‘Dilma não confia em ninguém e acha todo mundo burro’, diz delatora. Mônica Moura revela detalhes da convivência da petista com a empresária e seu marido

Dilma Rousseff era uma presidente da República que não confiava em ninguém e achava todo mundo “burro”, disse em depoimento ao Ministério Público Federal (MPF) a empresária Mônica Moura. A delação premiada de Mônica revela detalhes da convivência da petista com a empresária e seu marido, o marqueteiro João Santana – o casal foi responsável pelas campanhas do PT à Presidência da República em 2006, 2010 e 2014.

“A Dilma não confia em ninguém e tem um problema grave: ela não confia na capacidade de ninguém. Ela acha que todo mundo é burro, é incapaz”, disse Mônica aos procuradores.

“Ela se cercava de um monte de gente – não quero ser grosseira – , mas de gente sem capacidade, porque é aquele tipo de pessoa que não confia nas pessoas: não se cerca de gente brilhante, porque tem medo de ser ofuscada, entendeu?”, completou.

A relação de Dilma com João Santana era diferente, frisou Mônica, já que a petista tinha confiança na capacidade do marqueteiro de “pensar”.

Além de dar conselhos à então presidente, João elaborava discursos em rede nacional de rádio e televisão – um palanque eletrônico usado com frequência para anunciar medidas de impacto – e batizava programas do governo petista. “Ela recorria a ele sempre”, afirmou Mônica.

Segundo a empresária, o casal não cobrava pelo trabalho nos pronunciamentos, apenas repassando para a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República os custos de produção com a equipe, luz e câmera. A logomarca criada por João Santana ao governo Dilma foi um “presente”.

Sobre a primeira campanha de Dilma à Presidência, em 2010, a empresária reconheceu que foi uma eleição “dificílima”, já que todo mundo apostava na derrota da petista. “Era impossível, um poste realmente pra eleger”, admitiu.

De acordo com a delatora, João Santana era tão influente no governo que Mangabeira Unger, na época ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, recorria ao marqueteiro para conseguir uma agenda com Dilma Rousseff durante o segundo mandato.

‘Pátria educadora’. Na época, Mangabeira estava cuidando do programa “Pátria Educadora”, mote da segunda gestão de Dilma, e se envolveu nos bastidores numa disputa de protagonismo político com o Planalto e o então ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro.

“O Mangabeira chegava ao ponto de pedir ao João que conseguisse que a Dilma recebesse ele. E a Dilma, ‘Eca’, ‘Ai que saco’, ‘Ele é chato, eu não quero’, ‘Eu não guento’”, relatou a delatora.

Os problemas de Mangabeira se agravaram quando ele decidiu incluir no programa uma proposta de diretrizes curriculares para a Base Nacional Comum da Educação, que define o que se espera que alunos aprendam em cada etapa da educação básica.

“Autoritário” e “megalomaníaco” foram alguns dos adjetivos usados pela cúpula palaciana para descrever a atuação de Mangabeira à frente da pasta.

Isolado do governo, Mangabeira acabou entregando a sua carta de demissão em setembro de 2015. Procurada pela reportagem, a assessoria de Dilma disse que não se pronunciaria.

:) Espalhe nas suas redes



:) Essa notícia


:) Facebook


:) Curtir o site




Dona de Pet Shop é espancada após cliente flagrar zoofilia com seu animal - Vídeo mostra as cenas do monitoramento interno do Pet Shop


"O Brasil corre risco, os espíritos de luz estão com dificuldades para nos ajudar." Clique aqui e leia a mensagem completa.





Ex-executivo de SC que vive em aeroporto do RJ consegue emprego: ‘obrigado a todos’


FUNCIONÁRIA QUE CUIDA DA ROUPA DE MARCELA GANHA APARTAMENTO FUNCIONAL


STF retira de Moro depoimentos da JBS que citam Lula


‘Não estou nem aí’, diz juiz que recebeu R$ 503 mil em julho


Distritão e Fundão: A elite política tenta se agarrar ao poder


Se for condenado por incitação ao estupro pelo STF, Bolsonaro fica inelegível?


É por isso que você deve pensar 50 milhões de vezes antes de namorar qualquer uma


Jovem tira a própria vida e deixa carta acusando arquiteta de ter feito projeto errado e destruídos seus sonhos


Esquema criminoso dos transportes do RJ tinha ‘plena atividade’ mesmo após Lava Jato, diz juiz


Relator da reforma política tenta permitir ocultação de doações eleitorais


7 estranhos efeitos do sexo que você não tinha nem ideia de que existiam


Ministra dos Direitos Humanos pede urgência para votação do projeto de lei que autoriza cirurgia de mudança de sexo para crianças e adolescentes sem o consentimento dos pais


Imprensa internacional desmascara LULA e divulga poupança de U$ 108 milhões em Luxemburgo, caiu a casa de vez !


Zezé Di Camargo é CONDENADO pela Justiça em processo. VEJA O MOTIVO!


Deltan Dallagnol detona fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões aprovado pela comissão da Câmara


Foi na delegacia registrar roubo e acabou preso por homicídio no DF; entenda


Dublê que morreu nas gravações de ‘Deadpool 2’ participava de seu primeiro filme


O que é ‘estupro virtual’? Ex-namorados criam contas falsas para chantagear as ex-namoradas


INSANIDADE TOTAL: Por agressão a ancião, Lindbergh será julgado pelo Conselho de Ética (veja o vídeo)


Advogados de Lula entram com recurso errado, passam vexame e perdem mais uma para Moro

bt_leiamais1
Tudo sobre política, clique aqui

bt_leiamais1
5712 postagens