A intenção é que não haja algum tipo de punição, para que ele não se transforme num “herói” interno, o que resultaria em um provável aumento da crise enfrentada.

Entretanto, de acordo com o que foi tratado na reunião entre Villas Bôas e Jungmann, o general Mourão deverá ser chamado pelo comandante-geral do Exército, para que seja, de certa forma, advertido, de que quem responde pelo Alto Comando da instituição militar, é o general Eduardo Villas Bôas.

Ainda segundo a repercussão desse encontro, será dito ao general Mourão que ele teria sido “inconveniente” em suas declarações, de modo que o Exército não seja considerado um fator de instabilidade no país, mas sim que responda aos valores, através da legalidade e legitimidade.

Todo o desfecho do episódio foi cuidadosamente orquestrado pelo comandante-geral da Força, general Eduardo Villas Bôas e pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann. O principal objetivo de ambos, é que se evitassem “rusgas” e problemas inerentes à autoridade de ambos. Tudo teria sido acertado com muitas indas e vindas.

A reunião também contou com a participação do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Etchegoyen.

De acordo com os primeiros resultados da reunião, o general Mourão poderá ir para a reserva, daqui a seis meses, além de candidato a presidente do Clube Militar, em uma eleição prevista para o mês de maio do ano que vem.


Leia mais em: PoliticaMente

:) Espalhe essa notícia


:) Receba as novas notícias no Facebook


:) Curtir o site




VIRALIZOU: Honestidade de menino emociona eletricista que foi cortar luz de casa por falta de pagamento
Coluna: Coisa Linda



Filho de doméstica e pedreiro, jovem de SC tenta conseguir dinheiro para estudar em Harvard
Coluna: Coisa Linda



Moradores relatam suposto pouso de ‘disco voador’ no litoral de SP. Marcas na vegetação e relatos de munícipes falam sobre evento misterioso em Peruíbe
Coluna: Sobrenatural



Navio que surgiu em praia de SP pode guardar ‘tesouro’ desconhecido. 100 anos enterrado e está praticamente intacta.
Coluna: Sobrenatural



De volta à Câmara Temer exonera 8 ministros; veja estratégias para barrar denúncia
Coluna: PoliticaMente



SERÁ MESMO? Delações mostram que Dilma sofreu impeachment porque se opôs a esquema de corrupção
Coluna: PoliticaMente



VERGONHA: DEPOIS DE 1 MÊS prefeito do Rio visita Praia da Macumba, na Zona Oeste do Rio, para vistoriar obras de contenção
Coluna: PoliticaMente



VÍDEO: Especialista em sexualidade explica como ensino de “ideologia de gênero” em escolas é prejudicial para crianças
Coluna: Videos



Extinção da Lei Rouanet bate recorde e alcança 100 mil apoiadores no Senado
Coluna: PoliticaMente



VÍDEO: “Aécio representa as vontades dos políticos que serão ‘escaralhados’ pela Lava Jato”, diz Tognolli
Coluna: PoliticaMente



VÍDEO: “Para Lulistas, pobre tem que revirar lixo”, diz Joice Hasselmann
Coluna: PoliticaMente



Thiago Lacerda da piti com seguidores: “Falta nu na vida dessa gente hipócrita e reprimida”
Coluna: Comportamento



Todos os detalhes e mentiras do emblemático inventário de Dona Marisa. A farsa acabou!
Coluna: PoliticaMente



Casal de pastores é indiciado por estupros de fiéis em Edeia, deveriam ter relações sexuais com o homem para quebrar maldições
Coluna: Policial



Pilotos da Air Berlin são investigados por manobra arriscada em ‘voo de despedida’. RASANTE NA TORRE DE CONTROLE!
Coluna: Pelo Mundo



NÃO ME ENGANA: Dodge, a nova ‘bosta’ na PGR, que quer se passar por boazinha, aponta Geddel como ‘líder de organização criminosa’. EU QUERO É MAIS CADEIA E MENOS BLÁ BLÁ BLÁ!!!!
Coluna: PoliticaMente



VÍDEO – PASMEM! LULA discursa DESNORTEADO e ganha conselho: “PICA A MULA, FOGE”. Conheça o “LÍDER” da Esquerda
Coluna: PoliticaMente



ASSISTA O VÍDEO ESPETACULAR: SENADO declara o FIM DO STF e SENADORES agora são INTOCÁVEIS.
Coluna: PoliticaMente



O REI DA ENGANAÇÃO POLÍTICA! Trump viaja com sósia de Melania e internet não perdoa!
Coluna: Pelo Mundo



Rio 2016: Cabral e Nuzman viram réus por corrupção, mas como aqui é Brasil, Nuzman foi solto pelo STJ
Coluna: PoliticaMente



ESTE É O NOSSO BRASIL PF intercepta ligação telefônica entre Aécio e Gilmar Mendes, com confirmação de crimes…
Coluna: PoliticaMente



Síndica do prédio dos R$ 51 mi diz que a chave do bunker era “pega” por Geddel e Lúcio
Coluna: PoliticaMente



Na Rússia: Gleisi e Paulo Bernardo são vaiados por brasileiros em museu de São Petersburgo
Coluna: Pelo Mundo



BOMBA!!! POR ESSA A FÁTIMA BERNARDES NÃO ESPERAVA (VEJA O VÍDEO)
Coluna: PoliticaMente



URGENTE: Janaína Paschoal se desespera com ameaças de morte e pede ajuda
Coluna: PoliticaMente


6744 postagens