ASSISTA BRASIL: GENERAL MOURÃO EM ENTREVISTA, DIZENDO TUDO QUE O BRASIL PRECISA!!!

Compartilhe essa notícia!

General foi a 4ª opção do candidato do PSL e causou polêmica ao elogiar um coronel acusado de tortura e defender intervenção militar.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) anunciou neste domingo (5) o nome do general da reserva Hamilton Mourão (PRTB) como vice na chapa para concorrer à Presidência da República. No início da tarde, o PRTB formalizou a aliança.


Pela manhã, Bolsonaro participou da convenção estadual do PSL em SP. À tarde, também na capital paulista, ao lado de Mourão e de Levy Fidelix, presidente nacional do PRTB, ele comentou a chapa recém-formada.

“No momento, eu deixo de ser capitão, o general Mourão deixa de ser general, nós passamos a ser a partir de agora soldados do nosso Brasil”, afirmou ele em discurso na convenção do PRTB.

Hamilton Mourão, por sua vez, defendeu “um governo austero, honesto, sem corrupção, com eficiência gerencial, relacionamento republicano com os demais poderes, ou seja, sem balcão de negócios”.

O general provocou polêmicas recentemente por algumas declarações. Ele fez elogios públicos ao coronel Carlos Brilhante Ustra, acusado de tortura, já acusou o Judiciário de não ser capaz de garantir o funcionamento das instituições e defendeu a intervenção militar (leia mais abaixo).
General Hamilton Mourão (PRTB) será vice de Jair Bolsonaro (PSL)

General Hamilton Mourão (PRTB) será vice de Jair Bolsonaro (PSL)

Compartilhe essa notícia!