Com “ajuda” do BNDES, donos da JBS criaram maior empresa de carnes do mundo. Saiba como funciona a roubalheira no BNDES

Negócio criado por pai de Wesley e Joesley Batista começou em açougue em Anápolis (GO) e se transformou em maior grupo privado do país, que também tem bancos e empresa de celulose.

De empresa familiar criada a partir de um pequeno açougue na cidade de Anápolis (GO), a JBS, donas de marcas como Friboi e Seara, se tornou a maior processadora de carnes do mundo e a maior empresa privada em faturamento no Brasil, só perdendo para a Petrobras.

As revelações dos irmãos Joesley e Wesley Batista em delação premiada trouxeram denúncias contra o presidente Michel Temer e criou pânico nos mercados financeiros. Os empresários viram seu negócio se expandir nos últimos anos com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O faturamento do frigorífico saltou de R$ 4 bilhões em 2006 para R$ 170 bilhões em 2016.

Os donos da JBS também têm negócios em outros setores, reunidos na holding J&F Investimentos. A J&F Investimentos se anuncia como o “maior grupo econômico privado do país”, empregando mais de 260 mil pessoas em mais de 30 países. A J&F já teve como presidente do conselho o então ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Os dois irmãos se dividem na operação do grupo. Joesley é o presidente da holding e Wesley comanda o JBS.

Crescimento exponencial

A história da JBS começou em 1953 com o açougue A Mineira, fundado por José Batista Sobrinho (cujas iniciais formam a sigla JBS), pai de Wesley e Joesley Batista, os atuais donos do conglomerado. A empresa adotou o nome Friboi quando passou a atuar com frigoríficos e cresceu comprando outras unidades na década de 90. As primeiras exportações de carne in natura vieram somente em 1997.

O grande salto se deu a partir de 2007, quando a empresa decidiu abrir o seu capital, mudou o nome de Friboi para JBS e deu início a um processo de internacionalização com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A JBS foi uma das beneficiadas pela chamada política de campeões nacionais do BNDES, que tinha como premissa financiar a internacionalização de grupos brasileiros. Além de financiar o grupo, o BNDES comprou uma participação na JBS por meio da BNDESpar – braço do banco estatal que compra participações em empresas. A operação que é investigada pelo Tribunal de Contas da União. Hoje o BNDES é dono de 21% da JBS.

Capitalizado com crédito e dinheiro dos novos sócios, o JBS foi às compras. Em março de 2007, o grupo anunciava a compra da norte-americana Swift por US$ 1,4 bilhão, se tornando a maior empresa do mundo de alimentos de origem bovina.

Começava a partir daí uma trajetória de rápida expansão internacional, que incluiria a aquisição de outras gigantes como a Pilgrim´s Pride (empresa de frangos nos EUA) e do frigorífico brasileiro Bertin e da Seara, passando a ser também a maior produtora global de carne de aves.

BNDES

A roubalheira e a corrupção no BNDES segue uma dinastia das esquerdas que começou em 1995. Foram empréstimos e financiamentos ilegais, doações e muita lavagem de dinheiro. E não foi só na dinastia dos petralhas, que o banco estatal foi arrombado e delapidado. Os tucanos também fizeram uma limpa no BNDES.

O Banco estatal tem nos últimos anos, realizado operações ilegais e todas mantidas em segredo de Estado. Foram bilhões e mais bilhões de dólares que tem financiado partidos, ditadores, políticos, amigos do governo e países socialistas. A festa com o dinheiro público parece não ter fim e a cada dia, surge uma porta arrombada.

Graças ao BNDES, existem empresários medíocres que da noite para o dia, se tornam donos de terras, mansões, frigoríficos, iates, carrões e jatinhos de luxo. Estes mesmos empresários são agraciados pelo governo com recursos milionários que saem do Tesouro Nacional via BNDES, e em troca, estes empresários financiam campanhas milionárias, doam dinheiro para políticos e partidos, bancam festinhas e orgias em Brasília, e tudo com o dinheiro que sai do banco e dos impostos que pagamos. Lavagem de dinheiro seria o termo mais correto para designar operações sigilosas que ocorrem dentro do BNDES e que abastecem partidos e políticos.

FHC e Lula, promoveram uma intensa e inesgotável roubalheira em seus governos, e a pilhagem dos cofres estatais e principalmente dos bancos, foi bilionária. Lula foi pior e foi mais além, usou o banco para enriquecer parentes e amigos. O que se sabe de concreto ao longo desses 12 anos de PT no poder é coisa pequena dentro do grande universo da corrupção. O grosso da roubalheira tem o carimbo de “secreto”.

Um dos drenos dos cofres públicos que apascenta a voragem desses psicopatas ditos bolivarianos, é o BNDES. Ninguém sabe quanto saiu dos cofres dessa instituição para a manter a ditadura cubana no poder, para financiar empresários, freebois, amigos, ditadores, países socialistas e a parentada dos dirigentes petistas. O PT alega “sigilo bancário”, já que os recursos do BNDES constituem dinheiro do Tesouro Nacional e cuja movimentação e aplicação têm de passar às claras sob o crivo do Congresso Nacional. As máquinas da Casa da Moeda que se virem para operarem e fabricarem dinheiro 24 horas por dia, pois a fome e a ganância desta escória é grande e voraz. Nada de escorralha, o negócio é pagar o peixe grande e graúdo.

Em Brasília a Justiça Federal condenou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a divulgar, em seu site, informações detalhadas sobre todos os empréstimos a entidades ou empresas públicas e privadas, relativas aos últimos dez anos e daqui pra frente. O site do banco há muito que não divulga a relação do dinheiro que sai dos cofres estatais, seu destino e os seus valores. O governo simplesmente proibiu a divulgação das pilhagens bilionárias que promove. Há quem diga, que os valores ultrapassam à casa dos bilhões e podem passar de R$ 1 trilhão.

A decisão da justiça inclui qualquer apoio a programas, projetos, obras e serviços com aporte de recursos públicos, e engloba também a subsidiária BNDESPar, braço de investimentos em participações do banco. O BNDES orientado pelo governo afirmou que recorrerá da sentença. Logicamente que não tornarão publico, os saques e desfalques bilionários que com certeza, tiveram caminhos tortuosos e sem volta, ou seja: Foram realizadas operações de empréstimos à fundo perdido e que jamais voltarão ao banco ou ao Tesouro Nacional.

O dinheiro simplesmente evaporou e engordou contas em paraísos fiscais, onde partidos, políticos e empresários mantêm contas secretas com dinheiro oriundo de operações ilegais, corrupção e lavagem de dinheiro. Apesar de ser uma empresa pública federal, que recebe aportes bilionários do Tesouro Nacional, o BNDES é considerado uma “caixa preta” até mesmo pelos órgãos de controle. O banco não divulga informações sobre financiamentos a empresas privadas com a justificativa de que estão protegidas por sigilo bancário. A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou no processo como assistente do banco para reforçar o pedido de manutenção do sigilo.

Se o governo esconde de tudo e de todos o que acontece no BNDES é porque a coisa é grande e vai derrubar muita gente gorda e graúda que anda em Brasília pisando sobre tapetes vermelhos com seus sapatos italianos. Há fraudes, corrupção e roubalheiras em tudo o que é lugar. O governo se apoderou do Estado como se o Estado fosse seu. Bancos e instituições foram “tomadas e aparelhadas” para servirem unicamente aos corruptos socialistas que parasitam nas esferas do Estado. No passado essa gente que hoje se locupleta do poder usavam armas de grosso calibre para praticarem crimes e assaltos e com certeza, devem estar rindo do país e de suas investidas criminosas juvenis.

No passado eram simples bandidos e hoje são detentores do poder e das chaves dos cofres do Estado. Não roubam mais uns trocados, roubam grandes somas, e tudo para se vingar da pátria e do povo que os condenou. A Petrobras, a Eletrobras e o BNDES foram os alvos principais de FHC, LULA e de seus capangas famintos e certamente essa conta, eles não vão pagar.

EXPLICADO?

:) Espalhe nas suas redes



:) Essa notícia


:) Facebook


:) Curtir o site







BOLA 7 DA CAÇAPA DO CANTO: Fachin decide enviar diretamente à Câmara denúncia contra Temer


Renan deixa liderança do PMDB, ataca Temer e nega ser ‘marionete’


DOZE SINAIS DE QUE OS SEUS ANJOS ESTÃO COM VOCÊ


Quase metade da população tem vergonha de ser brasileira, segundo Datafolha


Silvio Santos de volta à política? Apresentador manda recado para Bolsonaro


A verdade sobre doença de Vera Fischer é revelada e o que ela tem é bem pior. A grande mídia continua enganando a população…


É HUMORISTA? Maia diz que cada deputado votará com a sua consciência. Aliados pressionam por escolha de relator alinhado a Temer.


Vera Fischer é internada no CTI da Clínica São Vicente, no Rio


A denúncia que pode derrubar Temer. Entenda o rito, que tem semelhanças com processo de impeachment.


EXCLUSIVO: FHC diz que assume a Presidência por um ano. Michel Temer não se sustenta no Planalto


DELAÇÃO BOMBA: Lulinha embolsou R$ 317 milhões. Veja o caminho da mina


Em nota oficial, PT prega ‘luta aberta na rua’ em caso de condenação de Lula


Avião que transportava 650 quilos de cocaína decolou de fazenda do ministro da Agricultura, diz piloto


O Grupo Folha não desiste, insiste e quer Lula presidente


Se um Palocci vale 12 anos de prisão, quanto vale um Lula? Responda e compartilhe!


Temer convoca marqueteiro para montar ‘operação contra Janot’


Polícia Federal faz varredura no palácio do Supremo Tribunal Federal


Fachin retira de Moro mais uma apuração sobre Lula baseada na Odebrecht


Enquanto o Brasil pega fogo, o povo só quer saber de confusão no palco de sertanejas, por isso os políticos roubam sem parar..


Marcela Temer, debilitada e inconsolável, sai de cena


Marisa Letícia, a milionária, daí o segredo de Justiça em seu inventário


O homem que colocou Joesley Batista no mundo do crime


A primorosa sentença de Antonio Palocci


Na véspera da sentença de Lula, central de calúnias faz capa fake de ‘Veja’ com ofensas a Moro


Em ritmo de manicômio, Gleisi diz que eleição sem Lula “será uma fraude”


Moro critica Fachin por “pulverizar” ações da Lava-Jato


Vídeo: Câmeras de segurança mostram que motorista foi agredido ANTES de atropelar skatistas


Palocci tentou chantagear Moro para se safar e se enrolou de vez


Lula faz piada contra Sergio Moro e mostra que perdeu todos os limites


Palocci é condenado a 12 anos de prisão na Lava Jato. Lula é citado 68 vezes na sentença que condenou Palocci


O brasil merece esse lixo de alto nível: FÃ INVADE PALCO, DERRUBA SIMARIA E LEVA SOCO DE SIMONE EM SHOW NA BAHIA; VÍDEO


Jacquin: “Nunca mais assino uma carteira de trabalho”. Ele critica a legislação trabalhista brasileira e diz que quem inventou os cozinheiros foi o diabo


Com o demônio não se brinca! Grupo católico Os Arautos do Evangelho está na mira do Vaticano por práticas indevidas de exorcismo


Funkeira, ex-mulher de contraventor, sofre tentativa de homicídio após festa de música eletrônica na Barra


‘Não fiz uso de nenhuma droga ilícita’, diz Fábio Assunção após ser detido pela polícia


BÊBADO QUE NEM PORCA ESTÁ PRESO: Ator Fábio Assunção briga em festa de São João, vai ao hospital e na saída briga novamente


‘Se fosse filho de rico seria tortura’, diz mãe de adolescente tatuado na testa sobre denúncia do MP


O jogo político de Janot navega entre o perigo que separava a boa e necessária liturgia jurídica de seus interesses pessoais e políticos

bt_leiamais1
Tudo sobre política, clique aqui
bt_leiamais1
5120 postagens







Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*