“Adoro ser corno”: conheça homens que têm prazer em dividir suas mulheres

Para a maioria dos homens, saber que sua mulher teve um caso com outro é a pior situação que podem enfrentar em um relacionamento amoroso. Porém, o que representa sofrimento para uns funciona como fonte de excitação para outros. Existem homens que gostam de exercer esse papel. São os chamados cuckolds, indivíduos que sentem prazer no relacionamento sexual de suas mulheres com outros homens.

ilustracao corno

O termo em inglês cuckold vem de cuckoo (cuco), em referência ao pássaro que engana outras aves, depositando ovos em seus ninhos para que elas criem seus filhotes. Em português, é comum o uso da palavra corno ou corno manso. Quem tem esse fetiche aprecia imaginar, ver ou participar de uma transa da parceira com outro homem.

“Eu adoro ser corno”, diz, sem titubear, o engenheiro André (nome fictício), 30, casado há seis anos e autor do blog “Corno & Manso”. Ele conta que descobriu esse desejo ainda na época do namoro, quando depois de uma briga, a mulher o traiu. Apesar de ter ficado arrasado, André lembra que sentiu algo diferente que não sabia explicar. “Durante uma de nossas transas, pedi para que ela me desse detalhes do que tinha feito com o outro cara”, relembra sobre como começou a viver essa fantasia.

Depois de alguns anos apenas imaginando a situação, André resolveu colocar em prática o fetiche, partilhando sexualmente sua mulher. “É um prazer indescritível. Um homem que tem essa fantasia sente-se muito excitado ao ver sua mulher com outro”, explica.

Mesmo tendo uma essência comum, o desejo voluntário de ser corno, cada cuckold tem suas fantasias e limites. Alguns sentem prazer em participar do ato sexual, assistindo, estimulando, filmando ou às vezes consumindo o sêmen do parceiro escolhido, e outros preferem apenas ouvir os relatos das aventuras sexuais da mulher.

A experiência de Flávio (nome fictício), 28, analista de sistemas, como cuckold começou à distância, com um encontro de sua ex-mulher com um amante, a pedido dele. “Quando ela chegou em casa, fomos direto para a cama e transamos enquanto ela me contava tudo que tinha acontecido. Foi a melhor transa da minha vida”, relembra Flávio, que também mantém um blog, o “Corno Manso de Minas Gerais”.

Existem formas de prazer sexual que você nem imagina;

Você já ouviu falar em parafilia? É uma forma de obter desejo, excitação e prazer sexual de modo incomum, pelo menos para a maior parte das pessoas. Não se trata de perversão nem de doença, mas de um comportamento específico que nem sempre envolve a relação sexual como ela é tradicionalmente conhecida. Há quem as utilize como um tempero no sexo e quem só alcança o clímax com essas práticas.

No segundo caso, especialistas dizem que os indivíduos devem buscar ajuda se desenvolverem uma fixação ou se a forma exclusiva de obter satisfação começar a causar sofrimento ou prejudicar as atividades cotidianas. Há parafilias que ferem a moralidade e são tidas como psicopatologias, como a pedofilia. As descritas a seguir são variações sexuais que envolvem práticas diferentes e não colocam a vida dos envolvidos (lembrando que a consensualidade é primordial) ou de terceiros em risco.

Humilhação

O universo das fantasias é muito amplo para ser generalizado. Mas, entre os cuckolds, um elemento recorrente desse desejo consiste no prazer pela humilhação, segundo o psicólogo Maurício Amaral de Almeida, formado pelo Instituto de Psicologia da USP (Universidade de São Paulo) e que desenvolve estudos na área de sexualidade humana e comunidades fetichistas.

O psicólogo explica que, no mundo fetichista, os participantes dividem-se em tops, aqueles que gostam de exercer o poder, bottoms, que querem ser objeto de poder, e switchers, pessoas que alternam esses papéis. “O homem praticante do cuckold se encontra no espectro bottom, isto é, o seu prazer se origina em se sentir objeto de poder, da sua mulher e eventualmente do homem que a possua”, esclarece.

O funcionário público Ulisses (o sobrenome foi omitido para preservar sua identidade), 32, criador do blog “Sonho de Manso”, descreve o prazer que encontra na humilhação: “Gosto de ficar em segundo plano, ser lembrado sempre, mas levemente humilhado pela sensação de ceder a posição de macho alfa”.

Apesar de não se considerar bissexual nem cogitar uma relação homoafetiva, ele não rechaça o contato com outro homem durante a prática do cuckold. “No contexto sexual, envolvendo a satisfação da mulher e seu macho alfa, eu e boa parte dos cuckolds aceitamos servir sexualmente, se isso convier a todos”, afirma Ulisses, que foi casado por oito anos e atualmente está separado.

Esse comportamento não é uma regra. Existem cuckolds que preferem não ter nenhum tipo de contato físico com o “amante”. Mesmo que exista o envolvimento sexual, geralmente isso não tem ligação com a homossexualidade, já que o típico cuckold gosta de se relacionar com mulheres, preferencialmente dominadoras. “Embora possa haver casos isolados, na maioria das vezes, o cuckold não envolve a compensação de homossexualidade não assumida”, diz Maurício de Almeida.

Thinkstock

Você topa tudo na cama?

Descubra a resposta ao fazer o teste elaborado com a consultoria da psicóloga Juliana Bonetti, especialista em sexualidade pelo Inpasex (Instituto Paulista de Sexualidade).

A despeito do prazer que sentem vendo a mulher com outro, os adeptos dessa fantasia não estão imunes ao ciúme. “Sinto muito ciúme, a ponto de querer desistir, mas o fetiche fala mais alto. Se não houvesse o ciúme, acredito que não seria tão bom”, assume Flávio.

Apesar disso, os cuckolds não costumam ver a fantasia como um risco para o relacionamento ou um sinal de que não existe amor. Em suas investigações para um doutorado sobre sexualidade em praticantes de sexo liberal no Brasil, o pesquisador Edson Vasconcelos, professor de Sociologia da UEPB (Universidade Estadual da Paraíba), nota que não há em boa parte daqueles que vivenciam essas práticas a impressão de estarem fazendo algo que comprometa a relação.

“Vários deles já informaram que sua realização no cuckold reside no fato de querer apimentar ainda mais a relação e que isso também seria uma forma de demonstrar o amor que sentem pelas suas parceiras”, relata o pesquisador.

Desejo de ambos

Antes de revelar um desejo como esse é preciso perceber bem os sinais do outro. “É fundamental saber os interesses do cônjuge e até que ponto se sente pronto para vivenciar outras práticas que vão além do sexo a dois”, diz Vasconcelos.

Quase sempre, a prática é unilateral, ou seja, apenas as mulheres têm relações extraconjugais. E, para que a fantasia funcione, a mulher ou namorada também precisa ter a vontade de se relacionar sexualmente com outros homens.

A internet é o principal ponto de encontro para a realização do fetiche. E muitas vezes o casal viaja para outras cidades para poder manter a fantasia em segredo, longe do julgamento alheio. “Nenhum homem gosta de levar o fetiche para o dia a dia. Não é uma coisa que se conte para os amigos, é um lance do casal”, diz Flávio.

Homens que oferecem suas mulheres a outros. Ser corno é tendência?

Homens que oferecem suas mulheres a outros. Ser corno é tendência?

Aêê! Bom, sou um cara meio pervertido, coloquei na net um anúncio que queria achar um casal para menage masculino.  Carrraaaaaa!!! Recebi em torno de 38 e-mail de maridos querendo ser cornos. Pergunta: isso é uma nova tendência? Luis

Aêê – qualquer coisa que isso signifique – Luis, espero que você tenha se dado bem na iniciativa de partilhar o pão, mesmo que o alheio. Seria muito simplista afirmar que ser corno é uma tendência, até porque, as mulheres já enfeitam as cabeças dos homens desde a idade da pedra.

Não sei se posso considerar a cornice quando o próprio corno é quem procura ofertar a mulher. Teoricamente, corno, é o enganado, certo? Quem divide a mulher por iniciativa própria seria algo como retardado benevolente.

Essas posturas sexuais não são tão simples de entender, tem muito a ver com fantasia e sobre isso se abre sempre uma dúvida: fantasias são para serem realizadas?

Irei explicar isso e também o que faz os homens quererem dividir suas companheiras.

Alguns psicólogos afirmam que não, creio que eles devem ter fantasias muito bizarras para pensar assim, dependendo de como elas são fazem muito bem em não aconselhar alguém a realizá-las.

Diante de um mundo tão perverso, depois de ler muitas pirações que me chegam por e-mail, afirmo que minha fantasia é dormir de conchinha! Pelo tanto que ronco acho que ninguém iria querer realizá-la, um ménage com outra mulher seria mais bem visto!

Nesse caso específico acredito que alguns homens querem outro na cama por alguns motivos:

1.     Perversão

Não é preciso ganhar um nobel para saber que os filmes pornográficos são produzidos para os homens, certo? Deve haver alguma explicação então por ter tantos filmes onde o filé de borboleta é “meiado” por dois homens. Só pode ser alguma tara perversa de uma boa porção dos homens. Imagino até que alguns nem conseguem ter prazer se não for desse jeito. Tesão e sexo hardcore! É… O mundo é cheio de situações adversas e gente estranha, mas quem é normal?

 2.     Homossexualismo/Bissexualismo

Não sei dizer qual a proporção, porém são muitos aqueles que esqueceram de avisar a mãe e a namorada que são gays e dentre estes existe uma grande parcela que enxerga o ménage como uma porta para fora do armário. Não podemos descartar também os que simplesmente gostam de, como cantava Renato Russo, meninas e meninos.

 3.     Despachar a mulher

Já ouvi uns dois ou três casos onde o sujeito não sabia como se livrar da mulher sem causar uma crise mundial e abraçou o ménage para se libertar do relacionamento. Calma… Não, eles não fugiram com os coleguinhas, apenas falaram às moças que após toda aquela sacanagem não as viam mais como suas companheiras. Aquele papo de que algo se quebrou e não dá mais para continuar, sabe? É muita cara de pau, eu sei, mas funciona ou, até hoje, funcionava! Agora eu contei o truque…

4.     Curiosidade

O sujeito sempre fez aquele sexo burocrático, sem muita paixão, sem tapas na bunda ou puxões de cabelo, quase cronometrado (oral, vaginal, ronco) e um dia dá na idéia de ser moderninho. Algo como crise dos 40 só que no sexo, fica aquela coisa de que deveria ter amado mais, ter visto o sol nascer e outras bobagens do gênero…

5.     Acabou o gelo

Sei que ninguém entendeu o título, mas eu explico, o casal está em casa tomando uma caipirinha de cachaça, depois de umas e outras acaba o gelo, a pinga não. Bom, já que não tem mais nada para fazer, então, como quem não quer nada, sem grandes traumas, propõem um ménage para sair da rotina.

6.     Mente aberta

Conheço caras muito evoluídos, não cheguei nesse nível e nem sei se chegarei, que de tão elevados intelectualmente que são, não consideram que “a mulher” lhes pertença. Eles sabem e aceitam que elas são livres e que ninguém é de ninguém para ser privado de prazeres, logo, é normal que compartilhem de suas alegrias e as vejam terem prazer com outros caras. Coisa muito corriqueira, como assistir novela das oito, isso se esses meliantes tivessem televisores.

7.     Dominação

Funciona exatamente como o contrário do mente aberta e por esse motivo, partilham a mulher. Mas espera aí… O aberto compartilha e o dominador também? Então qual a diferença? A diferença caro leitor está no conceito implícito no ato de “meiar a bisteca”. O primeiro faz por liberdade e o segundo praticamente subjuga a mulher a outro homem para que ela entenda que lhe pertence. É meio doentio, mas funciona assim: “você me pertence tanto que se eu quiser, te faço dar para outro cara”.

Eu poderia até tentar incluir mais um tipo, o “socialista”, que defende a divisão dos bens, porém no Brasil socialista só sabe dividir o que não lhes pertence, então não entra na pesquisa.

Respondendo ainda se é uma tendência que essa “cornitude consentida” prospere, é sim. Muito disso se deve a crise de identidade em que os homens se encontram, motivados pela revolução sexual das mulheres eles ficam confusos se devem ser modernos ou conservadores.

Lhe digo uma coisa, independente do que você escolha, só o faça caso lhe traga felicidade. Quer partilhar o pão e o pão quer ser partilhado? Ótimo! O universo está equilibrado, para cada corno deve existir uma despudorada (leio Nelson Rodrigues). Tem um ditado muito bom que diz “quando um não quer, dois brigam”. Eu alterei ele para a versão casal, achei que fizesse mais sentido.


Continua depois da publicidade

COMO SER CORNO, EM 8 LIÇÕES

Você, meu caro, que tem uma mulher-namorada maravilhosa, mas sonha com os chifres e não sabe por onde começar a merecê-los, “seus pobrema se acabaram-se!” [sic]Aqui vão as dicas certeiras do que fazer pra se tornar o novo corno da praça!
Ou ao menos para merecer um belo par de chifres!1) CRITIQUE A APARÊNCIA DELA DE FORMA ININTERRUPTA!Ela pode não ser a mulher mais linda do mundo, mas se você a escolheu, algum atributo ela deve ter, certo?
IGNORE-OS!
O negócio é botar defeito em qualquer coisa e em tudo, e nunca estar satisfeito.
Não veja as coisas boas.
Reclame se a bunda for pequena demais, ou grande demais, ou mole demais…. reclame até se for dura demais! Faço o “do contra’, e diga que não gosta de mulher muito marombada.
Se ela for magrinha, chame de “saco de ossos”, se for mais cheinha, chame de “Shamu”.
O negócio é ser criativo na hora de esculhambar!Ache a cor do esmalte (que ela acabou de pintar na manicure) uma merda.
Pergunte se ela está inchada, no dia seguinte que ela começou a dieta.
Reclame do tamanho do brinco.
Deteste o vestido favorito dela.
Diga que aquela blusa, que ela acabou de comprar e custou carésimo, a engorda.Enfim, o negócio é CRITICAR.
O tempo todo. Tudo e ao mesmo tempo, de preferência!
E se ela “consertar” alguma coisa que você criticou, na hora diga “mas de que adianta, se você continua com esse corte de cabelo horroroso?!
Rá.2) FAÇA CHACOTA DA CANTADA QUE ELA LEVOUVocê viu ela ser cantada, ou soube que alguém cantou ela?
Não fique com ciúmes, nem pensar!
Ria.
Dê gargalhadas e faça piadas a respeito do cara.
Se puder, mande até um “DESSE cara??” e continue rindo.
Ou diga que ele deve andar mal, desesperado…
O negócio é menosprezar o poder dela em atrair outros caras.
Essa é tiro e queda.3) SE PAVONEIEVocê tem que bancar o gostosão!
Olhar pra toooodas as mulheres que passarem na rua.
Contar tooooodas as cantadas que leva (e inventar algumas).
Viver lembrando-a como você é um “partidão” e como ela “deu sorte“.
Lembre-a que foi ela quem te deu mole (mesmo que não tenha sido).
Faça uma lista de todas as ex, que são mais bonitas que ela.
Lembre suspirando “se eu tivesse ficado com fulana… hoje ela é modelo da Victoria’s Secret…“E não esqueça da clássica “imagina se você não estivesse comigo…. capaz que ainda estaria com aquele fulano, que era atendente de telemarketing!4) SEJA UM INÚTIL… PERTO DE OUTROS ÚTEISVocê, caro aspirante a corno, já deve ter tentado ser inútil, pra ver se funcionava e ganhava os cornos, certo?
Deixou ela ficar com as crianças sozinha, enquanto foi à praia.
Mandou ela pegar cerveja 362 vezes no meio do jogo de futebol, e coisas assim.Mas não adianta!
Você tem que mostrar que é um inútil, no meio de outros caras úteis!
Assim vai mostrar o contraste da sua inutilidade.Ande com amigos que às vezes cozinham para as próprias mulheres.
Com amigos que se oferecem pra lavar uma louça.
Ande com aqueles que até trocam as fraldas dos próprios filhos, veja você!

Dê preferência por andar com caras carinhosos, que perguntam se a mulher quer beber alguma coisa.
Se ela está confortável…

Isso também é certeiro – sua inutilidade vai ficar tão latente…. que é pimba!

5) ADMIRE NAS OUTRAS O QUE VOCÊ DESGOSTA NELA

A estratégia é simples: tudo aquilo que você vive brigando com ela, pode nas outras pessoas (mulheres).
Reclame que ela fala muito, mas elogie uma amiga que não cala a boca – chame-a de “animada“.
Diga que ela não pensa antes de falar, mas quando uma outra amiga começar a mandar umas verdades, chame-a de “autêntica“.

Ache um horror unha do pé vermelha – mas elogie no pé da Gisele Bündchen.
O negócio vai bem assim: o que nela for irritante, nas outras tem que ser umagracinha, sacou?

6) SEJA SEXUALMENTE FRUSTRANTE!

Você, corno “wannabe”, já não deve ser grandes coisas nesse território.
Embora muitas vezes ache que “abala Bangu“.
Só dar aquela umazinha semanal (feito missa de domingo) sem sal, virar e dormir, ainda não botou o chapéu de osso na sua cabeça?
Calma!
Tem jeito!

A receita pra empurrar ladeira abaixo a vontade da sua mulher em te cornear é a seguinte:

– comece reclamando da performance dela (você não levanta uma palha de diferente, mas tem que parecer que ela é que é a frígida, que não se esforça)
– ignore qualquer tentativa dela em te seduzir – não repare na lingerie nova; se ela começar a te beijar, mande ela parar de “te babar”, ou empurre-a, dizendo que está ocupado (ou vendo o jogo).
– dê uma brochada. Faça o esforço, vai compensar. Mas broche e bote a culpa nela!
– nada de beijos, apalpações, ou posições diferentes – comece e acabe em 134 segundos, e comece a roncar em cima dela mesmo. Deixar (ou fazer) ela gozar???? Nem pensar!!!
– se ela sugerir alguma coisa “nova”, fique amuado, e chame ela sutilmente de piranha. Ou fique enchendo o saco, perguntando onde ela viu ou aprendeu isso.

7) SINTA OS CIÚMES ERRADOS

Lembra que você não pode sentir ciúmes, né?
Tem que fazer ela se sentir a mulher mais inadequada e indesejável do mundo, pra ela querer cair nos braços do primeiro pedreiro que passar!

Mas pode sentir o ciúme errado.
Pode encheeeeeer o saco no dia que ela for sair com as amigas.
Fazer mil perguntas sobre aquele cara (totalmente inofensivo e potencialmente gay) que ela conhece.
Pode ter ciúmes que ela acompanhe o pai ao shopping, ou a mãe ao médico.

A dica é ignorar situações de ciúmes reais, e focar toda a sua chatice naquelas situações e pessoas totalmente inócuas.
Seja chato. Seja implicante.
Pegue no pé e torture-a por coisas que não existem.
Isso funciona que é uma beleza!

8) RECLAME DE TUDO

Lembra que era pra criticar tudo nela?
Se ainda não foi o suficiente pra ela te chifrar sem dó, isso agora vai funcionar:reclame de tudo!
Mas tudo mesmo!

Nada do que ela fizer pode estar certo!
Ela quis te agradar, fazendo alguma coisa?
Diga que ela fez errado.
Você tem que mostrar que ela dirige mal, que não sabe usar o computador (ou o vídeo-game, ou o Dvd…), que é um horror no próprio trabalho, que se atrapalha com as coisas mais simples, que nunca faz direito o que você pede….
Reclame de como ela deixa a casa (mesmo se os dois forem responsáveis por isso. Reclame da parte dela).
E que ela não estende a toalha depois de tomar banho….

Reclame que ela é muquirana (ou que gasta muito).
O importante é reclamar.

É fazê-la sentir-se uma incompetente e inútil.
E que nada do que ela faz é apreciado.
Essa vai ser a gota d’água, pra ela decidir que alguém vai apreciar.
Que não seja aquele mané.
Aquele mané corno.

Manual do Corno Manso

Regra nº. 01
Nunca force sua esposa a aceitar parceiros com quem ela não simpatizou e/ou não teve afinidade. Os homens, normalmente, metem em qualquer buraco que veem pela frente; A mulher, porém, precisa de algo mais além do simples tesão. Há que rolar uma afinidade, uma atração diferente, que só ela saberá.
Regra nº. 02
No dia-a-dia e em qualquer ocasião, cuide que sua mulher esteja sempre bem (e convenientemente) elegante e arrumada; E, sempre que possível, que ela esteja vestida de forma bem sensual, pois isto é muito importante para atrair, com mais eficiência, a atenção masculina alheia. Manter a mulher sempre gostosa e provocante, é um dever de todo corno manso que se preza.
Regra nº. 03
Quando sua mulher for dar para outro, certifique-se de que ela está usando uma boa e sensual lingerie e que ela está totalmente elegante e cheirosa. Ajude a depilá-la, se necessário.
Regra nº. 04
Quando forem encontrar um novo parceiro num bar ou restaurante, ainda que seja somente para prévia avaliação e conferir afinidades, procure participar ativamente da conversa. Lembre-se de que, também neste instante, VOCÊ é o macho e o protetor dela. Só depois que a coisa engrenar entre ela e o novo Comedor é que você pode, se quiser, assumir um papel secundário.
Regra nº. 05
Lembre-se: Há várias formas de se exercer a nobre, mui relevante e inigualável função de corno manso e não existe um tipo certo e/ou um tipo errado para isso, pois tudo depende da fantasia de cada casal, em particular, valendo o gosto de ambos e o limite e o desejo de cada um. Nada deve ser forçado.
Regra nº. 06
Existem vários tipos de corno manso:
Há aquele que gosta de ser humilhado; Há aquele que participa ativamente, de tudo; Há aquele que só gosta de observar; Há aquele que fica esperando em casa, etc, etc, etc…
Procure saber em qual tipo você se enquadra e exija que o Comedor respeite a sua opção.
Regra nº. 07
Qualquer que seja o tipo de corno, em que você se enquadre, lembre-se de sempre dar suporte à sua esposa. Ela precisa ter a certeza de que está agindo em nome do prazer do casal. Algumas delas sentem uma certa insegurança diante de um outro homem desconhecido. Faça-a perceber que você está ali para protegê-la, se for o caso.
Regra nº. 08
Por mais que seja uma fantasia mútua do casal, no “ménage-a-trois” masculino, a figura central e mais importante, é a esposa. É ela quem deve ter todas as suas vontades satisfeitas. Não constranja sua esposa, deixe-a à vontade, incentive-a, apoie-a e faça tudo do jeito que ela quiser. Assim, fica mais gostoso!!!
Regra nº. 09
Todo corno manso de respeito, tem o direito de ter muito prazer em exibir a esposa para os outros machos, seja ao vivo, ou seja, pela Internet. Inclusive porque, todo Comedor têm todo o direito de examinar antes, o material que vai comer.
Regra nº. 10
Quando o casal receber propostas de candidatos a Comedor (desde que elas estejam redigidas de acordo com as normas do casal, com fotos, etc…), o corno manso deve ajudar a esposa a responder, nem que seja para descartar. As que vêm, com meia dúzia de palavras, sem as fotos exigidas, sem os dados pedidos ou com grosserias podem ser descartadas de plano e não necessitam resposta alguma.
Regra nº. 11
Para a segurança de todos: Se a esposa for sair sozinha com um novo Comedor, certifique-se bem quem é o sujeito, se é confiável, quais são as referências dele, se não vai trazer problemas, se realmente não há a menor sombra de dúvida, etc, etc… Vale a regra: Na dúvida, nunca ultrapasse.
Regra nº. 12
E, se ela for sair sozinha com o Comedor, recomende a ela que volte para casa sem tomar banho, pois é função precípua do corno manso, limpar a mulher com a própria língua. E, se o Comedor sabe da existência do corno manso e que ele aprova a transa, então não deve ficar questionando, se a mulher for embora sem tomar banho, pois ela também sente prazer de ver seu corninho, faxinando a “bagunça” com a língua.
Regra nº. 14
É dever de todo corno manso que se preza e que participa do “ménage”, buscar facilitar as penetrações do Comedor, segurando as pernas da esposinha, amparando-a, ajudando e, se for o caso, abrindo a bundinha dela para o outro meter, lubrificando o bem cuzinho dela para o anal, guiando o pau do Comedor para dentro dela, etc… Enfim, cumprindo ativamente seu papel de corno manso.
Regra nº. 15
É direito de todo casal, caso o Comedor voluntariamente concorde, que o corno manso fotografe ou filme, para depois guardar como uma recordação e com todo o carinho, o “ménage-a-trois” em que a esposa é devidamente fodida. O Comedor deve compreender que ele só terá cópia das fotos ou do filme, se o casal concordar com isso.
Regra nº. 16
Lembre-se: Ser corno manso é uma questão de “status”. Não é corno manso quem quer. Só é corno manso quem pode. Ser corno manso significa que você tem uma mulher desejada por todos os outros. Quem é casado com baranga não tem a menor condição de ser corno, nem mesmo manso. Portanto, orgulhe-se muito de sua galhada. Cada chifre é como uma medalha.
Regra nº. 17
O casal, o Comedor e o corno manso, sempre tem que se lembrar que: No “ménage-a-trois”, nada é proibido, tudo é permitido, mas nada é obrigatório . Tudo tem que ser muito bem conversado e combinado antes . Se na hora “dos fatos” surgir alguma dúvida, aquela prática deve ser adiada para uma ocasião posterior, isto se vier a ser, posteriormente, aprovada por todos.
Regra nº. 18
É dever de todo corno manso, nunca deixar faltar amor para a esposa. O corno manso deve ser compreensivo, calmo, tolerante, afetuoso, amoroso e gentil com ela. Sempre protegê-la e ser cúmplice dela.
Regra nº. 19
Todo corno manso deve procurar ser solidário com os seus outros colegas também cornos mansos. Deve dividir suas experiências com eles. Inclusive, habituar-se a dar referência de bons Comedores. Informar “armadilhas”, relatar velhos e novos golpes que tiver conhecimento, etc…
Regra nº. 20
É psicologicamente comprovado que boa parte dos cornos mansos já assumidos e praticantes, é composta por homens que têm tendências bissexuais, conscientes ou inconscientes, assumidas ou não, mais fortes ou menos fortes. Assim o corno manso não deve se sentir menos homem por causa disso. E, se a sua esposa e o Comedor previamente concordarem, deve tirar o máximo proveito das coisas, sem qualquer sentimento de culpa, por algo mais.
Regra nº. 21
É comum, também, que algum Comedor, acabe desejando e até mesmo tome a iniciativa de buscar algum tipo de contato bissexual para com o corno manso; Assim, caso o corno manso já conheça e aceite a sua própria bissexualidade, ele deve incentivar, somente se houver prévio apoio da parte de sua esposa, as investidas do Comedor, carente de bissexualidade.
Regra nº. 22
Já foi comprovado, também, que, com bastante frequência, Comedores sentem vontade de vir a desfrutar os infinitos prazeres da condição de corno manso; Por isso, o corno manso não deve estranhar (e deve até dar todo o apoio possível…), caso o Comedor, queira evoluir para a condição de, também, passar a ser um novo corno manso. Deve até mesmo, buscar fazer as “honras da casa”, ao novato na prática da Mansidão.
Regra nº. 23
O fato de ser um feliz corno manso, não obriga o titular de tão honrosa posição social, a aceitar, passivamente, todo tipo de conduta da parte de Comedores (e até de terceiros…): Assim, tanto o Manso, quanto o casal, podem recusar drogas e seu porte e uso, estimulantes, cigarros, vexames, porres, escândalos e excessos. O prazer é a regra. Ser discreto é a condição. E a cautela é uma obrigação de todo o trio.

Seja o primeiro a compartilhar com seus amigos!


:) Espalhe essa notícia


:) Receba as novas notícias no Facebook


:) Curtir o site


Leia mais em: Comportamento


7217 postagens

Qual a sua opinião? Deixe-nos saber seus pensamentos nos comentários logo abaixo. Não se esqueça de nos seguir para ficar bem informado no que virou notícias no Brasil e no mundo!



Investigados no ‘quadrilhão do PMDB da Câmara’ tentam fugir de Moro e ficar no STF
Coluna: PoliticaMente



Prisão de Cabral completa um ano e manifestantes fazem festa na porta de presídio em Benfica, no Rio
Coluna: PoliticaMente



‘RIO DEFINHA E CRIMINOSOS SE EMPAPUÇAM COM DINHEIRO PÚBLICO’, DIZ PROCURADOR
Coluna: PoliticaMente



STJ MANTÉM CONDENAÇÃO DE BOLSONARO POR DIZER QUE ‘NÃO ESTUPRARIA’ ROSÁRIO
Coluna: PoliticaMente



TUDO POR IBOPE: Globo aposta em filho que espanca mãe e cena gera revolta. A sociedade está inconformada com essa lixeira Global
Coluna: Comportamento, Debate



Selfie de Miss Iraque com Miss Israel gera polêmica ante conflito na região, entenda o absurdo
Coluna: Guerra, Pelo Mundo



5 a 0 é o placar dos pedidos de suspeição contra Moro. Zanin e Roberto Teixeira nem são mais levados a sério, perderam totalmente a credibilidade.
Coluna: PoliticaMente



Gilmar Mendes E Ricardo Lewandowski Preparam Terreno Para O Grande Golpe Contra A Lava Jato
Coluna: PoliticaMente



COVARDIA SEM FIM CONTRA AS MULHERES: Vendedora posta fotos após ser agredida pelo namorado, ‘É hora de acordar’.
Coluna: Comportamento



SUPER HONESTO: Patrimônio de ACM Neto cresce mais de 3000% em oito anos e chega a quase R$ 30 milhões
Coluna: PoliticaMente



ALGUÉM AINDA NÃO SABIA QUE ELE É BANDIDO? Jorge Picciani, Paulo Melo e Albertassi são transferidos para Cadeia Pública de Benfica
Coluna: PoliticaMente



Fotos flagram manobras de moto aquática instantes antes de jovem ser morto em SP
Coluna: Policial



‘É preciso corrigir os abusos’, diz Gilmar Mendes sobre delações premiadas. Mas a verdade é outra, descubra qual….
Coluna: PoliticaMente



REVOLTADO COM O SEU PÚBLICO: William Bonner detona críticos em ‘textão’ enigmático em rede social
Coluna: Comportamento



SEM MEDO DO POVO: Câmara paga a nove deputados federais que perderam o mandato, ou seja cassados, até R$ 23 mil de aposentadoria
Coluna: PoliticaMente



DENÚNCIA GRAVÍSSIMA DO JORNALISTA Marco Antonio Villa: Há uma grande conspiração no STF para acabar com a Lava Jato
Coluna: PoliticaMente



COMEMORE AGORA MESMO: Ministério Público pede bloqueio de R$ 24 milhões de Lula e seu filho caçula
Coluna: PoliticaMente



Desembargador que vai julgar o destino de Lula revela em seus quadros um ex-petista
Coluna: PoliticaMente



Silvio Santos fecha porta na cara de funcionário demitido. Carlinhos Aguiar buscava entender a sua demissão, mas assista o vídeo…
Coluna: Comportamento



URGENTE: Delator diz que Globo pagou propina para ter exclusividade de transmissão da Copa do Mundo
Coluna: PoliticaMente



Gleisi tentou dar carteirada durante depoimento mas passou o maior carão: “aqui não é o Senado”
Coluna: PoliticaMente



COM MUITO MEDO: Lula Confisca Celulares De Assessores Para Evitar Vazamentos Em Sua Caravana
Coluna: PoliticaMente



Ohio cancela execução após médicos não conseguirem encontrar veia de condenado
Coluna: Pelo Mundo



PARA MUDAR A SUA VIDA: 5 segredos da felicidade, segundo o ‘homem mais feliz do mundo’
Coluna: Coisa Linda, Religiosidade



Raquel Dodge arrebentou com a vida do ministro covarde: PGR denuncia ministro do TSE por agressão contra a própria mulher
Coluna: PoliticaMente



TRAGÉDIA: Maitê Proença fala sobre o assassinato da mãe pelo próprio pai, atriz falou abertamente sobre o trauma que a atingiu
Coluna: Comportamento



PÉ NOS FUNDOS: Maitê Proença conta como soube de demissão da Globo. Veja como é a política da ‘poderosa’
Coluna: Comportamento



CÂMARA-TUR – TURISMO PAGO PELO POVO: Viagem de Maia e nove deputados pelo exterior custará R$ 90 mil à Câmara. Visitarão Israel, Palestina, Itália e Portugal, mas pra que?
Coluna: PoliticaMente



CRIME CONFESSADO EM ÁUDIO: Deputado não desliga celular e reclamação sobre devolução de diárias no exterior vai ‘ao ar’
Coluna: PoliticaMente



General pede PRISÃO de LULA após discurso ofensivo na Paulista: ‘Maldita hora em que colocamos no poder alguém que valoriza mais um ‘microfone’ do que um ‘livro’.
Coluna: PoliticaMente



GRAVE DENÚNCIA: No velório do pai, filha de vereador acusa Renan Calheiros de homicídio. Veja o vídeo
Coluna: PoliticaMente



7217 postagens


continua após a publicidade