Arquivo da categoria: Comportamento

NÃO FALTA MAIS NADA: Cantora de “Tô Usando Crack” é atração no Festival Lula Livre (Veja o Vídeo)

O PT realiza neste sábado (28) no Rio de Janeiro o Festival Lula Livre.

Inúmeros shows, intercalados de discursos dos defensores da ideia de
soltura de um homem condenado pelo cometimento dos crimes de corrupção e
lavagem de dinheiro, estão programados para o evento.

Entre as atrações da festa a ‘cantora’ MC Carol, que tem como um dos
seus principais ‘sucessos’ a música ‘Tô usando crack’.

O show representa o PT mais uma vez tripudiando sobre a legislação
eleitoral.

Também subirão no infame palco Chico Buarque, Gilberto Gil, Chico César e
Beth Carvalho, entre outros beneficiários das benesses proporcionadas pelos governos
do presidiário e de Dilma Rousseff.

Veja abaixo, o que é a ‘arte’ de MC Carol. O vídeo e a letra:

Tô Usando Crack

MC Carol

Tô, tô

Tô, tô

Tô usando crack, crack

Tô usando

Tô, tô

Tô usando crack

Larguei minha família, a escola, você sabe

Parei com a maconha, tô tô usando crack

Tô usando crack

Larguei minha família, a escola, você sabe

Parei com a maconha, tô tô usando crack

Tô usando crack

No copo de guaravita eu fico suave

Tô usando crack

Tô usando crack

A maconha te engorda use crack que é mais light

Tô usando crack

Tô usando crack

Vou perder os meus amigos

Se prostituir faz parte

PT tripudia sobre o cadáver de Rayneia e repúdio de Danilo Gentili viraliza

O PT é
infame. Quando se trata dos parceiros, tudo é permitido.

Três
dias após a morte de Raynéia Lima, finalmente o partido resolveu se manifestar,
mas de maneira extremamente amena.

Gleisi,
a presidente da legenda, foi voto vencido e se recusou a assinar a nota.

Por
ela, o partido não se manifestaria, afinal trata-se de um parceiro ideológico,
o ditador da Nicarágua, Daniel Ortega.

A nota
foi assinada pela esposa do criminoso Delúbio Soares, a secretária de relações
internacionais do partido Monica Valente.

Em tom
brando, a missiva petista pede ás “autoridades nicaraguenses a pronta apuração
dos fatos que cercam este crime que vitimou uma jovem que nada tinha a ver com
os conflitos locais”
.

Na
realidade, o PT, os agregados do PT, as feministas do PT, os artistas do PT estão todos no mais
absoluto silêncio. Aos amigos e parceiros, tudo é permitido, até matar.

Uma
covardia!

Danili Gentili foi cirúrgico em sua manifestação sobre o caso. Veja abaixo: 

Amanda Costa

Anitta: rainha dos pobres, bregas, surdos e sem noção lança mais uma bosta de música chamada ‘Medicina’

MISERICÓRDIA SENHOR, ELA NÃO SABE O LIXO QUE CANTA!

Anitta lança música ‘Medicina’ após fazer reality mostrando escolha de novo single.

Clipe começou a ser gravado no início de julho, na Colômbia, e deve contar com registros em outras cinco cidades do mundo.

pós realizar um reality show para mostrar a escolha de seu novo single, Anitta decidiu por lançar a música “Medicina”, mais uma faixa da cantora em espanhol.

A faixa está disponível nas platafomras digitais e é composição da cantora com Jon Leone, Maurício Montaner, Mario Cáceres e Andy Clay.

O clipe de “Medicina” começou a ser gravado no início de julho, na Colômbia, e segundo Anitta, deve contar com registros em seis cidades do mundo.

Esta semana, ela escreveu no Twitter que o clipe já foi finalizado.

Anitta também já tem pronto seu próximo single e o clipe referente a ele.

O vídeo de “Veneno” foi gravado no Brasil.

11
comentários

ASSASSINA Suzane von Richthofen ganha filme de cinema: ‘A menina que matou os pais’. VAI GANHAR 15 MILHÕES…

O BRASIL AGONIZA COM TANTOS ASSASSINOS QUE ACABAM SE DANDO BEM! POLÍTICOS, FILHINHOS DE PAPAI, JOGADOR DE FUTEBOL, PRESIDENTES….

História de Suzane von Richthofen será retratada no filme ‘A menina que matou os pais’
Filmagens começam ainda neste ano e estreia é prevista para 2019. Thriller psicológico discutirá motivos que levaram Suzane a planejar assassinato dos pais, diz diretor.

Os acontecimentos que envolvem o crime e o julgamento de Suzane Von Richthofen e Daniel Cravinhos serão retratados no fime “A menina que matou os pais”, anunciado nesta terça-feira (17) pela distribuidora Vitrine Filmes.

Os dois são réus confessos pelo assassinato de Manfred e Marísia von Richthofen, pais de Suzane, em outubro de 2002. O episódio é um dos mais lembrados casos policiais do Brasil.

As filmagens devem começar ainda no segundo semestre deste ano. A estreia é prevista para 2019.

Mauricio Eça (“Apneia” e “Carrossel”) assina a direção. Em um comunicado, ele diz que o filme será um “thriller psicológico de suspense”, que abordará os motivos em torno do crime com “detalhes e discussões nunca antes debatidos sobre o caso”.

“O filme traz um tema que muita gente conhece e tem ideias preconcebidas, mas as pessoas não sabem o mais importante, que é o motivo que levou a filha a, junto com seu namorado, matar os pais.”

O roteiro é assinado pela criminóloga Ilana Casoy, autora do livro “O quinto mandamento” (Arx, 2006), que reconstitui o assassinato dos Richthofen, e pelo escritor de literatura policial Raphael Montes.

A pesquisa para construção da história durou cerca de seis meses e analisou arquivos públicos do julgamento, desde o assassinato até a condenação. Diretor, produtora e distribuidora estão realizando testes para escolher o elenco do filme.

O crime

Manfred e Marísia foram mortos a pauladas enquanto dormiam. O crime foi cometido pelos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos, à época namorado e cunhado de Suzane. Ela foi condenada a 39 anos de prisão por ter sido considerada mentora da ação.

Daniel Cravinhos já cumpre pena no regime aberto. Cristian estava no mesmo regime, mas foi preso neste ano por posse ilegal de munição após se envolver em uma confusão em um bar de Sorocaba (SP).

Uma tragédia está acontecendo no Brasil – Alexandre Garcia resume porque as pessoas estão fugindo do País

Milhões de brasileiros estão unidos por um pensamento.

Deixar o país.

Sair para viver e trabalhar, principalmente nos Estados Unidos e Portugal. É resultado de uma pesquisa do Datafolha, divulgada há poucos dias.

A maior parte, jovens entre 16 e 24 anos. Nessa faixa etária, 60% dos jovens pesquisados gostariam de ir embora. Entre 25 e 34 anos, metade dos brasileiros ouvidos gostariam de abandonar o país. Entre 35 e 44 anos, 44% sonham em deixar o Brasil. De 45 a 59 anos, um em cada três pesquisados pensam em ir embora.

Entre os acima de 60 anos, um em cada quatro. Como se nota, na medida em que a idade avança, em que as pessoas têm mais compromissos familiares, empresariais, laborais – raízes, enfim – o percentual diminui. Mas entre os jovens que buscam oportunidades, seis em cada dez gostariam de ir embora.

As razões dessa idéia de tanta gente são muitas. Jovens que já estudaram no exterior e experimentaram mais segurança, mais valorização ao conhecimento e a ciência, mais oportunidades de melhores salários, voltam e ficam chocados.

Brasileiros que passaram a viajar mais para o exterior, ficaram conhecendo ambiente mais organizado, mais seguro, mais previsível. Os de mais idade fazem planos para uma aposentadoria longe de assaltos, balas perdidas, trânsito caótico; em lugares onde possam passear, sair à noite, ir a restaurantes e a espetáculos com mais frequência.

Todos dizem que fora do Brasil e vida é mais barata e, óbvio, mais segura.

As gerações mais jovens são o maior patrimônio de uma nação; elas são a garantia de sobrevivência, de continuidade, de futuro. Por isso, uma país como Portugal, nossa matriz, abre as portas para jovens com conhecimento. Com 11 milhões de habitantes e natalidade baixa, Portugal incentiva a vinda de jovens bem formados, que vão ser cidadãos úteis e produtivos para o país.

Nossa pátria-mãe tem noção de algo que o Brasil parece ter perdido. Interessante que haja milhares de brasileiros ilegais nos Estados Unidos – calculam em mais de 100 mil – que fugiram do país cheio de leis trabalhistas para buscarem emprego no país que não tem leis trabalhistas.

O que está havendo conosco? Que desânimo é esse? O que perdemos ou o que nos tiraram? Já que estamos em clima de Copa do Mundo, lembro do tricampeonato no México, em 1970.

Eu tinha quase 30 anos e testemunhei o entusiasmo do “Pra Frente Brasil”, do “80 Milhões em Ação”, que ajudou a fazer o Milagre Econômico: o país cresceu, por três anos consecutivos, à média de 11,2% ao ano – um crescimento chinês. Não havia desemprego. Atividade econômica plena.

Por puro entusiasmo, que mandava os que pegaram em armas para implantar aqui uma ditadura socialista(como conta um deles, Fernando Gabeira), irem embora: “Brasil, ame-o ou deixe-o” dizia o plástico nos vidros de grande parte dos automóveis.

Pois agora querem deixar o país aqueles que o amam. Uma tragédia.

Alexandre Garcia

Texto extraído do Facebook Oficial de Alexandre Garcia

‘Tô de boa com meu chifre, mas você vai aprender!’ Mulher é indiciada por divulgar nudes de nova namorada do ex

Rapaz que teve relacionamento com a menor e armazenou as imagens também foi indiciado. O caso foi registrado pela Polícia Civil na região norte do Tocantins.

Duas pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil por armazenar e divulgar fotos e vídeos pornográficos de uma adolescente de 15 anos. Um dos suspeitos é um jovem de 22 anos que teve um relacionamento com a menor. O material teria sido divulgado após a vítima sofrer ameaças de uma ex-namorada do rapaz.

O caso foi registrado em uma cidade na região norte do Tocantins. As investigações começaram após fotos e vídeos da vítima serem divulgados em um aplicativo de conversas pelo celular. O nome dos suspeitos e o local não serão informados nessa reportagem para preservar a identidade da adolescente.

A Polícia Civil apurou que a menor teve um relacionamento por cerca de duas semanas com o jovem. Em um dos encontros, o rapaz teria deixado a menina sob efeito de álcool. Após manterem relação sexual, a jovem tirou fotos e fez um vídeo íntimo a pedido do companheiro.

Porém, depois disso, a ex-namorada do rapaz descobriu o relacionamento e passou a ameaçar a adolescente: “Eu não quero saber é de nada. Tô de boas com meu chifre, mas você vai aprender a mexer com macho alheio. Não quer ser a putona, agora aguenta carga […].”

A mulher teve acesso o material pornográfico e divulgou o vídeo no status do WhatsApp, enquanto conversava com a adolescente. Segundo a polícia, ela afirmou que o rapaz teria divulgado as fotos.

Jovem teria divulgado vídeo íntimo em status do aplicativo (Foto: Reprodução)

Jovem teria divulgado vídeo íntimo em status do aplicativo (Foto: Reprodução)

‘Existem gays na PM, e muitos’, diz soldado ameaçado por policiais após beijar rapaz no Metrô de SP

Leandro Prior falou com o G1 após vídeo não autorizado viralizar na internet. ‘95% das ameaças são de PMs’, diz policial militar que, abalado, se afastou da corporação para tratamento médico.

Há quase quatro anos, Leandro Prior teve de responder a um questionário para entrar na Polícia Militar (PM) de São Paulo que perguntava sua opinião a respeito do “homossexualismo”. Disse ter respondido que “não achava nada” até porque também é “homossexual”.

Aprovado, trabalha desde então no 13º Batalhão da PM, na capital paulista. Ele atua na Força Tática por meio do Programa Vizinhança Solidária na Cracolândia, área da região central de São Paulo conhecida pelo tráfico e consumo de drogas ao ar livre.

Nesse período, Prior se lembra de ter sido vítima de preconceito por conta de sua orientação sexual uma única vez diretamente e, nas outras, de forma velada. (veja entrevista no vídeo acima)

“Houve um caso onde apontaram o dedo. Foi dito que ‘com ele eu não trabalho’. Foi direto, curto e grosso. E a pessoa disse: ‘você sabe por que’. […] Os outros casos são velados, mas esse foi o único caso mais direto antes desse caso do vídeo”, conta aoG1 o PM.

“O caso do vídeo” a que se refere o soldado é o que foi feito por celular sem sua autorização. As imagens mostram o policial fardado beijando na boca outro homem, em trajes civis, no Metrô de São Paulo. Nada anormal para uma capital que todo ano tem uma das maiores paradas gays do mundo e desenvolve campanhas contra a discriminação por gênero e orientação sexual.

Mas quem filmou Prior dando um “selinho” em seu amigo não entendeu assim. Naquela ocasião, o policial havia deixado o trabalho, mas aparecia fardado dentro de um vagão da Linha 3-Vermelha do Metrô, o que chamou a atenção do desconhecido que gravou a cena.

Segundo Prior, até a corporação informa que não há regulamento que proíba manifestações de afeto fora do ambiente profissional. “Acredito que não seja proibido pelo artigo 104 da I-24 PM, onde ela permite atos de afeto fora da administração, área de administração militar”, diz o soldado de 27 anos.

O G1 entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública (SSP) para comentar o caso de Prior e aguarda retorno.

Vídeo viralizou

Além de filmar o beijo que Prior deu no rapaz para se despedir, o responsável pela gravação resolveu compartilhar o vídeo, primeiramente num grupo fechado de policiais no aplicativo de celular WhatsApp. Logo depois a filmagem viralizou, mudando a vida de Prior a partir de junho.

“Não faço ideia [de quem gravou o vídeo], mas quero saber”, diz Prior, que não percebeu a gravação e busca a punição de quem a compartilhou. “Se tivesse percebido, eu mesmo teria tirado o celular da pessoa. Estou me sentindo assim… Como é que eu posso te dizer? Ainda um pouco aéreo, um pouco baqueado porque tomou uma repercussão muito grande”.

Da esquerda para a direita: vídeo com beijo de soldado beijando homem no Metrô de SP viralizou e gerou ofensas nas redes sociais, como a do lado, postada por um policial da Rota (Foto: Arquivo/Reprodução/Redes Sociais)

Da esquerda para a direita: vídeo com beijo de soldado beijando homem no Metrô de SP viralizou e gerou ofensas nas redes sociais, como a do lado, postada por um policial da Rota (Foto: Arquivo/Reprodução/Redes Sociais)

Ameaça de morte

A cada compartilhamento nas redes sociais, Prior recebia um xingamento, uma ofensa e até ameaças de morte acompanhando o vídeo.

“Aqui não aceitamos um policial fardado em pleno Metrô beijando um homem na boca. Desgraçado, desonra para minha corporação. Esse tinha que morrer na pedrada! Canalha safado! Se alguém não gostar desse comentário, f* você também!”, é uma mensagem postada na página do Facebook de um policial militar das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), tropa de elite da PM.

Declarações como essa levaram Prior a acionar a Polícia Civil e a Polícia Militar para tomarem providências criminais e administrativas contra policiais que o estão ameaçando. Os casos são acompanhados pelo advogado de Prior, José Beraldo, membro do Conselho Estadual de Direitos da Pessoa Humana (Condepe), Ariel de Castro, e o ouvidor da Polícia, Benedito Domingos Mariano.

“Eu tenho diversos prints, e 90% a 95% das pessoas que fazem comentário de ódio em todas as redes sociais contra a minha pessoa e a minha vida são vindas de policiais militares”, informa Prior.

Mesmo figurando como vítima de homofobia, o soldado terá de responder a um procedimento administrativo também na corporação. Segundo a PM, a atitude de Prior no Metrô não obedeceu a regras de segurança exigidas pela corporação. Ele teria deixado o coldre da arma aberto. Sua arma foi recolhida.

 Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

Tratamento médico

Alegando motivos de saúde, Prior pediu afastamento da PM para se tratar. Chegou a ser internado numa clínica psiquiátrica e vem tomando remédios contra pânico. Teria de voltar ao trabalho nesta quarta-feira (11), mas disse não ter condições de voltar as atividades ainda.

“Pela pressão, porque as pessoas não imaginam a dimensão que tomam os problemas. Era uma coisa pequena, tomou uma proporção muito grande. Você, do nada, começa a receber ameaças de todos os âmbitos. Eu acredito que, psicologicamente, ainda não esteja apto a retornar”, diz ele, que teria conseguido mais um mês de licença médica.

Na entrevista ao G1, Prior contou que teve de responder a um questionário sobre o que achava do “homossexualismo”. Segundo o ativista LGBTI Agripino Magalhães, que após o episódio passou a acompanhar o soldado e dar assessoramento a ele, o nome apropriado seria “homossexualidade”.

O “homossexualismo” alude a um período em que o termo representava o que então era considerado um distúrbio mental pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 1990, a OMS retirou o item da sua lista internacional de doenças.

“Recordo-me que disse que eu não achava nada [quando perguntado sobre o que achava do ‘homossexualismo’]. A condição sexual do indivíduo não iria interferir no atendimento de ocorrência da minha parte”, diz Prior. “Completei: não vejo problema algum, afinal também sou [homossexual]”.

Soldado Leandro Prior observa busto em miniatura durante entrevista (Foto: Kleber Tomaz/G1)

Soldado Leandro Prior observa busto em miniatura durante entrevista (Foto: Kleber Tomaz/G1)

Gays na PM

Prior, que em novembro completará quatro anos como policial militar, diz hoje sem medo: “Sim. Existem gays na PM e muitos”.

O soldado relata a existência de oficiais e comandantes homossexuais na PM paulista.

“Existem lésbicas, existem gays, existem trans. Continuam trabalhando e devem permanecer. Não é critério de diminuição dos índices criminais a condição sexual. Como qualquer outro lugar de chefia e direção de qualquer outra empresa ou corporação.”

Segundo ele, porém, a sociedade não tem tanto conhecimento da existência de gays na PM porque eles mesmo se escondem. “Existe um enorme preconceito na Polícia Militar contra gays”, diz Prior sobre outros policiais que usam de preconceito velado dentro da corporação contra homossexuais. “Um bom exemplo são perseguições feitas por outros PMs contra subordinados.”

Prior, que diz ter entrado na PM por “vocação”, se inspirou no pai, também policial militar, mas que cortou relações com o filho pelo fato de ele ser gay.

 Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB) (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB) (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)

O soldado também lamentou o fato de o governador de São Paulo, Márcio França (PSB), ter criticado neste mês a sua atitude de beijar um amigo no Metrô.

“Eu entendo que deu um certo constrangimento [à corporação]. A Polícia Militar tem as suas regras próprias”, chegou a falar França sobre o episódio envolvendo soldado. “Ninguém quer com isso fazer nenhum tipo de punição, mas é preciso ver que a farda, como eu disse, é uma extensão do estado, e a farda tem que ser respeitada. Eu não vejo significado em você usar coldre, farda, e ficar fazendo gestos de amor expresso em público, seja com homem ou com mulher”, completou França.

“Eu acredito que o posicionamento do governador, ele não seja este tão somente. Ele é o chefe máximo da polícia e das polícias. Eu acredito que ele tenha um coração mais humano”, disse Prior sobre a fala de França.

Vítima de homofobia

As únicas certezas que Prior tem são de que foi “vítima de homofobia, sim” e “o preconceito não está na corporação, mas na pessoa”.

“Não compensa se esconder, dê a cara a tapa. Se esconder é pior. Você vai receber ameaças se se esconder, sofrer ameaças se colocar a cara ao sol. Coloque a cara a tapa, dê a cara a tapa, enfrente, lute. Porque, se você não lutar, você já perdeu”.

Existem também PMs que estão apoiando Prior. “Muito apoio dos policiais da minha companhia, do meu batalhão. Agradeço imensamente a todos que manifestam esse apoio nas redes sociais”, diz. “Pretendo e vou continuar na Polícia Militar”.

 Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal) Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

 Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

Leandro Prior começou a sofrer ofensas e ameaças em redes sociais (Foto: Arquivo Pessoal)

Chico Pinheiro aparece beijando outro homem na boca e fãs se revoltam: ‘viadagem não tem idade’; veja a foto

Nesta sexta-feira (6), é comemorado o Dia do Beijo, e o jornalista Chico Pinheiro – titular do “Bom Dia Brasil” – não deixou de festejar a data.

No Instagram, ele compartilhou uma foto dando um selinho em um amigo e mandou seu recado contra a homofobia.

“É hoje o Dia Internacional do Beijo. Viva e deixe viver”, escreveu ele na legenda.

Nos comentários, os fãs curtiram a ousadia do global. “Um beijo para essa gente chata, intolerante e sem humor”, falou um. “Parabéns, Chico.

Beije quem você quiser, assim como todos devem beijar quem tiverem vontade”, falou outra. “Que homem, meus amigos”, elogiou mais uma.

Enquanto alguns seguidores elogiaram a atitude do apresentador, outros foram totalmente contra e deixaram suas mensagens nos post.

“E viadagem não tem idade fim dos tempos homem com homem, mulher com mulher tá f#$% mano”, comentou um seguidor. ‘Toma vergonha um senhor’, disse outra seguidora.

E hoje é o Dia Internacional do Beijo !!! Vivaa e deixe viver !!

Uma publicação compartilhada por Chico Pinheiro Oficial (@chicopinheiros) em

Congelado vivo! Em São Paulo mãe coloca bebê em freezer logo depois de dar à luz e diz que era “carne na geladeira’

Um crime bárbaro e assustador chocou a cidade de Indaiatuba, localizada no interior de São Paulo e que fica a aproximadamente 106 km da capital paulista.

Um bebê recém-nascido foi encontrado por uma adolescente de 14 anos congelado dentro do freezer. Uma cena macabra, digna dos piores filmes de terror que deixou a adolescente que cuidava de suas irmãs desesperada; saiba mais.

De acordo com o portal de notícias online do telejornal Cidade Alerta, exibido pela TV Record, o crime foi cometido por uma mulher de 30 anos, identificada apenas como Jaiane. Ela foi presa em casa pela Polícia Civil na tarde da última segunda-feira (2).

A mulher que já é mãe de quatro filhos escondeu a última gestação de todos os seus conhecidos e familiares, ela teve o bebê em casa e em seguida colocou o menino no freezer e por lá o deixou.

O recém-nascido foi encontrado pela filha mais velha de Jaiane que foi até a casa da mãe para cuidar das irmãs mais novas para que a mãe pudesse sair de casa para comemorar o seu aniversário na companhia do namorado e dos amigos. A jovem abriu a geladeira e se deparou com um pacote de lixo no freezer quando ela abriu o embrulho de deparou com o cadáver do irmão.

Ela entrou em pânico e correu até a caso do avô que foi imediatamente para imóvel onde o corpo foi encontrado, ele saiu de lá com as netas e acionou a polícia. Quando os agentes de segurança chegaram ao local encontraram Jaiane em casa, ao ser questionada sobre o pacote que estava no congelador, ela disse que se tratava de um pedaço de carne.

Mas ao ver que não havia mais saída confessou que logo depois do parto ela colocou a criança no congelador, segundo Jaiane ela não queria mais ter filhos e que o bebê nasceu morto e por não saber o que fazer com o corpo resolveu congelar.

A polícia não acredita nesta versão, ao que tudo indica o bebê foi congelado vivo, durante todo o tempo a mulher se mostrou fria e não revelou nenhum traço de arrependimento.

Jaiane foi indiciada por ocultação de cadáver. A perícia foi acionada e o corpo da criança levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Campinas. Somente após a análise do IML é que será possível afirmar as causas da morte da criança. O caso segue em investigação.

Essa é a ‘linda’ classe artística do Brasil -> Paulo Gustavo: ‘Se Jesus fosse vivo, estaria no show de Pabllo Vittar’.

Ator conversa com padre em brincadeira nos bastidores das filmagens do longa ‘Minha Vida em Marte’

Paulo Gustavo fez uma brincadeira no intervalo das gravações do filme Minha Vida em Marte, baseado em uma peça de teatro de Mônica Martelli.

Em vídeo publicado em seu perfil no Instagram, o comediante intercepta o ator que interpreta um padre no longa e pede “Casa eu e meu marido?”, ao que recebe um sonoro: “Não pode”.

Paulo Gustavo continua. “Quem escreveu essa Bíblia está desatualizado. Se Jesus Cristo fosse vivo, estaria no show de Pablo Vittar. Está todo mundo indo, menino”, diz.

“Quem está mandando a gente para cá, eu, Pabllo Vittar, hoje em dia está nascendo um monte de bi, gente fluída. É Deus, então por que eu não posso casar na igreja?”

Paulo Gustavo é casado com o dermatologista Thales Bretas desse 2015. No começo de junho, o casal aproveitou a festa de casamento de Isis Valverde para renovar seus votos. No Instagram, Bretas publicou uma foto em que aparece de joelhos diante do marido.

“Aproveitei pra renovar nossos votos! Te amo, Paulo Gustavo! Pra sempre”, escreveu na legenda da publicação.

Homens russos estão perseguindo e espancando mulheres russas que se relacionam com estrangeiros na Copa

em distante da alegria do futebol, o machismo também está dando goleada na Rússia, país-sede da Copa do Mundo de 2018. Depois dos diversos vídeos que circularam na imprensa e redes sociais de mulheres sendo assediadas, surge outro alerta: grupos ultranacionalistas russos que ofendem e ameaçam mulheres que se relacionam com estrangeiros.

Alena Popova, 35, a jurista que ficou conhecida por criar uma petição online para indiciar judicialmente os brasileiros que ofenderam uma mulher russa em vídeo, é quem faz o alerta. Alena tem um longo histórico de defesa dos direitos da mulher no país, ela é co-autora da lei contra a violência doméstica – similar à Lei Maria da Penha no Brasil, ainda em fase de aprovação na Rússia.

Em entrevista exclusiva à Marie Claire, a advogada falou sobre a criação desses grupos no VKontakte – ou só VK – rede social russa semelhante ao Facebook com mais de 140 milhões de usuários.

“Alguns homens russos criaram grupos com o nome ‘Pink Vaginas’, onde se voluntariam para matar e espancar mulheres russas que se relacionarem com homens estrangeiros. Parece loucura, mas eles espalham fotos de mulheres russas que, por exemplo, têm namorados estrangeiros, tentam identificá-las e se organizam para persegui-las”, disse.

Perseguição online

Em uma das comunidades que Marie Claire teve acesso, foram compartilhadas fotos e alguns vídeos de mulheres russas interagindo com estrangeiros de várias nacionalidades. Elas aparecem se divertindo e, em alguns momentos, abraçando-os e beijando-os, num clima natural de confraternização e festa. “Já estou com nojo”, disse um homem em um comentário. “Quando ele for embora, ela vai morrer sozinha”, disse outro.

Uma jovem que postou uma foto abraçada a um turista contou que recebeu ameaças pelo VK logo após a publicação, que logo foi deletada por ela, por temer represálias. “Eles escreveram que iam cortar o meu útero e até anexaram fotos com armas”, disse ela em entrevista à BBC.

Homens postam fotos de mulheres russas com estrangeiros para identificá-las e persegui-las (Foto: Reprodução/VKontakte)

Em um vídeo do ano passado compartilhado na comunidade, o dono de um canal no YouTube chamado “Natural Select” (seleção natural, em tradução livre) realiza uma experiência em que ele próprio e um colega sueco abordam mulheres russas na rua e comparam quem teve mais sucesso em conseguir encontros.

O “placar final”, que ficou em 6 a 2 para o sueco, foi usado por usuários para insultar mais as mulheres russas, afirmando que elas se comportam como “putas à venda”.

“A dignidade das mulheres russas está completamente ausente”

A deputada Tamara Pletneva, líder do Comitê da Família, Mulher e Criança na Duma, Câmara baixa do Parlamento russo, causou polêmica com uma declaração em que dizia que as mulheres russas não deveriam fazer sexo com estrangeiros para evitar que se tornassem mães solteiras.

Ela citou como exemplo os Jogos Olímpicos de Moscou de 1980 e alegou que, na época, muitas russas engravidaram após relações com turistas e, quando eles deixaram o país, elas ficaram sozinhas e “muito tristes”.

Os comentários em cada publicação humilham as mulheres nas fotos e vídeos (Foto: Reprodução/VKontakte)

O assunto também foi pauta da coluna do escritor Platon Besedin no tabloide russo Moskovsky Komsomolets. Intitulado O tempo das putas: mulheres russas envergonham o país e a si mesmas durante o Mundial, o texto causou revolta e acendeu o debate em torno dos direitos das mulheres.

“Nós criamos uma geração de prostitutas, prontas para abrir suas pernas ao menor ruído de um sotaque estrangeiro. Se eles mostrarem notas de dólar, então, é absolutamente perfeito para elas”, diz.

“Mulheres fazendo sexo com quem elas querem, exatamente como os homens. Que horror”, ironizou uma leitora na página do jornal. Alguns homens, por outro lado, saíram em defesa de suas compatriotas: “Deixem-nas se divertirem com os estrangeiros, assim como nós homens podemos nos divertir com as estrangeiras”, disse um rapaz.

Blogueira que fez comentários racistas sobre Titi, filha dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, entra na bolacha no show de Anitta em Londres

A mesma blogueira que revoltou internautas e celebridades por fazer comentários racistas sobre Titi, filha dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, ouviu muitas vaias de fãs da Anitta na fila do show em Londres nesta quinta-feira, além de ter levado tapas de uma brasileira que a reconheceu por ter acusado a popstar de usar drogas.

Blogueira já tinha acusado Anitta de usar drogas em seu instagram
Blogueira já tinha acusado Anitta de usar drogas em seu instagram Foto: Reprodução

Um vídeo que circula no Twitter mostra uma mulher dando tapas para que ela deixasse o local na parte de fora do auditório. No entanto, as tentativas foram em vão.

A “socialite”, que aparece nas redes com o nome de Day McCarthy, entrou no local, onde foi ainda mais humilhada pelos brasileiros que a reconheceram pelo racismo e outros vídeos ofensivos.

Em novembro de 2017, a blogueira já tinha acusado Anitta de usar drogas em seus Stories do Instagram. Na época, a cantora negou a acusação e lamentou que “calúnias absurdas” possam “tirar o foco do preconceito”.

Pelé: Um ”rei” sem COROA e sem ALMA. A situação constrange o Brasil inteiro.

Pelé terá de ir aos tribunais.

O pecado: não ajudar financeiramente seus netos.

Octávio e Gabriel carregam Arantes do Nascimento nos nomes.

São filhos de Sandra, filha de Pelé.

Ela nasceu de um relacionamento fora do casamento.

Sua mãe, Anísia Machado, trabalhava como empregada doméstica.

Quando Sandra nasceu, em 1964, Pelé era casado.

Renegou a filha.

Anísia aceitou a situação.

Sandra, não.

Ela entrou na justiça, queria o reconhecimento do pai.

Foi uma batalha pública.

Por meio de seus advogados, Pelé recorreu 13 vezes.

Não queria se submeter ao exame de DNA.

Até que não houve como fugir.

E ficou constatado que Sandra era sua legítima filha.

Ele nunca aceitou reconhecê-la publicamente.

Nunca permitiu a aproximação.

Tudo ficou ainda pior quando ela entrou para a política.

Foi eleita duas vezes vereadora por Santos.

Sua maior conquista foi a gratuidade de exames de DNA.

A inspiração era sua relação com o pai.

Sandra conseguiu que famílias carentes se submetessem aos testes.

Seu projeto logo foi aprovado no país inteiro.

Para aumentar o drama de toda situação, Sandra ficou doente.

Teve câncer de mama.

Religiosa, se negou a fazer o tratamento convencional.

A postura acabou por espalhar a doença.

Pelé não foi visitar a filha internada, condenada de morte.

Quando ele morreu, Pelé enviou folhes.

Elas foram devolvidas pela família.

Sandra tinha dois filhos.

Pelé só viu os netos uma vez, em 2011.

Também não quis maior contato.

Os dois tentaram a sorte no futebol.

Jogavam nas categorias de base do Paraná Clube.

Foram ‘adotados’ pelo empresário Vagner Ribeiro.

Milionário, ele descobriu Robinho, Neymar, Lucas e dezenas de outros jogadores.

É conhecido como o ‘homem das cem almas’.

Disse na mídia que cuidaria da dupla.

Trouxe a família toda para morar em São Paulo.

E colocou os dois nas categorias de base do São Paulo Futebol Clube.

Receberiam R$ 8 mil mensais.

A reviravolta aconteceu em 2011.

Só que o tempo passou.

E Octávio e Gabriel não conseguiram se firmar como jogadores.

Como haviam assinado contrato, ficaram encostados no clube.

Apenas recebiam.

Logo não precisavam nem mais treinar.

As notícias que chegaram a Juvenal Juvêncio eram esclarecedoras.

Não tinham talento para ser jogadores do São Paulo.

O grande golpe de marketing, ter os netos de Pelé, não deu certo.

O pai dos meninos acabou por levá-los para treinar no Grêmio Osasco.

Ozéas Felinto acreditava que foram boicotados no São Paulo.

Também em Osasco não tiveram destaque.

Acabaram dispensados.

E Pelé seguindo sua vida de maneira normal.

Sem participar do que acontecia com os netos.

Diante das dificuldades econômicas, o viúvo de Sandra decidiu.

Entrou na justiça contra Pelé.

Seus advogados querem uma pensão de R$ 13 mil para cada um deles.

A revista Veja avalia o patrimônio atual de Pelé em cerca de R$ 80 milhões.

Não faz propagandas por menos de R$ 2 milhões.

A marca Pelé é conhecida mundialmente.

E vale pelo menos R$ 600 milhões.

São cifras enormes.

Esse questão dos netos poderia ter sido resolvida há muito tempo.

Sem envolver empresários de futebol, imprensa, tribunal.

Mas Pelé não quis.

Mesmo avisado por amigos que acabaria exposto.

Mas repetiu o erro cometido com Sandra.

Preferiu enfrentar a justiça.

Depois de ser reconhecido como pai que não quis a filha…

Agora é acusado de avô que vira as costas para os netos.

Pelé passa por isso porque quer.

Bastaria olhar para o lado.

Ver como Neymar reconheceu o filho que teve solteiro.

E tantas outras pessoas.

Mas Edson Arantes do Nascimento, não.

Quis brigar com a verdade.

E está exposto.

Milionário vendo seus netos procurar a justiça para receber pensão.

Acusado de jamais ter dado assistência financeira ou moral aos meninos.

De acordo com o advogados dos garotos, ele quis fazer de conta que não existiam.

Tanto existem que o processo foi marcado para o dia 20 de novembro.

Como tudo que envolve Pelé, a vergonha não é só dele.

É patrimônio nacional.

Ele ainda é o brasileiro mais conhecido no mundo.

E se deu tanto orgulho dentro do campo, fora dele é diferente.

Deu motivo para constrangimentos na Copa da Confederação.

Enquanto manifestantes protestavam contra a corrupção, ele veio a público.

E pediu que evitassem confusão.

Iria atrapalhar a Seleção Brasileira.

Depois foi pior.

Falou sobre o que classificou como ‘roubo’ na construção das arenas da Copa.

Pelé pediu para esquecer.

Na vida pessoal doeu ainda mais.

Primeiro por negar reconhecer a filha.

Mesmo depois que o DNA apontava ser sua.

Agora, a ausência da vida dos netos.

Não é só Pelé quem está indo para os tribunais.

O Brasil também vai para julgamento.

Envergonhado pela situação que envolve seu filho mais ilustre.

Aquele que mereceu do mundo o apelido de Rei.

QUEM DEDICOU O SEU MILÉSIMO GOL ÀS CRIANCINHAS ABANDONADAS.

MAS É ACUSADO DE VIRAR AS COSTAS AOS PRÓPRIOS NETOS.

ASSIM COMO FEZ COM A FILHA…

Cantor Zezé di Camargo detona ex e afirma: ‘Não tinha a menor pretensão de casar, feia merece ser traída’

O sertanejo alfinetou sua filha Wanessa Camargo e ainda contou detalhes do motivo que o levou a casar com Zilu na época.

As polêmicas envolvendo a família do cantor #sertanejo Zezé di Camargo não param. No programa Fofocando desta segunda-feira, a família Camargo foi pauta durante um bom tempo.

O sertanejo deu uma entrevista exclusiva para o programa e falou sobre o desentendimento entre sua filha Wanessa Camargo e a namora Gracielle Lacerda.

Nas últimas semanas o assunto sobre a agressão sofrida pela namorada tomou conta dos noticiários especializados na vida das celebridades. O assunto repercutiu após o jornalista Leo Dias que também faz parte da equipe do programa Fofocando do SBT, trouxe à tona que Wanessa Camargo teria dado uma surra em Gracielle, há cinco anos, enquanto ela ainda era amante do seu pai Zezé.

Com a grande repercussão da notícia, o sertanejo não teve outra escolha e precisou se pronunciar a respeito da suposta agressão. Segundo o que o próprio Zezé escreveu em seu Instagram, os fatos veiculados na mídia eram verdadeiros, porém não da forma como a história estava sendo falada.

Segundo o cantor, Wanessa realmente agrediu Gracielle, mas que tudo não passou de uma atitude covarde de sua filha, pois no momento eles estariam de costas e foram pegos desprevenidos. O sertanejo saiu em defesa da namorada e afirmou ainda que provavelmente sua filha estava embriagada.

No entanto, Zezé di Camargo foi mais além na sua entrevista ao programa vespertino do SBT, ele afirmou que não tinha a menor pretensão de se casar com a ex-mulher, Zilu. O casamento entre eles somente aconteceu por ela ter engravidado.

O sertanejo disse que na época tinha apenas 19 anos e não estava pensando em casamento naquele momento, mas devido à situação foi homem para assumir a nova família, mesmo sem condições.

Segundo o sertanejo, o envolvimento com Gracielle não foi premeditado e ele teria tentado sair de casa algumas vezes, porém Zilu não aceitava o término do relacionamento, aceitando inclusive que o marido tivesse relacionamentos extraconjugais.

De acordo com o jornalista Leo Dias, Zezé manteve o relacionamento com a atual namorada por nove anos antes de oficializar a separação com a ex-mulher.

Ao ser questionado sobre se casar novamente, o sertanejo disse que ainda não sabe e tudo tem o momento certo. Porém, o casal já convive debaixo do mesmo teto há algum tempo e apenas não formalizaram a união.

ASSISTA O VÍDEO: Torcedores fazem Brasil passar vergonha na Rússia, não no futebol, mas com o desrespeito aos anfitriões

Cena constrangedora

Um vídeo no qual torcedores brasileiros aparecem ao lado de uma jovem na Copa do Mundo da Rússia viralizou nas redes sociais e no WhatsApp neste fim de semana.

Nas imagens, o grupo de ao menos cinco homens, alguns com a camisa da seleção brasileira, tenta convencer a moça a gritar uma frase impublicável, uma referência constrangedora a ela própria.

Trata-se da velha piada de mau gosto de fazer estrangeiros repetirem termos chulos em português. Claramente sem entender o significado do que é dito, ela tenta acompanhar os torcedores.

Um dos torcedores foi identificado: é um nome com experiência em política.

Nas redes sociais, diversas postagens acusam o grupo de assédio.

“A desculpa, como sempre, “é que é só brincadeira”. Machismo/assédio não é brincadeira”, publicou o perfil Quebrando o Tabu.

“Cadê os amigos ‘mas eu não sou machista’ falando desses homenzinhos de merda sacaneando a mina russa? Que nojo. É contra esse tipo de coisa que a gente espera que vocês se coloquem, sabe? É o mínimo.

Dar risadinha é compactuar”, postou a escritora Clara Averbuck.

ASSISTA O VÍDEO, CLIQUE AQUI.

EXEMPLO PARA BRASIL, com 5 X 0 Príncipe da Árábia diz: “isso é apenas esporte, queremos uma nação que pense, não uma boiada que apenas corre atrás da bola….”

O BILIONÁRIO PRÍNCIPE PODERIA COMPRAR OS MELHORES JOGADORES DO UNIVERSO, MAS NÃO É ISSO QUE ESTIMULA UMA NAÇÃO. POR ISSO O BRASIL VAI ELEGER UM MERDA QUALQUER PARA PRESIDENTE, POIS SÓ PENSA EM SAMBA, FUNK, PUTARIA, CACHAÇA E A MERDA DO FUTEBOL… TUDO QUE DEIXA A MANADA TRANQUILA, ENQUANTO OS LADRÕES ROUBAM O SEU ARROZ E FEIJÃO, SUA SEGURANÇA, SUA SAÚDE E SUA EDUCAÇÃO…OU O BRASILEIRO ACORDA OU VAI CONTINUAR SE FODENDO!

Após a cerimônia de abertura, o jogo que dá início à Copa do Mundo é o duelo entre a Rússia e a Arábia Saudita. A partida que terminou em 5 a 0 para os donos da casa contou com ilustres presenças no Estádio Lujniki, incluindo o príncipe herdeiro da Arábia Saudita Mohammed bin Salman, o presidente russo Vladimir Putin e o suíço Gianni Infantino, dirigente esportivo à frente da Fifa.

Após o primeiro gol marcado pela seleção russa aos 12 minutos do primeiro tempo, uma imagem da transmissão mostrou uma cena inusitada envolvendo os três importantes personagens. Logo depois de Yuri Gazinskiy abrir o placar após um rebote de escanteio, uma imagem do príncipe saudita sorrindo e apertando a mão do russo foi exibida. Em seguida, outra reação chamou a atenção da transmissão oficial.

Os internautas, é claro, não conseguiram se conter e começaram a especular, devido as feições dos líderes mundiais, qual era o assunto naquele momento. “O que aconteceu com o empate pelo qual eu paguei?”, sugeriu um dos tuítes. “Eles estão falando sobre o Donald Trump”, comentou outro. “Nas tribunas Vladimir Putin e Mohammad bin Salman festejam o preço do petróleo”, escreveu um dos internautas.

super choque@eduardo___8

O PUTIN E O CARA DA ARÁBIA SAUDITA TAO BRIGANDO PARECE

CONFLITOS INTERNACIONAIS A CAMINHO

Ricardo Pinzon@Ricardo_Pinzon

O Rei da Arabia Saudita depois do primeiro gol, mandou dizer para o técnico do time que se ele perder o jogo será decapitado. Após uma reação de desenvolvimento de jogo do time árabe, Vladimir Putin vendo a… https://www.facebook.com/RicardoPinz0n/posts/2072173243106732 

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Hulswood@hulswood

Vladimir Putin: “see, we told you, Russia will win this game”.
Mohammad bin Salman: “Well ok then, congratulations”.

(Eu aposto que vamos bater vocês na próxima guerra / Apostado / Meu deus isso está ficando sério) 

mahmoud@iracheno

Putin: I bet you we will beat you in the next war again

Mohammad bin Salman: Bet

Gianni Infantino: Oh shit its getting real

Discípulos De Ratzel@DeRatzel

Mohammad bin Salman nitidamente ficou Putin com esse comentário

Duda Amaral@duda__amaral

Enquanto o mundo assiste o jogo Rússia X Arábia Saudita, nas tribunas Vladimir Putin e Mohammad bin Salman festejam o preço do petróleo 😏

Adriano Martins@drianomartins

Putin e o Presidente da Fifa conversando e o Principe da Arabia saudita querendo se enturmar.

(Infantino descobre como é desconfortável estar no meio de Putin e do príncipe Mohammad bin Salmán)

►4LogrosParley💰🏇⚾⚽@4LogrosParley

Retweeted Rafael Rivera (@RafaDato2):

Infantino descubre lo incomodo de estar en medio de Putin y el príncipe Mohammad bin Salmán

helisson 🇧🇷@helisson_paiva

Putin deve tá ali vendendo umas armas pra Arábia Saudita e o Casagrande achando que estão tratando de política e paz internacional

Trouble Man@mcataldo11

Essa resenha do putin com o chefe de estado da arabia saudita e o presidente da fifa ta mais daora q o jogo

Eduardo Abascal@thenotorioused

Funny that Putin and Mohammad bin Salman are sitting together but Gianni Infantino is still the most corrupt in the room.

MAIS SOBRE:

 

APÓS DENÚNCIA DE EX, BIEL É ACUSADO POR MAIS TRÊS JOVENS DE ASSÉDIO SEXUAL E AGRESSÃO

Após denunciar Biel por agressão e assédio, a modelo Duda Castro acabou servindo de exemplo para outras jovens que dizem ter sido vítimas do cantor entre os anos de 2015 e 2016, quando sua carreira bombava. Algumas, aos poucos, estão quebrando o silêncio para expor o comportamento do funkeiro, que mora nos EUA há pouco mais de um ano.

O EXTRA teve acesso a três relatos e a pedido das jovens decidiu manter a identidade delas sob sigilo. As moças ainda temem alguma represáia por parte de Biel e sua família, além de algum julgamento dos fãs do cantor. Mas resolveram tornar suas histórias públicas para encorajar outras possíveis vítimas a fazerem o mesmo.

O primeiro caso que chegou à redação foi o da fotógrafa J, de São Paulo. Ela foi escalada para cobrir o evento “Twerk Music festival”, no dia 24 de maio de 2015, então o auge da prematura carreira de Biel. Ele era uma das atrações do evento e expulsou a fotógrafa do palco, quando ela iria fotografá-lo ao lado do rapper Khalil. “Fiz fotos de pessoas que estavam ali pra curtir. O primeiro show rolou, a pessoa me recebeu no camarim e foi tudo de boa.

O segundo show era do MC Biel e ele não me deixou chegar perto dele. Ficou trancado no camarim com algumas pessoas. No finalzinho da noite, um rapper americano, que era a atração desse evento, entrou no palco, e logo depois o Biel entrou. Pedi licença para o rapper para tirar uma foto e Biel me empurrou, pedindo que me tirasse de perto dele. As pesoas que estavam ali, assistindo, riram de mim, me senti muito humilhada”, conta J.

Biel e amigas em Miami Biel e amigas em Miami Foto: reprodução/instagram
O segundo episódio foi da jovem L, de São José dos Campos. Ela e uma amiga foram convidadas por um colega de Biel para irem à uma festa junina na casa do funkeiro em Lorena, no dia 12 de julho de 2015. O próprio Biel tratou de buscá-las na rodoviária. A festa tinha poucos fãs e muitos amigos do rapaz.

E familiares também. “Ele subiu num balcão, dançou cantou e eu fiquei no meu canto na hora das fotos. Ele desceu e quis saber por que eu não posei. Eu expliquei e ele não gostou. Mais tarde, já alterado, me empurrou para dentro de um banheiro e tentou transar comigo à força”, relata a estudante.

Biel mora hoje nos EUA Biel mora hoje nos EUA Foto: reprodução/instagram
O último depoimento a chegar até o EXTRA conta a história da modelo G, de São Paulo. “Achei ele bonitinho e comentei com um amigo em comum. Sem eu saber ele deu meu telefone para o Biel. Ele me ligou e até participei de um clipe dele. De lá fomos a uma balada e o vi saindo do banheiro com uma menina, gritando aos quatro ventos que tinha transado com ela. Achei ele um babaca e fui falar sobre o assunto. Ele não gostou do que ouviu, pegou um corpo e arremessou em mim. desviei, só me molhei e o corpo se espatifou no chão”, recorda ela, que ainda teve mais um encontro com Biel: “Eu achava que ele estava alterado por causa da bebida.

Ele bebeu demais. Mas como ele tinha sido tão legal até ali… Foi quando saímos de uma festa e fomos para o apartamento dele. Eu, uma amiga , um amigo dele e outra menina. Isso no Rio, na Barra da Tijuca. Estávamos no quarto. Ele quis transar. Eu disse não. O Gabriuel pegou minha cabeça com força e colocou na frente das partes íntimas dele. Comecei a gritar e pedi para ir embora. Ele abriu a porta do quarto, me empurrou. Minha bolsa ficou lá dentro. Implorei para ele abrir. Ele abriu, eu peguei a bolsa e ele fechou a porta na minha mão”.

Os relatos contundentes e cheios de detalhes você lê ogo abaixo. Todas, no entanto, se apressam em dizer por que não proicuraram a polícia para registrar uma ocorrência. “Ele era ultrafamoso, minha carreira estava começando”, diz a fotógrafa. A jovem de São José dos Campos chega a chorar relembrando a humilhação: “Quem iria acreditar em mim? Ele com fama no Brasil todo?”. A modelo também não teve coragem: “Pensei em ir à polícia, prestar queixa. Mas o que pensariam? Ele famoso. Eu, uma ninguém. Tive medo do julgamento das pessoas”.

“Meu caso aconteceu num evento 24/05/2015, fui chamada para fotografar um evento na Barra Funda, em São Paulo. Tive acesso a uma pulseira vip. Fiz fotos de pessoas que estavam ali pra curtir. O primeiro show rolou, a pessoa me recebeu no camarim e foi tudo de boa. O segundo show era do MC Biel e ele não me deixou chegar perto dele. Ficou trancado no camarim com algumas pessoas. No finalzinho da noite, um rapper americano, que era a atração desse evento, entrou no palco, e logo depois o Biel entrou, pedi licença para o rapper para tirar uma foto e me empurrou, pedindo que me tirasse de perto dele. As pesoas que estavam ali embaixo assistindo riram de mim, me senti muito humilhada. Algo que não desejo pra ninguém. Não fiz o BO porque ele era famoso, eu estava começando minha carreira, e tinha medo da consequência que isso teria em cima de mim. Fiquei quieta e diante de tudo que vem acontecendo na mídia, é importante que nós mulheres nos apoiemos. A gente tem que se pronunciar. Porque não é justo! Tive um dano psicológico. Parei de trabalhar com fotografia porque me sentia incapaz. Se uma pessoa famosa me empusrrou porque não acredita no meu trabalho… Eu me senti muito mal, abalada. Eu perguntava por que fui tratada daquela forma”.

Biel: surgem novos relatos de agressão e assédio contra o funkeiro Biel: surgem novos relatos de agressão e assédio contra o funkeiro
L. estudante de São José dos Campos

“Eu fui convidada para ir à uma festa junina na casa do Biel através de um amigo dele. Pegamos um táxi aqui da minha casa, em São José dos Campos, até a rodoviária em direção a Lorena. Quem nos buscou foi o próprio Gabriel. Assim que chegamos na casa dele, já tinha bastante gente. Tinha uns oito fãs e o resto eram amigos mesmo. Inclusive toda a família dele estava lá. O que aconteceu foi que ele subiu num balcão de pedra, ficou lá cantando e dançando, pediu para todo mundo fazer foto, mas eu estava num canto, não queria posar. Ele se incomodou, já que eu não tava gritando ou fazendo foto com ele. Logo depois da foto com o pessoal, imediantamente ele desceu e veio diretamente a mim e perguntou meu nome. Aí ele perguntou por que eu não quistirar foto com ele, ficou indignado e disse: ‘Como assim? Eu sou famoso! Você tá na minha casa e não quer tirar foto comigo?’. Eu falei que não quis porque tinha ficado com vergonha. Logo em seguida, a festa rolando, começou um entra e sai do quarto dele. Aí ele foi cum uma menina, depois chamou outra, acho que nessa brincadeira umas três ou quatro meninas foram ter relação sexual com ele lá dentro. Ele ficou um tempão nisso. E aí depois, eu comecei a conversar com um amigo dele na época, comecei a dançar, a me soltar, e ele chegou em mim. Todas as vezes que ele passava por mim, puxava meu cabelo, botava o pé na frente quando eu estava andando para eu cair… aquilo foi me irritando. Teve uma hora em que chamei uma amiga para ir ao banheiro comigo. Eu fiquei na porta do banheiro. Quando ele me viu, veio correndo e me empurrou pra dentro do banheiro. Ele colocou a mão na minha bunda, queria que eu colocasse a mão ‘lá’ nele, vocês sabem aonde… E dizia: ‘vai , sua gostosa, fica comigo’.

E falava coisas nojentas. Eu disse ‘sai, não vou ficar com você’. E ele, alterado, tinha bebido. Me chamou de fraca. Falei com o amigo que eu queria ir embora.Aí foi onde ele começou as provocações de novo, eu comecei a chorar, me afastei, eu não tinha como ir embora. Não fiquei com ele, acho um absurdo ele ter colocado as mãos em mim sem eu falar que queria. Até que a festa foi acabando. Ele eu já não via mais, até que ele chegou de carro e veio, subiu em cima de mim e disse fica comigo gata, e colocou as mãos embaixo da minha roupa e me empurrou com tanta força que eu saí rolando. Biel disse: ‘se você não quer ficar comigo, sua vadia, sai da minha casa’. Eu fiquei superconstrangida. Eu esperei muito tempo para que acontecesse justiça. Como eu faria um BO? Ele era superfamoso. Quem iria acreditar em mim? Ele tem que estar preso!”.

Biel: surgem novos relatos de agressão e assédio contra o funkeiro Biel: surgem novos relatos de agressão e assédio contra o funkeiro
G, modelo, de São Paulo

“Eu conheci o Gabriel em 2016. Eu lembro que comentei dele com um amigo que o conhecia, que tinha achado bonitinho e sem eu saber esse amigo passou meu telefone pra ele. No começo, achei ele um menino legal, até participei de um clipe dele e num outro momento fomos pra uma balada, num camarote, todo mundo estava bebendo e de repente vejo ele sair do banheiro com uma menina e gritando aos quatro ventos que tinha transado com ela. Achei ele um babaca, mas pensei: ‘se a menina se submeteu a isso, problema é dela’. E tive a infeliz ideia de comentar com ele o que eu vi e ele não gostou do que eu disse. Simplesmente pegou um copo e arremessou em mim, desviei, só me molhou e o copo caiu no chão. Ele surtou e começou a dizer que ia me tirar da balada, só que eu conhecia as pessoas do lugar. Tentei acalmá-lo, ele tinha bebido muito.

Fiquei com aquilo na cabeça, mas achei que era culpa da bebida. Até que em outra festa, estava tudo bem, a gente acabou indo pro apartamento dele, eu ele uma amiga e um amigo dele. E tinha mais alguma menina, eu acho. Ele estava bem. estava legal e acabei ficando com ele. Ele queria transar comigo e eu não queria. Ele tentou colocar à força minha cabeça na frente das partes íntimas dele e eu não quis, comecei a xingar e falei que ia embora: ele disse que eu não servia pra nada, me expulsou do quarto, minha bolsa ficou lá. eu nem tinha dinheiro para voltar para casa, eu nem sabia onde estava. Eu disse que só queria minha bolsa, ele começou a me xingar, abriu a porta, eu peguei a bolsa e ele fechou a porta na minha mão. Fiquei bem machucada. Estava em choque. Pensei em ir direto na polícia. Por outro lado pensei, quem vai acreditar em mim? Ele com visibilidade na mídia e eu uma ninguém. Tive medo do julgamento das pessoas e deixei quieto. Hoje, vendo um monte de meninas se queixando do Biel, só me confirma que ele é um psicopata, um doente. Ele me fez sentir um lixo”.

7 coisas que você jamais deve fazer num hotel. Há limites para o que podemos ou não fazer em hotéis, seja por educação, higiene ou bom senso

Quem não gosta de dormir numa boa cama de hotel?

Não precisa nem ser dos mais luxuosos, mas a verdade é que parece que há algo de diferente _e quase mágico_ no ar quando dormimos em um quarto de hotel.

Talvez seja pelo que ele represente (quase sempre significa que estamos de férias e prestes a fazer coisas empolgantes), ou pelo cheiro diferente de nossa casa ou até mesmo pelos mimos que recebemos (cama sempre feita, quarto arrumadinho e, em alguns casos, tem até chocolatinho nos esperando no criado mudo). Impossível não amar.

Mas, apesar de ser “nossa casa longe de casa”, há limites do que podemos ou não fazer num quarto de hotel. Seja por educação, para evitar ter que ir para a cozinha do hotel lavar pratos para pagar a conta (exagero!) ou mesmo por higiene há uma série de senões que devemos ficar atentos quando nos hospedamos em um hotel. São eles:

1. Jamais esqueça de colocar o aviso “não perturbe”

Esta vale tanto para quando estamos no quarto ou quando estamos ausentes e não queremos que ninguém entre em nosso “ninho”. Tem coisa mais desagradável do que ser surpreendido por uma camareira sem aviso? Ok, elas (quase) sempre batem na porta antes de entrar, mas às vezes é tão rápido que não temos tempo nem de entender o que está acontecendo. Quando você está vendo TV ou fazendo a mala no quarto ok. O problema é quando estamos tomando banho ou dormindo, por exemplo. Para evitar incômodos, sempre que chego num quarto de hotel já saco minha plaquinha e ponho na porta. Ah, mas vale lembrar que se você for usar este expediente quando estiver fora é sempre bom tirar o aviso por algum tempo para que você não corra o risco de ficar com o quarto sujo o dia todo.

2. Jamais abuse do frigobar

A não ser que dinheiro não seja um problema para você, fique longe daquela geladeirinha mágica. Por que pagar trêsm quatro vezes o valor de uma água se você pode comprar sua própria garrafinha quando estiver na rua? Isso para não falar no preço dos chocolates, amendoins e, meu deus, das bebidas alcóolicas. Fique longe! E muita atenção se você quiser usar a geladeira para guardar suas próprias coisas porque alguns hotéis mais modernos têm sensores no frigobar e basta você tirar uma latinha do lugar para ser cobrado por ela. Sei disso porque até hoje espero o reembolso de um hotel por ter “cometido este crime” .

3. Jamais deixe objetos de valor ‘largados’

Não quero acusar ninguém de nada, peloamor. Mas dizem que a ocasião faz o ladrão. Então pra que correr o risco desnecessariamente? Evite dores de cabeça e sempre deixe seus objetos de valor, jóias e dinheiro guardados no cofre ou mesmo dentro da mala. Eu geralmente coloco minhas coisas na mala e tranco com o cadeado. Vale para computadores, tablets, passaportes e afins.

4. Jamais abra a porta sem ver quem é

Pode parecer óbvio mas não é. Se estamos em casa jamais abrimos a porta sem dar uma espiadinha no olho mágico. Mas basta estarmos em um hotel para esquecermos deste “detalhe”. Mesmo que você esteja esperando o serviço de quarto ou pedido um jogo a mais de toalhas, sempre confira quem está batendo à sua porta. Por mais seguro que seu hotel seja, nunca se sabe quem passa pelos corredores ou se hospeda no quarto ao lado…

5. Jamais coloque suas coisas direto na bancada do banheiro

Se você tem mania de chegar no banheiro do hotel e colocar todos os itens de sua necessaire direto na bancada é melhor pensar duas vezes antes de fazer isso. Segundo uma pesquisa do site TravelMath, elas são uns dos locais mais sujos de hotéis. Ou seja, melhor colocar em cima de uma toalha, manter na própria necessaire ou passar um lencinho daqueles antibacterianos. O mesmo vale para o “inofensivo” controle remoto da televisão…

6. Jamais cozinhe se não houver cozinha

Não invente de cozinhar macarrão instantâneo na chaleira elétrica ou esquentar o pão com o ferro de passar roupa se seu quarto de hotel não for equipado com uma cozinha. Você pode não só causar um acidente como ainda ser multado por estragar propriedades do hotel. Há várias opções se você quiser evitar o serviço caríssimo de quarto: peça um delivery, traga algo pronto para o quarto ou ligue para a cozinha do hotel e peça ajuda para esquentar o pão ou cozinhar seu miojo. O máximo que pode acontecer é eles dizerem que não podem te ajudar.

7. Jamais use a varanda ou janela como varal

Pode até ser engraçado ver aquelas roupas todas penduradas nas janelas em Nápoles, mas nada de repetir a ideia em seu quarto de hotel. Tá, entendo que você tenha sujado aquela roupa que tanto quer usar e que você não queira pagar os olhos da cara para lavar no hotel. Mas nada de pendurar para fora do quarto. Que tal usar o box do banheiro para isso? Muitos hotéis, inclusive, têm espécies de varais retráteis dentro da banheira para que você possa estender suas roupas.

Por que o Brasileiro não vai pras ruas? Já que o Brasil está a pé, sem escolas, sem ônibus, sem empregos, sem combustível…. qual o motivo?

2015 e 2016 foram anos de disputa acirrada nas ruas do Brasil. Eram só multidões, contra e a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. O país viu a maior manifestação de sua história, pedindo a derrubada da petista.

2017 chegou com a insatisfação de praticamente todos. A situação do país só piorou. Novos fatos e escândalos corroeram a imagem de um presidente da República transformado em unanimidade. Nem por isso o país se mobilizou nas ruas contra Temer do mesmo jeito como foi contra Dilma.

Douglas Izzo, membro da direção nacional da CUT, discorda que a mobilização contra Temer seja baixa. Ele cita uma série de atos realizados esse ano, como o do Largo da Batata, no dia 28 de abril, quando uma greve geral paralisou o país.

Segundo a central sindical, 100 mil pessoas protestaram na praça em São Paulo. Mas por que os protestos não têm a mesma dimensão daqueles contrários a Dilma?

“As redes de televisão trabalhavam como um grande evento durante um mês fazendo chamada para as grandes mobilizações de setores médios da sociedade e das elites”, diz.

Aliados com os quais o Fora Temer não pode contar, apesar da campanha da Rede Globo para derrubá-lo. “Portais e a grande imprensa apoiam as políticas introduzidas a partir do golpe. A Globo defende eleição indireta. As nossas manifestações defendem eleição direta, o fim da reforma da previdência e da reforma trabalhista, são contra as políticas do governo que colocou o país numa recessão profunda”, argumenta.

Rivalidade e esgotamento

Cláudio Couto, professor de Ciência Política da Fundação Getúlio Vargas, aponta que as grandes últimas mobilizações sociais da história do Brasil, Diretas Já, Fora Collor e os atos pró e contra o impeachment de Dilma Rousseff têm um intervalo de anos entre si. “Isso não acontece toda hora”, explica.

Ele diz que é preciso haver uma espécie de “energia mobilizadora”. E que agora não há novos líderes para “puxar” as mobilizações. Para piorar, os grupos que antes lutavam contra ou a favor do impeachment criaram tamanho clima de rivalidade que dificilmente seriam capazes de se unir, estando lado a lado, para pedir a queda do presidente Temer. Por outro lado, cada um sofre de uma espécie de desmoralização.

Maximiliano Vicente, professor de Realidade Socioeconômica e Política da Unesp, atribui parte da desmobilização do Fora Temer nas ruas à ligação dos movimentos que o organizam ao PT, como a CUT e o MST. “Os movimentos que pedem Fora Temer são os mesmos que apoiavam o PT. Então a população tem receio de que se dá respaldo a esses movimentos, no fundo está querendo que o PT volte”, explica.

Na esquerda, “por mais que haja exageros por parte da Lava Jato, por parte daqueles que capitanearam o impeachment, há também evidências de que houve sim corrupção”, analisa Cláudio Couto. Isso resultaria num certo constrangimento por parte dos militantes.

A direita

Na visão de Maximiliano, a direita, que levou Temer ao poder, arrefeceu. “Perderam legitimidade porque o candidato deles, Aécio, se mostrou mais corrupto inclusive do que o PT”. Uma coisa não exclui a outra. “O fato de não participar na rua não significa que não existe na população o descontentamento. A rejeição (a Temer) é maior do que qualquer outro presidente que tenha sofrido impeachment”.

Para Cláudio Couto, os movimentos organizadores dos atos Fora Dilma se declaravam como de direita. E agora é um presidente de direita que está no poder, envolvido em escândalos de corrupção. “Então, quem bateu panela para a Dilma não vai bater panela para o Temer, mesmo que as evidências de corrupção sejam muito maiores do que no momento anterior”.

Crise de representatividade

Maximiliano explica que há no Brasil um processo de descrença de todos os tipos de organização política. É o caso de Wanderley Malvazzo, 64 anos, microempresário, morador de Arujá, região metropolitana de São Paulo.

Ele protestou pela queda de Dilma Rousseff duas vezes, em março do ano passado e em 2015, por causa da economia do país, que, na sua visão, naufragava desde 2014. Sem Dilma, opina, a situação do país chegou a melhorar. Mas voltou a piorar com os escândalos envolvendo o governo Temer.

Ato contra Temer na Paulista, 21 de maio de 2017
No entanto, Wanderley não voltou às ruas para protestar. “O povo está descrente com tanta corrupção, tantos escândalos, que os movimentos que na época da Dilma estavam agitando hoje estão apáticos, muito calados”, diz.

O candidato à presidência que admiravam, Aécio Neves, se envolveu em escândalos de corrupção. “O João Vaccari Neto foi absolvido em segunda instância, o Aécio Neves só será julgado em agosto. A Adriana Ancelmo está solta, os Neves estão soltos, com tantas provas”, observa.

CUT e MST, movimentos que se engajam pelo Fora Temer, são para ele, que é antipetista, patrocinados pelo PT. E a mídia, na sua percepção, dá menos ênfase para o Fora Temer do que deu aos atos Fora Dilma. Para Wanderley, é sinal de que a classe empresarial está com Temer. E ele não se vê representado por ninguém. “Uma andorinha não faz verão”, cita.

Empresariado

Enquanto o “Fora Dilma” teve apoio explícito e financeiro do empresariado brasileiro, o mesmo não se dá com o “Fora Temer”. O professor Maximiliano Vicente explica que aquilo que os empresários queriam, Temer fez.

Colocou em pauta as Reformas Trabalhista, da Previdência e o Teto dos Gastos Públicos. O receio é que essas reformas sejam interrompidas caso Temer seja deposto. Assim, a ação empresarial está voltada não para as ruas, mas para o Congresso. “Temer não tem uma base aliada, tem uma base comprada. E quem paga esse pato? O setor produtivo”, afirma.

Para Couto, o empresariado está dividido. De um lado, aqueles que preferem menos instabilidade política e a manutenção do governo Temer até as eleições do ano que vem, “apesar dos pesares”. Do outro, os empresários refletidos pela Rede Globo, que prefere ver alguém com mais capacidade de conduzir as reformas do que um “morto vivo, como Temer vai se tornando, um presidente muito mais voltado para a preservação do seu mandato”.

Maximiliano Vicente acredita que pode haver um acréscimo de participação popular no ato convocado para o dia da greve geral, nesta sexta-feira. “Os dados que estão aparecendo ultimamente são muito comprometedores para o governo Temer. Ao ponto que isso incentiva mais as pessoas a participarem”.

Mesmo assim, ele não espera algo como as manifestações do ano passado. Cláudio Couto afirma que, na ausência de novos líderes, talvez só novos fatos contra Temer sejam capazes de gerar uma grande mobilização.

Por Willy Delvalle

Cunhada de Temer publica foto de tanque cheio e ironiza desabastecimento, revoltando o Brasil que trabalha de verdade

Cunhada do presidente Michel Temer, Fernanda Tedeschi ironizou em uma rede social o desabastecimento causado pela greve dos caminhoneiros.

Na manhã desta sexta-feira, Fernanda — que é irmã mais nova da primeira-dama, Marcela Temer — publicou no Instagram uma foto mostrando o tanque cheio de um carro. “Ostentação”, escreveu.

No ano passado, outra publicação de Fernanda na rede social chamou a atenção: ela manifestou apoio a uma campanha de boicote aos produtos da JBS, após executivos da empresa firmarem um acordo de delação premiada. O presidente foi o principal alvo das denúncias.

Os caminhoneiros continuam mobilizados nesta sexta-feira, no quinto dia consecutivo da greve contra a alta no diesel, apesar do acordo firmado com o governo. Motoristas fazem protestos em pelo menos 24 estados e no Distrito Federal.

Temer vai assinar nesta sexta-feira um decreto para garantir o emprego das Forças Armadas na desmobilização da greve. As forças de segurança passarão a efetuar as ações, como, por exemplo, dirigir um caminhão e tirá-lo da estrada.

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, o presidente afirmou que as principais reivindicações dos caminhoneiros já foram atendidas, e criticou uma “minoria radical” que não aderiu ao acordo negociado na quinta-feira:

— Atendemos todas as reivindicações prioritárias dos caminhoneiros que se comprometeram a encerrar a paralisação imediatamente, esse deveria ter sido o resultado do diálogo. Muitos caminhoneiros, aliás, estão fazendo sua parte.

Mas, infelizmente, uma minoria radical tem bloqueado as estradas

Padre pede perdão por ter orado pela libertação de Lula

O padre João Batista de Almeida, reitor do Santuário Nacional de Aparecida, se arrependeu de ter orado pela libertação do meliante Luiz Inácio Lula da Silva.

Ele e o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, divulgaram em conjunto uma ‘Nota de Reparação’.

Os protestos foram avassaladores.

Na nota, o padre se penitencia:

“Manifesto meu pesar e peço perdão a todos que se sentiram ofendidos pela maneira como conduzi a celebração da missa das 14h”.

E arremata:

“igreja não é lugar de tomar posição político-partidária, que é contrária ao Evangelho”.

Sogra de Michel Temer joga tudo no ventilador e PF solta “BOMBA”. Ela é conhecida em Brasília como a “Rainha das baladas noturnas”!

De personalidade forte e bem extrovertida, uma das pessoas mais próximas ao presidente da República, Michel Temer, resolveu “abrir o jogo” em relação a alguns aspectos de sua vida íntima e particular.

Trata-se de Norma Tedeschi, mãe da esposa do mandatário do país, Marcela Temer.

Vale lembrar que a sogra do presidente Temer está no auge dos seus sessenta e quatro anos de idade. Já o atual mandatário está com setenta e sete anos de idade.

O mais inusitado é que o presidente da República tem sido colocado à prova a todo momento, não somente em sua vida profissional, já que não é nada fácil administrar um país imenso e tão complexo como o Brasil, mas também em sua vida íntima e particular, já que é casado com a filha de Norma, a “bela e recatada” do lar, Marcela.

A primeira-dama do Brasil tem somente trinta e cinco anos de idade.

Travessuras da sogra do presidente ao se comparar a personalidade da sogra de Temer com a esposa do mandatário, percebe-se que a primeira-dama é tímida e reservada.

Já a sogra do presidente pode ser considerada “travessa e de baladas”. Norma Tedeschi está sempre atenta às redes sociais, pois seu WhatsApp toca todo o tempo, já que ela é rotineiramente chamada para festividades, porém, ao frequentar casas noturnas badaladas de Brasília, capital federal, é conhecida como “rainha dos camarotes”, no Minas Hall.

Outro fator que denota a popularidade da sogra do presidente Michel Temer é que a mesma adora dançar o ritmo da salsa, além de ser uma pessoa bastante eclética que gosta muito de comparecer

À CASA NOTURNA SERTANEJA “BAMBOA”.

Norma quase sempre não está sozinha, pois tem ao seu lado, a policial rodoviária Cristiane de Oliveira. Cristiane também atua como personal trainer de Norma Tedeschi e da filha, Marcela Temer.

Em Brasília, a sogra do presidente costuma passear juntamente com a família no Lago PARANOÁ E CURTIR A PAISAGEM, ATRAVÉS DE PASSEIO EM BARCO. UM OUTRO HÁBITO DE NORMA TEDESCHI É frequentar shoppings da capital federal, principalmente, nos períodos da manhã.

Um outro fator curioso é que a sogra do mandatário brasileiro já revelou que costuma se considerar uma pessoa muito simples. Ela se recorda que chegou a almoçar um “PF” na Feira do Paraguai,

EM BRASÍLIA, POR TÃO SOMENTE R$ 7. ELA DEMONSTRA TAMBÉM GOSTAR MUITO DA NATUREZA. LOGO QUE SE mudou para o Palácio do Jaburu com a família presidencial, durante período em que Michel Temer era vice-presidente de Dilma Rousseff, Norma foi contundente ao reclamar da falta de árvores nos jardins do palácio supracitado.

Pai afirmava que ela era louca, mas Juiz demorou para dar a guarda e ex-coelhinha da Playboy pula do 25º andar com filho de 7 anos em Nova York

A ex-coelhinha da Playboy Stephanie Adams, 47 anos, faleceu após pular do 25º andar de um prédio com seu filho de 7 anos.

Segundo informações do Departamento de polícia de Nova York, divulgadas pelo Metro, a modelo e seu filho foram encontrados mortos na manhã desta sexta-feira (18).

Segundo o detetive William Aubrey, investigadores foram alertados por uma pessoa que estava no segundo andar e ouviu dois barulhos altos. Esse indivíduo encontrou Stephanie e Vincent mortos.

A modelo e seu filho se hosperadaram na cobertura do Gotham Hotel em Midtown Manhattan na noite de quinta-feira. Segundo o Page Six, ela estava em uma batalha judicial com seu ex-marido pela guarda do menino.

Recentemente, a modelo foi obrigada a entregar o passaporte da criança, o que atrapalhou seus planos de uma viagem de férias para a Europa.

Ainda segundo o site, o relacionamento de Stephanie com seu marido era tão tóxico que os dois precisavam se encontrar em uma delegacia para evitar confusões na hora de compartilhar a guarda do menino. Não se sabe ainda se a modelo deixou algum bilhete de despedida.

Stephanie foi Miss Novembro da Playboy em 1992. Antes disso, atuou em diversos filmes adultos na Playboy TV, como “Deep Dreams”, “Send Me an Angel” e “Hot Meat”.

Depois de abandonar a carreira de modelo, ela passou a escrever livros de auto-ajuda, totalizando 25 obras.

Gotham Hotel in Manhattan (Foto: Reprodução Google Maps)

VANUSA É INTERNADA DE NOVO POR CONTA DE DEPENDÊNCIA QUÍMICA E DEPRESSÃO, DIZ FILHO

Rafael Vanucci postou vídeo no Instagram nesta quinta-feira (17)

Rafael Vanucci, filho da cantora Vanusa, gravou um vídeo na web em que conta que sua mãe foi internada novamente por conta de dependência química e depressão.

“Gente, boa tarde! Eu estou passando aqui para fazer um comunicado.

Venho por meio deste informar a todos os amigos, fãs e imprensa que minha mãe, a cantora Vanusa, está internada sob os cuidados da Clínica Grandhouse, aos cuidados do Dr Sérgio Castillo e sua equipe, para tratar de dependência química e depressão.

Peço aos meus amigos, fãs e toda a imprensa que coloquem o nome da minha mãe em suas orações pois tenho certeza que esta energia de vocês chegará até ela! Muito obrigado”, disse.

ANTONIO FAGUNDES É VÍTIMA DE FAKE NEWS EM VÍDEO QUE ATRIBUI A ELE UMA BRIGA

Uns são dados como mortos, outros como doentes, e há os que têm seus nomes envolvidos em confusão. A mais nova vítima famosa de fake news (notícia falsa) é o ator Antonio Fagundes.

Imagens atribuídas a ele mostram um homem de cabelos brancos, visivelmente embriagado, discutindo com um outro mais jovem num posto de gasolina.

Na manhã desta quinta-feira, 17, vários sites e blogs replicaram a falsa notícia afirmando ser o ator nas cenas de violência. Procurados, Antonio Fagundes e Alexandra Martins, sua mulher, disseram que souberam do vídeo logo nas primeiras horas do dia.

A Assessoria de Imprensa da TV Globo também confirmou ao EXTRA que não trata-se do ator no vídeo.

“Acabamos de descobrir essa confusão! Não foi a primeira e nem será a última fake news envolvendo o Antonio. Dá para ver claramente que não é ele”, ressalta Alexandra.

O casal está tomando as medidas cabíveis com o auxílio da TV Globo, e vai pedir para que o vídeo seja retirado do ar. “Em breve, sairá uma nota oficial sobre o caso”, diz a mulher de Fagundes.

LUTO: Morre, aos 93 anos, a atriz Eloísa Mafalda. Artista faleceu em casa, em Petrópolis, nesta quarta-feira

RIO — Intérprete de papéis marcantes da dramaturgia brasileira, a atriz Eloísa Mafalda morreu, aos 93 anos, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Filho da artista Marcos Teixeira confirmou que a mãe faleceu por volta das 20h30m desta quarta-feira, em casa. Segundo Marcos, o enterro de Eloísa ocorrerá em Jundiaí, no interior de São Paulo.

A família ainda não sabe a causa da morte e organiza o sepultamento para quinta ou sexta-feira. Ela deixa dois filhos, dois netos e dois bisnetos.

Eloísa Mafalda trabalhou como costureira e auxiliar de escritório nas Emissores Associadas, na qual teve os primeiros contatos com a arte e a interpretação. Começou sua carreira no rádio. Seu irmão Oliveira Neto a convenceu a fazer um teste.

Ela foi aprovada e começou a fazer radionovelas da Rádio Nacional. em seguida a atriz fez sua estreia na TV Paulista, onde ficou até a emissora acabar e ser vendida para a TV Globo.

Na Globo, Eloísa viveu papéis marcantes em mais de 40 trabalhos, entre novelas, séries e especiais. Caso de Dona Nenê, na primeira versão de “A grande família”, e a inesquecível Dona Pombinha Abelha, de “Roque Santeiro”. A carreira conta ainda com outros personagens que caíram no gosto do público, como Maria Machadão, de “Gabriela”, Dona Mariana, de “Paraíso”, Gioconda Pontes, de “Pedra sobre pedra” e Manuela, de “Mulheres de areia”.

A atriz fez seu primeiro papel no cinema em 1950, no filme “Somos dois”. Já no teatro, a estreia aconteceu em 1965, numa adaptação de “O morro dos ventos uivantes”. Eloísa estava fora do ar desde a novela “O Beijo do Vampiro”, de 2002.

Os convites para voltar foram muitos, mas a artista não pode aceitá-los. Na época da última novela, já não conseguia decorar os textos e decidiu sair de cena diante da perda de memória. Ela vivia com a filha Mirian, em Petrópolis.

Pelas redes sociais, o neto da atriz Marcello Berro fez despedida emocionada para avó, a quem chamou de “meu grande amor”.

“Foi a primeira mulher que me pegou no colo. Sim! Antes de colocarem no colo da minha mãe, ela pegou da mão da obstetra e disse: ‘É meu neto!’ Nosso amor sempre foi explícito. Quando aprendi a escrever, escrevi em todos os livros da casa dela, listas telefônicas, paredes, gavetas: ‘Vó te amo'”, escreveu o neto, em post no Facebook.

Evaristo Costa diz que prefere lavar louças do que voltar a trabalhar na Globo

O jornalista Evaristo Costa parece não sentir a mínima saudade do seu antigo trabalho de jornalista na Globo. Após muitos anos na bancada do Jornal Hoje, ele pediu a sua saída no ano passado e agora, demonstra estar bastante feliz com a decisão.

Nas redes sociais, ele é bastante presente e sempre interage com o público, e neste domingo (13), fez uma revelação inesperada. Em um post, Costa apareceu lavando a louça e a cozinha, dizendo que os homens deveriam fazer o mesmo em suas casas.

“Aos filhos e maridos: lavem a louça (não só hoje ok?)”, aconselhou, e rapidamente, um internauta brincou com a situação, dizendo que a sua vida está pior agora do que quando ele trabalhava na Globo. Foi aí que Evaristo rebateu com uma resposta afiada.

“A coisa ficou feia, melhor voltar pra Globo”, disse o seguidor. “Prefiro lavar louças aqui em casa mil vezes (risos)”, disparou ele, que atualmente, trabalha com publicidade, sendo garoto-propaganda de várias marcas nas redes sociais.

Confira os posts:

Evaristo, atualmente, está morando na Inglaterra, juntamente com a mulher e as filhas, e tem interagido cada vez mais com os fãs através das redes sociais.

Ele criou um perfil no Twitter e passou a se tornar mais ativo no Instagram pouco antes de pedir o próprio afastamento da Globo e, ao ver que o público comprou a ideia, resolveu promover uma mudança radical na sua carreira, abandonando de vez o jornalismo e passando a viver de publicidade.

No JH, ele foi substituído por Dony de Nuccio, ex-âncora da GloboNews, que passou a ser o companheiro de Sandra Annenberg na hora do almoço.

O BOM MOÇO DA GLOBO: Cauã cai em Blitz, bêbado sem condições de dirigir ganhou multa e escapou da cadeia

Na madrugada de domingo (13), o ator Cauã Reymond caiu numa blitz de agentes da Lei Seca, no Rio de Janeiro.

O flagrante aconteceu na avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca.

Há rumores de que o galã apresentava sinais de que havia ingerido bebida alcoólica.

Porém, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro.

A recusa ensejou apenas a multa de R$ 2.934,70.

Para que o carro não fosse apreendido, o ator apresentou um condutor habilitado para levar o veículo.

Saiu barato…

ISSO EXISTE MESMO? No dia das mães, Luciana Genro homenageia mulheres que “escolheram não ser mães”. Leia a postagem da infeliz….

É verdade que todas as mulheres têm o seu valor. Isso é indiscutível.

Também é verdade que tudo tem a sua hora.

No dia das mães, evidentemente, todas as homenagens para aquelas mulheres que deram a vida a cada um de nós.

Não, para Luciana Genro.

No ‘Dia das Mães’, por necessidade de aparecer ou por mera imbecilidade, a ex-candidata a presidente da República homenageia às mulheres que “escolheram não ser mães”.

Resta saber se Luciana tem mãe…