FIM DA MAMATA: Homem não é mais obrigado a dividir bens nem bancar a ex

A notícia de que o STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu que a partilha do patrimônio de casal que vive em união estável não é mais automática e que as partes vão ter de provar que contribuíram com dinheiro ou esforço para a aquisição dos bens vai mexer com a vida de muita gente. Essa mulherada que ainda acha que o que o homem tem de mais sexy é o cartão de crédito, o carro e o apartamento, vai acabar com uma mão na frente e outra atrás.

Se a bonita só entrar com a fachada na união estável, sem comprovar que suou a camisa (e não daquele jeito que vocês estão pensando), não terá direito ao patrimônio erguido só pelo cara. O mesmo, a princípio, deve vale para mulheres bem sucedidas. Caso seja ela a responsável exclusiva pela construção do patrimônio, se o fulano não comprovar que entrou com grana ou com esforço, vai ele para a rua da amargura.

No mínimo, é justo. Para se partilhar um patrimônio de casal que vive em união estável, o ideal é mesmo que cada um prove que contribuiu com dinheiro ou esforço para a aquisição dos bens. Alguém aí pode berrar, dizendo que há muitas mulheres que abandonam a vida profissional para cuidar da família e dos filhos. A Justiça precisa olhar caso a caso, mas se dedicar exclusivamente ao lar não deixa de ser um baita esforço para o enriquecimento mútuo.

Por outro lado, acho que ex-marido pagar pensão à mulher pro resto da vida é uma aberração. O STJ vem, de fato, entendendo que a obrigação de pagar pensão alimentícia à ex-cônjuge é medida excepcional. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, em um um julgamento recente, o STJ decidiu converter a pensão definitiva da mulher, de 55 anos, em transitória. Ela receberá quatro salários por apenas dois anos. Procurada, a assessoria de comunicação do STJ não tinha informações sobre o caso. Rosane Collor também teve de se contentar com uma pensão por apenas três anos paga pelo ex-presidente Fernando Collor.

As mulheres podem e devem bancar seu próprio sustento. No caso de Rosane Collor, ela teve direito a alimentos “compensatórios” por não ter trabalhado para seguir a vida política do ex. Mas até isso foi uma opção de vida dela. Depois não adianta chorar. É uma ótima lição para essa mulherada que quer viver à sombra do marido, achando que é dele a obrigação de bancar a fofa a vida toda.

Agora, é bom que se diga e não custa lembrar: uma coisa é pensão para ex-mulher. Outra, muito diferente, é pensão para filho. Bancar a mulher não deve, mesmo, ser uma função do ex. Mas colaborar com o bem-estar das crianças que teve é, sim, obrigação do pai. Esse monte de homem que casa, faz filho, separa e se faz de morto na hora de pagar pensão para as crianças merece o que a lei destina a eles: cadeia.

:) Espalhe nas suas redes



:) Essa notícia


:) Facebook


:) Curtir o site







BOLA 7 DA CAÇAPA DO CANTO: Fachin decide enviar diretamente à Câmara denúncia contra Temer


Renan deixa liderança do PMDB, ataca Temer e nega ser ‘marionete’


DOZE SINAIS DE QUE OS SEUS ANJOS ESTÃO COM VOCÊ


Quase metade da população tem vergonha de ser brasileira, segundo Datafolha


Silvio Santos de volta à política? Apresentador manda recado para Bolsonaro


A verdade sobre doença de Vera Fischer é revelada e o que ela tem é bem pior. A grande mídia continua enganando a população…


É HUMORISTA? Maia diz que cada deputado votará com a sua consciência. Aliados pressionam por escolha de relator alinhado a Temer.


Vera Fischer é internada no CTI da Clínica São Vicente, no Rio


A denúncia que pode derrubar Temer. Entenda o rito, que tem semelhanças com processo de impeachment.


EXCLUSIVO: FHC diz que assume a Presidência por um ano. Michel Temer não se sustenta no Planalto


DELAÇÃO BOMBA: Lulinha embolsou R$ 317 milhões. Veja o caminho da mina


Em nota oficial, PT prega ‘luta aberta na rua’ em caso de condenação de Lula


Avião que transportava 650 quilos de cocaína decolou de fazenda do ministro da Agricultura, diz piloto


O Grupo Folha não desiste, insiste e quer Lula presidente


Se um Palocci vale 12 anos de prisão, quanto vale um Lula? Responda e compartilhe!


Temer convoca marqueteiro para montar ‘operação contra Janot’


Polícia Federal faz varredura no palácio do Supremo Tribunal Federal


Fachin retira de Moro mais uma apuração sobre Lula baseada na Odebrecht


Enquanto o Brasil pega fogo, o povo só quer saber de confusão no palco de sertanejas, por isso os políticos roubam sem parar..


Marcela Temer, debilitada e inconsolável, sai de cena


Marisa Letícia, a milionária, daí o segredo de Justiça em seu inventário


O homem que colocou Joesley Batista no mundo do crime


A primorosa sentença de Antonio Palocci


Na véspera da sentença de Lula, central de calúnias faz capa fake de ‘Veja’ com ofensas a Moro


Em ritmo de manicômio, Gleisi diz que eleição sem Lula “será uma fraude”


Moro critica Fachin por “pulverizar” ações da Lava-Jato


Vídeo: Câmeras de segurança mostram que motorista foi agredido ANTES de atropelar skatistas


Palocci tentou chantagear Moro para se safar e se enrolou de vez


Lula faz piada contra Sergio Moro e mostra que perdeu todos os limites


Palocci é condenado a 12 anos de prisão na Lava Jato. Lula é citado 68 vezes na sentença que condenou Palocci


O brasil merece esse lixo de alto nível: FÃ INVADE PALCO, DERRUBA SIMARIA E LEVA SOCO DE SIMONE EM SHOW NA BAHIA; VÍDEO


Jacquin: “Nunca mais assino uma carteira de trabalho”. Ele critica a legislação trabalhista brasileira e diz que quem inventou os cozinheiros foi o diabo


Com o demônio não se brinca! Grupo católico Os Arautos do Evangelho está na mira do Vaticano por práticas indevidas de exorcismo


Funkeira, ex-mulher de contraventor, sofre tentativa de homicídio após festa de música eletrônica na Barra


‘Não fiz uso de nenhuma droga ilícita’, diz Fábio Assunção após ser detido pela polícia


BÊBADO QUE NEM PORCA ESTÁ PRESO: Ator Fábio Assunção briga em festa de São João, vai ao hospital e na saída briga novamente


‘Se fosse filho de rico seria tortura’, diz mãe de adolescente tatuado na testa sobre denúncia do MP


O jogo político de Janot navega entre o perigo que separava a boa e necessária liturgia jurídica de seus interesses pessoais e políticos

bt_leiamais1
Tudo sobre política, clique aqui
bt_leiamais1
5120 postagens







Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*