Arquivo da categoria: Policial

O FIM DE DILMA E LULA CHEGOU: Palocci e Polícia Federal fecham acordo de delação premiada

Negociação avançou nos últimos dias; colaboração ainda precisa ser homologada pela Justiça

Preso desde setembro de 2016, o ex-ministro Antonio Palocci assinou acordo de delação premiada com a Polícia Federal.

Fontes vinculadas ao caso confirmaram ao GLOBO que a colaboração avançou com rapidez nos últimos dias.

Em sigilo, além de terem fixado as bases dos benefícios que serão concedidos a Palocci, os investigadores inclusive já teriam concluído a fase de depoimentos.

A colaboração de Palocci, no entanto, ainda não foi homologada pela Justiça.

As revelações do ex-ministro devem dar um novo impulso à Lava-Jato.

As informações e os documentos fornecidos por ele seriam suficientes para abertura de novos inquéritos, operações e até mesmo prisões, segundo revelou ao GLOBO uma fonte que conhece o caso de perto.

Palocci fez acordo com a Polícia Federal depois de tentar, sem sucesso, negociar uma colaboração com os procuradores da força-tarefa da Lava-Jato.

MERECE PENA DE MORTE? ‘Atropelei geral’, diz motorista após gastar R$ 740 em vodca no RJ. A Justiça decretou a prisão de Renan Fernandes Nascimento.

Em áudio, motorista fala sobre acidente com morto e feridos: ‘Atropelei geral’

A Justiça decretou a prisão de Renan Fernandes Nascimento,que dirigia o carro que atropelou três amigos que saíam de uma boate. Um jovem morreu no local.

O homem que atropelou três amigos na saída de uma boate na Barra da Tijuca, na sexta-feira (20), assumiu a autoria do atropelamento em um aúdio enviado à namorada por um aplicativo de mensagens. As informações são da polícia, que investiga se o acidente foi proposital — como alega uma das vítimas.

A Justiça decretou a prisão de Renan Fernandes Nascimento. Era ele quem dirigia um carro preto que atropelou três amigos na Zona Oeste. Os três rapazes saíam de uma boate, onde comemoravam o aniversário de 26 anos de Rafael Afonso. O aniversariante morreu no local.

Um amigo, que sofreu ferimentos leves, contou que houve uma discusão um pouco antes do acidente. “Um quarto amigo nosso teve uma discusão com esse cara do carro, e esse cara falou que ia pegar uma arma. Eu fui até ele ‘pra deixar disso’, pra ele não fazer nada. Para mim, tinha morrido ali. Saímos pra ir até o nosso carro, que estava parado depois do posto; nisso, foi quando só deu para escutar o barulho do pneu do carro cantando e a porrada pegando a gente pelas costas”, detalhou o amigo.

A polícia chegou até Renan depois de identificar a placa do carro em um vídeo gravado momentos depois do atropelamento. Nas imagens, é possível ver Renan parar o carro e uma mulher descer. Em seguida, a mulher embarca e o carro arranca ainda com a porta aberta.

Os investigadores confirmaram que Renan estava na boate e que gastou mais de R$ 820 em dois combos de vodca e energéticos. A polícia tem uma mensagem de áudio em que Renan confessa o atropelamento.

“Atropelei geral, atropelei mais de cinco pessoas, tá? Vou ser preso, não sei nem o que vou fazer…”, diz Renan na mensagem.

“Ele utilizou o carro como instrumento para matar as pessoas, não foi um crime de trânsito, porque a medida em que você ouve uma pessoa dizendo que levantou todo mundo, que dirigiu o carro, que foi pra frente, que foi pra atingir, essa pessoa não pode ser enquadrada na lei de trânsito”, disse a delegada Adriana Belém.

Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 1 mil por informações sobre acusado

Disque Denúncia oferece recompensa por ifnormações que levem ao acusado (Foto: Divulgação)

Disque Denúncia oferece recompensa por ifnormações que levem ao acusado (Foto: Divulgação)

O Portal dos Procurados divulgou, nesta terça (24), um cartaz que oferece uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levem a prisão Renan Fernandes Nascimento, que é o principal suspeito de atropelar três amigos na saída de uma boate na Barra da Tijuca na sexta-feira (20).

A polícia chegou até Renan depois de identificar a placa do carro em um vídeo gravado momentos depois do atropelamento. Assim, a Justiça expediu, por meio da delagada Adriana Belém, da 16ª DP (Barra da Tijuca), um mandado de prisão temporária de trinta dias pelo crime de homicídio qualificado.

Informações a respeito da localização do acusado podem ser enviadas por mensagens ao telefone do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; por meio da Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através das redes sociais ou pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Todas as informações serão direcionadas para 16ª DP Barra – que está encarregada das investigações e do inquérito criminal.

VÍDEO EXCLUSIVO E CHOCANTE: Policiais da PM fazem ritual de exorcismo em bandido e expulsam o espírito do demônio!

. Assista o vídeo!Um vídeo publicado no Facebook na última terça-feira, mostra pelo menos quatro policias militares (PM-GO) realizando um ritual de exorcismo em um homem não identificado, que estava sem camiseta.

O vídeo de nove minutos mostra o rapaz sendo segurado por dois policiais, enquanto um terceiro PM segura na cabeça do jovem, bastante agitado, dizendo as palavras: “Sai em nome de Jesus!”

O vídeo acima foi gravado por um pedestre que estava passando pelo local e já foi compartilhado por quase 12 mil pessoas em menos de 24 horas, após ser publicado nas redes sociais.

A assessoria disse apenas que o fato ocorreu na cidade de Goianira no interior do estado de Goiás e que o motivo inicial que levou a viatura a ser chamada no local foi o fato do suspeito ter quebrado alguns objetos em um bar da região.

Até o final da gravação, que dura cerca de 9 minutos, o jovem que estava sendo “abordado” ainda não tinha sido controlado ou mesmo acalmado pelos soldados.

 
Os termos exorcismo, esconjuração ou esconjuro, denominam o ritual executado por uma pessoa devidamente autorizada para expulsar espíritos malignos (ou demônios) de uma pessoa que acredite estar num estado de possessão demoníaca.

Atualmente é realizado em diversos programas evangélicos na televisão e em dias de culto específicos, conhecidos como “sessões de descarrego”.